Enquete: as tecnologias de impressão digital em que os leitores do InfoSign investiram em 2016

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 09/01/2017
Em 2016, maioria dos leitores do InfoSign deram preferência a tecnologias de impressão em tecidos

Em 2016, maioria dos leitores do InfoSign deram preferência a tecnologias de impressão em tecidos

Ao longo do ano passado, o InfoSign perguntou em enquete aberta qual tipo de impressora de grande formato os leitores do site gostariam de adquirir em 2016. O resultado (de um total de 1.328 votos) demonstra a tendência estabelecida desde 2015, isto é, a preferência por tecnologias para estamparia têxtil digital.

A tecnologia mais votada foi a sublimática, com 455 votos (34% do total). Em segundo lugar, ficou a impressão direta em tecido, com 298 votos (22%). Somados, os resultados obtidos pelas duas categorias correspondem a mais da metade dos votos. Ambas são indicadas sobretudo para a estamparia têxtil. A látex, com 93 votos (7%), também é capaz de imprimir em diversos tipos de tecidos, o que ajuda a endossar a inclinação do público a fazer investimentos em tecnologias têxteis.

A enquete mostrou, ainda, que tecnologias consolidadas obtiveram desempenho satisfatório. A solvente recebeu 252 votos (equivalente a 20%) e a UV, 137 (10%). Embora tenha lugar cativo, a UV apresentou um resultado inferior ao do ano passado.

A impressão com tinta à base d'água teve 93 votos (7%), deixando claro que se trata de uma tecnologia voltada a um nicho mais específico entre os usuários de grandes formatos.

O que você achou dos resultados? Concorda com eles? E não deixe de participar da nova enquete, que procura conhecer quais as tecnologias de impressão digital de grande formato nossos leitores pretendem adquirir em 2017. Você pode acessá-la na homepage do Infosign.



Agfa anuncia nova impressora Jeti Tauro H2500

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 04/05/2017
Jeti Tauro H2500 tem 2,5m de largura

Jeti Tauro H2500 tem 2,5m de largura

A fabricante Agfa apresentou a nova Jeti Tauro H2500, impressora UV LED híbrida de 2,5m de largura, com sistema rolo a rolo integrado que oferece alimentação contínua e automática de mídias flexíveis e rígidas, inclusive papelão ondulado.

Reinhilde Alaert, gerente de produtos da Agfa Graphics, declarou: “Equipada com lâmpadas de LED, a Jeti Tauro H2500 oferece vários benefícios econômicos e ecológicos. Por exemplo, os LEDs geram emissão mínima de calor, o que permite a impressão em mídias finas sensíveis ao calor, como folhas e rolos de estireno. Elas também garantem grande estabilidade na calibração bidirecional e mais tempo de atividade (sem tempo de aquecimento ou resfriamento), além de pouparem energia. Todos esses benefícios aumentam o retorno sobre o investimento”.

A Jeti Tauro H2500 roda com o software de fluxo de trabalho Asanti, da Agfa. Ele otimiza e automatiza as etapas de preparação, produção e acabamento. O aplicativo pode ser integrado ao PrintSphere, solução da Agfa de compartilhamento rápido de dados. O Asanti também pode interagir com a mais nova versão do StoreFront, para o gerenciamento de atividades web-to-print e de lojas on-line.

As tintas originais empregadas na Jeti Tauro H2500 podem imprimir em uma ampla variedade de substratos rígidos e flexíveis. A máquina tem a capacidade de aplicar uma fina camada de tinta nos impressos, o que garante menor consumo de tinta. Isto é possível em função da alta carga de pigmentos das tintas.

Alaert afirma: “Todas as tintas UV da Agfa oferecem desempenho estável, além de proporcionar os mesmos resultados de alta qualidade lote após lote. A nova Jeti Tauro LED também foi desenvolvida para empregar essas tintas, que prolongam a vida útil das imagens e proporcionam excelente resistência à exposição externa e adesão superior, até mesmo em substratos difíceis”.

Fonte: Agfa



Presidente da EFI faz palestra sobre tendências em impressão digital

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 14/06/2014

Gráficas e birôs terão de lidar com produções que exigem número menor de impressões e maior valor agregado

Gráficas e birôs terão de lidar com produções que exigem número menor de impressões e maior valor agregado

No dia 5 de junho, a EFI, fabricante de impressoras digitais, promoveu um evento para clientes e parceiros na cidade de São Paulo. Na ocasião, o CEO da empresa, Guy Gecht, discorreu sobre o que chamou de "Renascimento da Impressão".

O executivo foi taxativo ao dizer que as tecnologias digitais estão mais presentes no mercado gráfico, e que isso traz consequências: "Em cinco ou dez anos, a tendência é uma redução no número de impressões, mas com um valor agregado maior".

O CEO também compartilhou informações sobre as várias linhas de atuação da EFI, apresentou as vantagens da impressão digital e mostrou possibilidades de novos negócios.

Fonte: EFI