Durst Brasil investe em centro de reparos

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 08/12/2015
Repair Center no Brasil é único fora da sede da Durst, na Itália

Repair Center no Brasil é único fora da sede da Durst, na Itália

A filial brasileira da Durst, fabricante de impressoras digitais, criou um centro de reparos de equipamentos para o segmento cerâmico. Com operação em Campinas, trata-se do único centro de manutenção fora da sede da Durst, na Itália. O principal objetivo do serviço é poder restaurar localmente os módulos de impressão das máquinas avariadas, o que representa economia significativa para os clientes.

Guilherme Poggianelli, gerente nacional de serviços da Durst Brasil, declarou: "Anteriormente, era necessário enviar as cabeças para a Itália, para que fossem reparadas. Isso gerava um custo muito alto, uma vez que estamos falando de um processo de exportação para reparo e importação do mesmo item, sem mencionar os custos envolvidos nos prazo. Com o Repair Center, além de o trabalho ser realizado localmente, com peça nacionalizada e mão de obra local, também há a agilidade. Isso representa menos tempo de máquina parada, e, por consequência, menor comprometimento da produtividade dos clientes. Dependendo de onde o cliente está localizado, em dois ou três dias ele tem o módulo de impressão recuperado".

Os problemas nas cabeças de impressão podem ser de caráter obstrutivo (nozzles) ou eletrônico (placas). Cerca de 10% dos módulos recebidos pelo centro de reparos voltam a trabalhar normalmente após a limpeza.

Uma vez detectado o problema, envia-se o orçamento para o cliente. Em seguida, o módulo segue para reparo, troca de peça ou componente. Depois, o módulo é testado e segue para os processos de alinhamento. Posteriormente, ele é testado novamente, realinhado e devolvido ao cliente com os devidos testes impressos.

Atualmente, o Brasil é o terceiro mercado mundial para Durst no segmento de impressão digital em cerâmica. Para sustentar esse posto, a empresa reestruturou sua atuação, mantendo equipes de venda e suporte em mercados estratégicos nas regiões de Santa Catarina e Rio Claro (ambos grandes polos cerâmicos no Brasil), além do escritório central em Campinas e da equipe comercial em São Paulo.

Fonte: Durst Brasil



Case: Impressão látex personaliza sala de tomografia infantil

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 24/07/2018
Projeto foi pensado para melhorar a experiência de crianças

Projeto foi pensado para melhorar a experiência de crianças

A HP e a GE Healthcare, fabricante de equipamentos hospitalares, uniram-se para um fim nobre: melhorar a experiência de crianças no hospital Danat Al Emarat, em Abu Dhabi, nos Emirados árabes. Para tanto, A HP usou suas tecnologias de impressão látex e transformou uma sala de tomografia computadorizada em uma colorida zona de conforto. O ambiente foi decorado com tema subaquático para diminuir o estresse típico de um local de testes críticos.

O Danat Al Emarat atende residentes dos Emirados Árabes Unidos desde 2015 e oferece serviços de diagnóstico, atendimento e tratamento infantil. Além disso, o hospital é um centro de referência para gestações de alto risco.

Mariano Gonzalez, diretor executivo do hospital, não poupou elogios: “Este projeto fenomenal nos permite oferecer uma experiência holística e calorosa. A transformação visual da sala de tomografia computadorizada deixa nossos pacientes à vontade. Estamos entusiasmados por sermos um dos primeiros hospitais nos Emirados Árabes Unidos a oferecer uma sala de tomografia tão incrível. Estamos realmente satisfeitos pela parceria com a HP”.

Impressão digital látex mostra todo seu potencial de transformar ambientes

Ecologicamente correta, a tecnologia látex da HP utiliza tintas à base d’água, que produzem impressões inodoras e resistentes ao fogo, tornando-as adequadas para ambientes como hospitais e hotéis.

“Pacientes, especialmente crianças, temem visitar hospitais e enfrentar máquinas assustadoras em análises médicas. Então, queríamos transformar essa experiência. Para tanto, reconfiguramos o visual frio e perturbador para algo divertido, colorido e reconfortante. A tecnologia de impressão látex da HP é totalmente inodora, ecológica e adequada para uso em ambientes hospitalares. Fazer parte deste projeto é um grande privilégio para a HP, e temos o prazer de usar nossas tecnologias para tornar um hospital mais amigável”, completa Ernest Azzam, gerente regional de impressão em grandes formatos da HP.

Assista ao vídeo (em inglês) que mostra como as tintas látex melhoraram o ambiente hospitalar:

Fonte: HP



Cobertura Fespa Brasil 2015 – Parte 4: Visitação, congressos e campeonato de envelopamento

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 31/03/2015

Edição 2015 da Fespa Brasil registrou a visitação de 14236 profissionais

Edição 2015 da Fespa Brasil registrou a visitação de 14236 profissionais

A segunda edição da Fespa Brasil, que ocorreu entre os dias 18 e 21 de março de 2015, no Expo Center Norte, em São Paulo, provou que a feira veio mesmo para ficar e já tem data marcada para 2016, quando acontecerá de 6 a 9 de abril.

