Enquete: as tecnologias de impressão digital em que os leitores do InfoSign investiram em 2016

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 09/01/2017
Em 2016, maioria dos leitores do InfoSign deram preferência a tecnologias de impressão em tecidos

Em 2016, maioria dos leitores do InfoSign deram preferência a tecnologias de impressão em tecidos

Ao longo do ano passado, o InfoSign perguntou em enquete aberta qual tipo de impressora de grande formato os leitores do site gostariam de adquirir em 2016. O resultado (de um total de 1.328 votos) demonstra a tendência estabelecida desde 2015, isto é, a preferência por tecnologias para estamparia têxtil digital.

A tecnologia mais votada foi a sublimática, com 455 votos (34% do total). Em segundo lugar, ficou a impressão direta em tecido, com 298 votos (22%). Somados, os resultados obtidos pelas duas categorias correspondem a mais da metade dos votos. Ambas são indicadas sobretudo para a estamparia têxtil. A látex, com 93 votos (7%), também é capaz de imprimir em diversos tipos de tecidos, o que ajuda a endossar a inclinação do público a fazer investimentos em tecnologias têxteis.

A enquete mostrou, ainda, que tecnologias consolidadas obtiveram desempenho satisfatório. A solvente recebeu 252 votos (equivalente a 20%) e a UV, 137 (10%). Embora tenha lugar cativo, a UV apresentou um resultado inferior ao do ano passado.

A impressão com tinta à base d'água teve 93 votos (7%), deixando claro que se trata de uma tecnologia voltada a um nicho mais específico entre os usuários de grandes formatos.

O que você achou dos resultados? Concorda com eles? E não deixe de participar da nova enquete, que procura conhecer quais as tecnologias de impressão digital de grande formato nossos leitores pretendem adquirir em 2017. Você pode acessá-la na homepage do Infosign.



HP lança no Brasil impressoras látex das séries 500 e 1500

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 09/11/2016
Modelos de impressoras látex têm 1,6m ou 3,2m de largura

Modelos de impressoras látex têm 1,6m ou 3,2m de largura

A partir de novembro de 2016, a HP passa a vender no Brasil as impressoras látex das séries 500 e 1500. Indicadas para provedoras de serviços de impressão digital de grande formato, as máquinas haviam sido apresentadas ao mercado internacional em meados deste ano.

Renato Barbieri, diretor geral para as áreas de Artes Gráficas da HP Inc. para o Brasil, declarou: “Muitos clientes estão buscando soluções que possam suportar maiores volumes de produção e possibilitar o acesso a aplicações lucrativas. As impressoras HP Latex 500 e 1500 definem novos limiares de desempenho com um investimento inicial menor, ajudando os clientes a manter a produção interna e com os mesmos níveis de qualidade, inclusive durante os picos na demanda”.

Confira as principais características técnicas e produtivas dos novos equipamentos:

HP Latex 560 e 570

Com 1,6m de largura, as impressoras incluem um novo sistema de carregamento articulado e ajuste de inclinação automático, além de conter manuseio de rolos para uso intenso de até 55kg e sinalizador luminoso de status, para monitorar a produção em tempo real a distância.

Ambos os equipamentos podem trabalhar na velocidade de até 23m2/h (no modo de ambiente interno) e imprimir com alta saturação (em modos de impressão realista). Além disso, contam com um novo acessório de rolo limpador, para resultados de alta qualidade em banners e vinis adesivos de baixo custo.

As impressoras podem ser monitoradas por meio do HP Látex Mobile, que permite gerenciar os trabalhos remotamente, o que estimula a produção autônoma e fora do horário comercial.

HP Latex 1500

Baseada na HP Latex 3000, a HP Latex 1500 tem 3,2m de largura oferece uma solução mais robusta para empresas que produzem instalações de comunicação visual em ambientes internos e externos.

A impressora, que pode trabalhar na velocidade de até 74m2/h, emprega cabeças de impressão HP Thermal Inkjet de 1.200dpi e inclui espectrofotômetro e sensor de avanço de mídia óptico. Além disso, emprega cartuchos de tinta HP de 5 litros, servidor de impressão interno e sinalizador luminoso de status, que permite monitorar a produção de maneira rápida.

Para a HP Latex 1500, a fabricante oferece opcionais, como kit de dois rolos, facas em linha, kit de rolo para queda livre, kit dia e noite para frente e verso e kit coletor de tinta para substratos porosos.

Confira vídeo promocional sobre as impressoras:

Fonte: HP Brasil



Novas impressoras Océ Arizona 480 chegam ao mercado internacional

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 23/11/2012

Arizona 480 GT: impressora UV plana da Océ

A Océ, fabricante de impressoras digitais, aproveitou as recentes feiras internacionais para lançar dois equipamentos planos (flatbed) da linha Arizona®: o 480 GT (mesa de 1,25 x 2,5m) e o 480 XT (2,5 x 3,05m). Além das características típicas da família, como a tecnologia Océ VariaDot® (pontos de dimensões variadas), as impressoras incluem uma série de novidades técnicas:

Oito canais independentes de tinta

Os quatro primeiros canais são dedicados às cores do padrão CMYK. Porém os canais "5" e "6" podem ser configurados de duas maneiras:

  • Verniz e tinta branca: combinados, esses dois insumos podem criar aplicações únicas. A tinta branca, por exemplo, pode ser usada para fazer impressões em substratos coloridos, incluindo backlits. Já o verniz serve para dar acabamento superficial (reserva ou total);
  • Duas vezes tinta branca: nesse caso, dois canais ("5" e "6") são usados para o branco, proporcionando o dobro da opacidade na impressão.

Os demais canais, "7" e "8", podem ser usados para aumentar a produtividade, ao acrescentar mais tintas cyan e magenta. Esse esquema é chamado de CM2 e oferece modos de operação de alta qualidade, mas de velocidades maiores (quase 25% mais rápido do que o modo de produção normal, sem os canais adicionais de tintas).

Impressora Océ Arizona 480 XT possui oito canais de tintas

Compensação de pixel

As impressoras Océ Arizona 480 usam uma nova tecnologia que, segundo a fabricante, otimiza a nitidez, densidade e uniformidade das imagens impressas, tanto em substratos em bobina quanto naqueles fixados na mesa. Para tanto, os equipamentos têm a capacidade de fazer compensações de pixels nas imagens, deixando-as mais equilibradas.

Sistema de vácuo (na mesa da impressora)

Há seis zonas de vácuo na Océ Arizona 480 GT. Já na Océ Arizona 480 XT, são sete áreas. Estas zonas foram projetadas para trabalhar com os formatos de mídias mais usados no mercado, para reduzir o manuseio de substratos feito pelos operadores.

Modo "Batch"

Com essa nova função, o operador pode imprimir um conjunto de mídias (por exemplo: 50 itens de 90 x 120cm e 30 itens de 122 x 243cm) numa mesma produção.

Mais características técnicas

As duas novas impressoras da Océ podem imprimir em mídias rígidas de até 50,8mm de espessura. Trabalham em velocidade de impressão de 25,3m2/h, para estampar diversos materiais rígidos e flexíveis. A empresa vende como opcional o sistema de alimentação de substrato do tipo rolo a rolo, que suporta bobinas com 2,2m de largura.

Veja mais: conheça um pouco da fabricação das impressoras Arizona:

Fonte: Océ. Texto: InfoSign