Em 2015, Roland DG Brasil promoverá novas edições do Experience Day

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 31/01/2015

Evento itinerante continuará a levar informação técnica e comercial a diversas cidades brasileiras

Evento itinerante continuará a levar informação técnica e comercial a diversas cidades brasileiras

A filial brasileira da Roland DG, fabricante de impressoras digitais, promoveu ao longo de 2014 uma série de apresentações e palestras em várias cidades do Brasil. Conhecido como Experience Day, o evento será continuado em 2015 e o calendário, divulgado brevemente.

Anderson Clayton, gerente de marketing e novos negócios da Roland DG Brasil, declarou: "O projeto é extremamente eficaz. Conseguimos momentos exclusivos com nossos clientes distantes e agendamos reuniões pelo Brasil. Não visamos quantidade, mas qualidade nos negócios. Nossa estratégia é o olho no olho. Mostramos aos clientes a tecnologia que dispomos, e tudo isso é visto como um grande diferencial".

Ao percorrer 5 mil quilômetros para sediar o evento em cinco locais (Belo Horizonte, Bauru, Rio de Janeiro, Espírito Santos e São José do Rio Preto), a Roland DG obteve excelentes resultados: relacionamento com 400 clientes e negócios fechados com mais de 200 empresas.

Além de realizar eventos próprios, em 2015 a Roland DG participará de feiras, como a Fespa Brasil (em março), a Tecnotêxtil (abril) e a Serigrafia Sign (julho).

Fonte: Roland DG



Amari Digital passa a vender novo filme eletrostático

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 10/04/2014

Película eletrostática apresenta superfície branca ou transparente

Película eletrostática apresenta superfície branca ou transparente

A Amari Digital Supplies (ADS), fornecedora de mídias, passou a vender no mercado internacional um novo filme eletrostático fabricado pela finlandesa Stafix. A película, que pode receber impressão digital, dispensa adesivo (cola) e fixa-se às superfícies por meio de carga estática armazenada em bolhas microscópicas. Disponível em acabamento branco ou transparente, a mídia é composta por polipropileno reciclável.

O filme é indicado para aplicações indoor ou outdoor de curta duração, em displays de PDV, displays promocionais, campanhas, decalques, pôsteres e banners. Pode ser aplicado e removido de materiais como vidro e acrílico, bem como de superfícies como mármore, madeira, metal, tijolo e pedra.

Dependendo das condições ambientais, a adesão do filme dura até três meses.

Fonte: Large Format Review



Comunicação visual da Samsung reproduziu imagem de Deus

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 09/11/2012

Comunicação visual de grande formato reproduziu a famosa obra do pintor Michelangelo

Foi em Auckland, Nova Zelândia. O birô Osmand Signs, que desde 1954 trabalha com comunicação visual e envelopamento de carros, recebeu um pedido inusitado da Samsung. A fabricante de aparelhos eletrônicos solicitou a reprodução (no formato: 6 x 13,5m) da famosa obra "Criação de Adão", pintada por Michelangelo, para que fosse instalada no centro comercial da cidade — uma espécie de adesivo de parede tamanho família.

Não obstante a dificuldade em reproduzir a obra de arte, a Samsung impôs mais um desafio ao birô: dar a impressão de que a imagem havia sido pintada diretamente no muro (de tijolos). Pois a Osmand conseguiu o feito.

A imagem foi reproduzida com uma impressora HP látex. O vinil utilizado foi o Arlon 6000XRP, com laminação fosca. O acabamento da peça levou tinta acrílica lavável.

Uma das dificuldades do serviço foi reproduzir a imagem de tal maneira que ela parecesse ter sido pintada diretamente na parede de tijolos

Michelangelo levou quarto anos para concluir a obra-prima, pintada na Capela Sistina. A Osmand, no entanto, imprimiu a "Criação de Adão" em apenas oito horas. A instalação ocorreu no dia seguinte ao da reprodução da imagem. "Poderíamos ter impresso e instalada no mesmo dia, mas não sabíamos ao certo quanto tempo levaria para estampar todos os adesivos", disse Keith Ellis, um dos diretores da empresa, que acompanhou de perto o trabalho.

A comunicação visual foi tão bem-sucedida que o dono do prédio achou melhor manter a adesivação, mesmo depois do término da campanha. Isso porque a "reprodução de Deus" enalteceu e valorizou o edifício, que fica localizado numa região bastante movimentada da cidade.

Fonte:  HP. Texto: InfoSign