Durst comercializará linha de impressoras Tau no Brasil

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 31/05/2016
Modelo Tau 330 é o carro-chefe da linha

Modelo Tau 330 é o carro-chefe da linha

A filial brasileira da Durst, fabricante europeia de impressoras digitais, anunciou que a partir de junho de 2016 passará a englobar as ações comerciais diretas que envolvem a linha Tau. Anteriormente, as operações estavam a cargo de uma empresa parceira.

Da linha, o destaque fica por conta da Tau 330, impressora inkjet para rótulos e etiquetas que trabalha com resoluções de até 720 x 1.260 dpi, mídias com até 330mm e tecnologia de ponto variável. A máquina pode ser equipada com até sete cores (CMYK, laranja, violeta e branco). Por ter alta opacidade, a tinta branca garante cobertura total em apenas uma passada, o que reduz o consumo de tinta e, por conseguinte, o custo de produção. 

Outro fator importante das mudanças na comercialização da linha Tau no Brasil refere-se à política de garantia e de peças de reposição. A Durst Brasil oferece 12 meses de garantia para os equipamentos.

Ricardo Pi, diretor geral da Durst Brasil, declarou: “Além disso, mantemos um estoque de peças no Brasil, o que evita problemas com prazos e burocracia para importação em caso de paradas técnicas”.

Drupa 2016

A Durst anunciou o lançamento da Tau 330E durante a Drupa 2016, feira que ocorre na Alemanha entre os dias 31 de maio e 10 de junho. Trata-se de uma impressora que incorpora tecnologia de tinta pigmentada e oferece alta produtividade na produção de rótulos e etiquetas. Indicado para pequenas e médias empresas, o equipamento pode trabalhar com até cinco cores (CMYK e branco) e roda na velocidade de 48 metros lineares por minuto.

Ricardo Pi fez também a seguinte afirmação: “Enxergamos um grande potencial para o mercado de rótulos e etiquetas produzidos com impressão inkjet digital UV no Brasil. A tecnologia inkjet UV traz diferenciais competitivos importantes diante de seus concorrentes que usam toner e tintas, como, por exemplo, maior produtividade e, devido à sua velocidade, custo operacional menor”.

Fonte: Durst Brasil



Justin Pate volta ao Brasil em 2013

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 03/03/2013

Justin Pate vem para o país em julho

Justin Pate vem para o país em julho

No mês de julho, o Brasil irá receber Justin Pate. Considerado um dos melhores envelopadores do mundo, o profissional vai participar da terceira edição do Cambea (Campeonato Brasileiro de Envelopamento Automotivo). Na ocasião, Pate ministrará dois cursos (com datas e valores a definir).

Durante o Cambea, também ocorre a modalidade Fast, na qual os envelopadores competem para ver quem consegue adesivar um capô mais rapidamente, sem deixar de lado a qualidade do trabalho. Para isso, os participantes utilizam o material com sistema Air Flow, que auxilia no reposicionamento sem deixar bolhas de ar.

Abaixo, assista a um vídeo de Justin Pate em ação:

Fonte: Alko



Xaar passa a atuar na área de impressão 3D

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 19/12/2016
Fabricante montou novo centro de pesquisa e equipe dedicada aos negócios de impressão 3D

Fabricante montou novo centro de pesquisa e equipe dedicada aos negócios de impressão 3D

A Xaar, fabricante de cabeças inkjet, anunciou o centro Xaar 3D, com base em Nottingham, Reino Unido. Trata-se de uma nova instalação, que será inaugurada em janeiro de 2017 e fornecerá equipamentos de impressão 3D. A equipe dedicada ao segmento será liderada pelo professor Neil Hopkinson.

Hopkinson, que inventou a tecnologia High Speed Sintering (HSS), juntou-se a Xaar em março de 2016 para desenvolver os negócios de impressão 3D da empresa. A HSS emprega cabeças inkjet e aquecedores infravermelhos na fabricação, em altas velocidades, de produtos de materiais com base de pó de polímero. Segundo a Xaar, é uma tecnologia indicada para empresas que procuram usar impressão 3D.

Desde que se juntou à Xaar, Hopkinson tem montado sua equipe, contratando gerentes de projeto. O time de Nottingham se concentrará no desenvolvimento de materiais e aplicações. Além disso, um grupo de engenheiros que trabalham em Copenhague, na Dinamarca, fornecerá informações sobre desenvolvimento de projetos e processos, para ajudar a Xaar a comercializar equipamentos com tecnologia HSS.

Doug Edwards, CEO da Xaar, declarou: “A impressão 3D é parte importante dos nossos planos para aumentar as vendas da empresa para 220 milhões de livras até 2020. Nossos investimentos nas equipes de Nottingham e Copenhague expandirão significativamente nossa capacidade neste setor, permitindo-nos alcançar nossos planos de crescimento”.

Fonte: Xaar