Durst revela nova tecnologia P5

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 14/02/2018
Impressoras Durst P5 são indicadas para altas tiragens

Impressoras Durst P5 são indicadas para altas tiragens

A fabricante Durst revelou a P5, plataforma de impressoras digitais de grande formato que incluirá os modelos P5 250HS, 200HS, 320 e 200.

O primeiro a ser lançado é o P5 250HS, que começará a ser comercializado em abril. Segundo a empresa, a impressora é baseada na P10 250HS e pode trabalhar na velocidade de até 240m2/h e resolução máxima de 1200dpi (com gotas de tinta de 5 picolitros). A máquina é indicada para produção de alto volume e peças personalizadas com qualidade offset.

A P5 foi desenvolvida com base em cinco pontos: produtividade, confiabilidade, fluxo de trabalho, versatilidade e qualidade de impressão. Trata-se de uma série de impressoras que empregam matrizes de cabeças desenvolvidas pela Durst, com placas Fujifilm Mems. Além disso, empregam tintas com novas formulações, possuem um novo sistema de transporte de mídias e incorporam o software Durst Symphony, que inclui nova interface touchscreen, conjunto de aplicativos de fluxo de trabalho e plataforma de análise para manutenção preventiva e dados detalhados sobre os consumos da máquina.

A Durst também lançou a Omet XJet, solução híbrida para os mercados de etiquetas e embalagens.

Fonte: Durst



Versão 12 do software Onyx é lançada

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 25/08/2015
Onyx 12 apresenta novas ferramentas e interface simplificada

Onyx 12 apresenta novas ferramentas e interface simplificada

A Onyx, desenvolvedora de aplicativos, anunciou a versão 12 do software homônimo. Baseado no RIP Onyx 11 e no fluxo de trabalho Onyx Thrive, o Onyx 12 oferece maior velocidade de produção, interface simplificada e ferramentas avançadas de acabamento.

A versão 12 do software poderá ser adquirida a partir de 31 de agosto de 2015. Para obter uma licença ou atualizá-la por meio do programa de manutenção de softwares da Onyx, os clientes devem entrar em contato com revendedoras autorizadas.

De acordo com a desenvolvedora, o Onyx 12 otimiza o uso de memória e hardware ao rodar na versão mais recente do Windows. Além disso, utiliza plataforma de 64 bits (no RIP e nos módulos) para melhorar o processamento, oferecendo maior velocidade e capacidade de resposta.

Produção simplificada

A interface redesenhada do Onyx 12 exibe listas interativas que permitem aos operadores encontrar trabalhos, visualizar informações de impressoras e fazer edições rápidas. Informações sobre os trabalhos podem ser personalizadas para atender as necessidades de cada operação.

Por meio de prévias de trabalho, os usuários podem ver exatamente onde marcas, sangrias, cores especiais e espelhamentos serão colocados. Esse recurso intuitivo economiza tempo e reduz o desperdício, eliminando reimpressões.

O Onyx 12 também permite que modelos de produção simplifiquem tarefas rotineiras. Com o “Quick Sets”, os operadores podem mudar as configurações de um trabalho existente sem a necessidade de reabri-lo.

Ferramentas avançadas

Com o Onyx 12, é possível adicionar bordas para impressão em lonas, guarnições para banners ou extensões para pop-ups sem a necessidade de redesenhar a arte original. Os usuários podem combinar sangrias com a função “Automatic Cut Path Generation” para eliminar espaço em branco em trabalhos de impressão e corte.

A função de controle para posicionamento de imagens permite realizar o acabamento total de rolos em equipamentos de corte da Fotoba e da Zünd. Trata-se de um recurso que elimina o posicionamento manual e reduz desperdício de tempo e material.

Saiba mais sobre o Onyx 12:

Fonte: Onyx



Xeikon anuncia novas impressoras inkjet para rótulos e etiquetas

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 08/10/2017
Xeikon PX3000 possui largura de impressão de 330mm

Xeikon PX3000 possui largura de impressão de 330mm

A fabricante Xeikon expandiu a linha Xeikon Panther, composta por impressoras inkjet de rótulos e etiquetas. A série passou a contar com o modelo PX3000, disponível na largura de 330mm e nas configurações de 4 (CMYK) ou 5 cores (CMYK e branco). A série Xeikon Panther também inclui o modelo de entrada PX2000 (largura de 220mm).

Todas as máquinas da linha trabalham na velocidade de 50m/min e empregam tintas UV PantherCure. Capazes de reproduzir imagens com 600dpi, elas são indicadas para empresas que imprimem em substratos autoadesivos, como papel revestido, PP, PE, vinil, BOPP e PET.

As tintas PantherCure são patenteadas e curam por meio de uma combinação de luzes de lâmpadas de mercúrio e LED. Segundo a empresa, trata-se de uma tecnologia que oferece benefícios. Entre eles, cura mais consistente, menor consumo de energia, maior vida útil mais das fontes de cura e exposição de calor limitada ao substrato, o que permite imprimir emsubstratos sensíveis ao calor.

As tintas PantherCure oferecem resistência a luz, produtos químicos, água e arranhões, o que a torna indicada para etiquetas utilizadas nos mercados de bebidas, saúde, beleza, química industrial e produtos químicos domésticos e industriais. Além disso, oferecem acabamento tátil, com aparência 3D e brilho uniforme.

Filip Weymans, vice-presidente global de marketing da Xeikon, declarou: “Nosso objetivo é apresentar o portfólio mais abrangente de impressoras de etiquetas digitais da indústria. Além de oferecer serviços que ajudem nossos clientes a determinar qual a melhor solução para seus negócios. Nossa oferta também inclui fluxos de trabalho e acabamento, pois eles são cruciais para permitir um processo de produção totalmente integrada, no espírito da Indústria 4.0”.

O modelo de 5 cores da Xeikon PX3000 estará disponível a partir de março de 2018.

Fonte: Xeikon