Segundo as organizadoras do evento (APS e Fespa), a edição 2015 da Fespa Brasil registrou 439 marcas e 14236 visitantes únicos (aumento de 8% em comparação com a edição anterior, de 2013). Além disso, a exposição teve crescimento de 8% de área e 12% no número de expositores.

Leia também as demais partes desta cobertura:

Alexandre Keese, diretor da APS, declarou: "O balanço é o mais positivo possível. Recebemos impressores vindos de todos os lugares do país. São empresários buscando novos investimentos, tecnologias e oportunidades de negócio".

Já Lascelle Barrow, presidente da Fespa, declarou: "A feira foi fantástica. É absolutamente incrível o número de pessoas que vieram este ano. Em todos os dias, esteve lotada. As pessoas passam o dia todo na feira. É uma grande oportunidade ter a Fespa no Brasil. Os expositores ficaram extremamente felizes, e isto é muito bom".

Além de expansão nos segmentos de comunicação visual e impressão digital, a organização do evento promete para 2016 mais uma novidade. Trata-se da Brasil Label, iniciativa voltada para profissionais de impressão de rótulos. A feira está confirmada para ocorrer na mesma data e espaço da Fespa Brasil.

Campeonato de envelopamento de carros

Além de inúmeros equipamentos e produtos nos diversos estandes de fornecedoras do mercado, o visitante pôde conferir (e participar) da segunda edição do Wrap Cup Masters Series Brasil, competição de envelopamento de veículos cujo vencedor garante vaga para participar da edição internacional da disputa, que acontece em maio, na Alemanha, durante a Fespa 2015.

Dessa vez, Eduardo Chardosim Stabel, de Porto Alegre (RS), sagrou-se campeão. Em segundo lugar, ficou Marcos Araújo Pereira, de Diadema (SP).

Eduardo Chardosim Stabel (esquerda) recebeu o prêmio das mãos de Alexandre Keese, diretor da APS

Eduardo Chardosim Stabel (esquerda) recebeu o prêmio das mãos de Alexandre Keese, diretor da APS

Stabel, que havia participado do campeonato em 2013, declarou: "O dia a dia conta muito, pois trabalho com isso há muitos anos e sei que é a experiência rotineira o principal treinamento. Vou me preparar muito para o mundial, seguir trabalhando forte e ficar atento às novidades do mercado para conseguir sempre os melhores resultados".

Adriano Medeiros, da PixelDots, reforçou: "Ficamos impressionados com a categoria avançada dos 12 competidores. Todos demonstraram excelente preparo, cada um com seu método, e a vitória do Eduardo não foi uma surpresa, pois ele também tem um nível altíssimo. Já estamos preparando as novidades para os competidores de 2016".

Disputa acirrada: Wrap Cup reuniu 12 envelopadores de alto nível técnico

Disputa acirrada: Wrap Cup reuniu 12 envelopadores de alto nível técnico

Congressos

Além de promover a exposição, a Fespa e a APS organizaram eventos grátis como o Congresso Internacional de Impressão Digital e o Digital Textile Conference, realizado pela primeira vez no Brasil. Ambos correram paralelamente à Fespa Brasil 2015 e somaram aproximadamente 500 participantes.

Dentro do Congresso Internacional de Impressão Digital, foi promovido o primeiro Debate de Estratégias de Mercado da Comunicação Visual no Brasil. Mediado por Luciana Andrade, especialista no segmento, cinco empresários de diferentes cidades brasileiras (Fortaleza, Curitiba, São Paulo, Porto Alegre e Cuiabá) apresentaram experiências, impressões, métodos e técnicas aos participantes. Foram abordados temas como nichos de mercado, evolução empresarial, impacto da economia, entre outros. O público tirou dúvidas e transmitiu suas aspirações.

Visitante participou de palestras gratuitas promovidas em congresso dentro da Fespa Brasil 2015

Visitante participou de palestras gratuitas promovidas em congresso dentro da Fespa Brasil 2015

A novidade na Fespa Brasil 2015 foi o Digital Textile Conference. A iniciativa destacou a impressão digital têxtil. Durante o evento, empresários e especialistas no ramo falaram sobre técnicas, processos e outros pontos. Os representantes da APS e da Fespa destacaram a importância de reverter lucros em educação para o mercado, além da preocupação em gerar demanda de impressão.

Ricardo Pi, palestrante do Digital Textile Conference, declarou: "No congresso, pudemos compartilhar algo que já vem acontecendo com força na Europa e nos Estados Unidos: o uso do tecido para comunicação visual em grandes formatos. Comparamos a diferença em termos de custos e benefícios. Demonstramos esta possibilidade aos participantes".

Fonte: Fespa Brasil