Envelopamento de carros: com ou sem emendas

Por Eduardo Yamashita em 20/11/2014

Envelopamentos de veículos sem emenda exigem planejamento e são desafiadores. Muitos instaladores de vinil não possuem habilidades para colocar isso em prática corretamente. Muitos prometem envelopamento sem emendas, mas não conseguem entregá-lo. E uma coisa é certa: com um envelopamento autêntico, é possível se diferenciar da concorrência. E, sim, os melhores instaladores conseguem realizar instalações com poucas emendas.

Planejamento

O sucesso do envelopamento está diretamente ligado ao planejamento e a mãos firmes. Quanto mais bem planejado, mais fácil será a aplicação. É uma medida que serve para qualquer trabalho. No entanto, evitar emendas exige mais cuidado.

No envelopamento sem emendas, há algumas complicações. Você tem de entender os baixos-relevos e como eles afetam a aplicação. Antes de começar o trabalho, saiba como abordar o consumo de vinil e as condutas com eles.

Pergunte-se: Antes de aplicar o vinil no veículo, terei a cobertura que preciso? Depois de considerar cuidadosamente a resposta, faça outra pergunta: O que é necessário fazer para preparar esta área do veículo de modo que pareça uma peça única?

Instaladores que sabem aplicar vinis sem emendas conseguem se diferenciar no mercado

Instaladores que sabem aplicar vinis sem emendas conseguem se diferenciar no mercado

Combinação de cores

Por exemplo, se depois de aplicar um vinil vermelho e preto sobre um carro branco surgirem espaços brancos, vai parecer um trabalho desleixado. Para evitar isso, é preciso embutir componentes dentro de algumas das áreas de baixo-relevo (acabamentos) para que a cor original do carro não seja revelada. E não esqueça de considerar essas questões antes de projetar o envelopamento.

Pergunte-se: Os acabamentos (baixos-relevos) serão um problema? O que vou fazer com eles? Se essas áreas são pintadas de preto e a imagem é composta de preto e vermelho, então você não tem de se preocupar em combinar o gráfico.

Provavelmente, a melhor cor para trabalhar em cima em um veículo é a preta, porque ela "desaparece" e não chama atenção. Num mundo utópico, haveria apenas carros pretos, para facilitar o trabalho dos instaladores. E, nesse caso, o envelopamento sem emenda seria muito mais fácil, porque é possível transformar o preto em qualquer cor. Mas a realidade é diferente: há uma série de pinturas variadas.

Planejamento é fundamental para garantir uma aplicação profissional

Planejamento é fundamental para garantir uma aplicação profissional

Envelopamento parcial

Em alguns casos, a cor é tão diferente que, dependendo do projeto, deve-se usá-la em conjunto com o projeto e fazer um envelopamento parcial.

Envelopamento parcial pode ser a melhor solução em muitos casos, porque é possível que o instalador não possua as habilidades necessárias para obter uma cobertura completa e executar o trabalho corretamente.

Se você não tem as habilidades para fazer um envelopamento sem emendas, não hesite em realizar o parcial. Por exemplo, é muito mais fácil aplicar imagens de chamas nas laterais do veículo do que envolver todo o veículo.

Quando você não pode fazer um envelopamento total, às vezes, envelopamentos parciais funcionam bem.

Esse artigo técnico foi patrocinado pela Imprimax, fabricante de vinis adesivos

Este artigo técnico foi patrocinado pela Imprimax, fabricante de vinis adesivos

Gostou do artigo? Você também vai se interessar pelas matérias abaixo:

Sobre o autor: Eduardo Yamashita é consultor técnico especializado em vinis adesivos, envelopamento de carro e comunicação visual

Sobre o autor: Eduardo Yamashita é consultor técnico especializado em vinis adesivos, envelopamento de carros e comunicação visual



InkTec lançará impressora Jetrix KX6U-LED

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 06/03/2018
Impressora emprega recurso de cura UV LED

Impressora emprega recurso de cura UV LED

A fabricante InkTec anunciou que lançará a impressora UV Jetrix KX6U-LED na Sign and Digital UK, feira que ocorrerá em abril, no Reino Unido.

De acordo com a empresa, a Jetrix KX6U-LED trabalha com mídias rígidas com área de até 2.440mm × 1.220mm e 100mm de espessura. A impressora emprega cabeças Konica de 6pl, opera na velocidade de até 28m2/h e produz imagens com resolução máxima de 1440 × 720dpi.

Na feira, a InkTec também mostrará a impressora plana LXi8 LED-UV e tintas compatíveis com equipamentos da linha Mimaki JFX200.

Joey Kim, da InkTec Europa, declarou: “A KX6U-LED oferece todos os recursos da nossa série Jetrix. Porém, é uma impressora LED de entrada projetada para ser competitiva em produtividade e custo de aquisição”.

Fonte: InkTec



Redução de juros no financiamento de impressoras Ampla Digital

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 28/11/2012

Anunciada em agosto deste ano pelo Governo Federal, a redução da taxa de juros do FINAME PSI abre uma possibilidade única aos interessados em comprar impressoras de grande formato. Esse financiamento cobra taxa de 2,5% ao ano. Porém, ele é exclusivo para equipamentos fabricados no Brasil e certificados pelo BNDES, como as máquinas vendidas pela Ampla Digital.

Os compradores também têm outras vantagens com o FINAME PSI: a carência para o início do pagamento pode chegar aos 24 meses,  e a quitação, aos 120.

"Esta taxa especial estimulou a procura por novos equipamentos. Muitos empresários estão aproveitando essa oportunidade para aumentar ou melhorar seu parque de máquinas", explicou Daili Viana, supervisor de vendas da Ampla Digital.

Marcel Castellon da Costa, proprietário do Grupo CB, de Curitiba (PR), foi um dos empresários que aproveitaram as facilidades do financiamento exclusivo. "Sem essa redução na taxa de juros, não compraria a máquina este ano", afirma o executivo, que adquiriu um modelo Targa XT.

A taxa reduzida é válida até o dia 31 de dezembro. Porém as propostas de compra devem ser realizadas até o dia 14 desse mesmo mês.

Interessado? Então protocole a sua proposta até o dia 14 de dezembro

Fonte: Ampla Digital. Texto: InfoSign