Durst Brasil cresce em 2016 e amplia estrutura no país

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 22/11/2016
A Durst Brasil divulgou informações sobre seu desempenho 2016

A Durst Brasil divulgou informações sobre seu desempenho 2016

A filial brasileira da Durst, fabricante de impressoras digitais, anunciou que suas vendas em 2016 cresceram 30% e que teve uma ampliação expressiva no segmento cerâmico ao comercializar quatro novas máquinas industriais de grande porte para empresas do ramo. E no segmento de comunicação visual, a fornecedora realizou novos negócios com clientes já consolidados.

O crescimento comercial veio atrelado à ampliação da estrutura da empresa no país, que atualmente conta com novos colaboradores e com o Centro de Reparos de Módulos de Impressão, o único do mundo em operação fora da Itália, onde localiza-se a matriz da companhia.

Em 2016, a empresa também ampliou a oferta de equipamentos, reforçando sua participação nos segmentos de comunicação visual, cerâmica, etiquetas, vidros e tecidos. Entre os lançamentos do ano, estiveram equipamentos das séries Rhotex (para impressão direta em tecidos), Vetrocer (para vidros) e Tau (para rótulos). Além disso, a empresa trouxe para o Brasil impressoras com a recém-desenvolvida tecnologia Durst Water Technology, que emprega tintas à base d’água.

Ricardo Pi, diretor geral da Durst Brasil, declarou: “Grande parte de nosso crescimento deveu-se à mudança de postura do mercado brasileiro, que está notando a necessidade de investir para manter a competitividade. De nosso lado, investimos para nos posicionarmos de modo mais próximo de nossos clientes locais, principalmente através da otimização dos serviços. Planejamentos manter o mesmo ritmo para 2017 e estamos trabalhando com uma projeção de crescimento de 30% para o ano que vem, por meio de novas máquinas e, também, novos serviços”.

Fonte: Durst Brasil



Cobertura Fespa Brasil 2013 – Parte 4: visitação, congresso e campeonato de envelopamento

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 25/03/2013

13.184 visitantes únicos estiveram na Fespa Brasil 2013

13.184 visitantes únicos estiveram na Fespa Brasil 2013

Entre os dias 13 e 16 de março, ocorreu em São Paulo a Fespa Brasil 2013. Durante este período, foram apresentados lançamentos e produtos de fabricantes e fornecedores especializados em comunicação visual e impressão digital.

Estreando no país, o evento obteve números surpreendentes. Ao todo, a feira contou com 13.184 visitantes únicos (pessoas diferentes) que puderam conferir 231 marcas em 112 estandes. Estima-se que nos quatro dias de evento, as marcas tenham fechado negócios que, somados, chegam aos 120 milhões de reais.

Leia também as demais partes dessa cobertura:
1ª: impressoras (grande formato)
2ª: routers, máquinas a laser e mesas de corte
3ª: sublimação, tintas, substratos e softwares
 

Sucesso no Brasil

Realizada pela primeira vez em solo brasileiro, a Fespa foi além das expectativas dos expositores, que se impressionaram com os resultados do evento. Com isso, muitos já aguardam ansiosos pela próxima feira, prevista para março de 2015.

"A edição brasileira foi um dos mais impressionantes lançamentos que a Fespa já realizou. Estou muito animado com o futuro do evento", declarou Neil Felton, diretor de feiras da Fespa internacional.

Corredores e estandes estiverem sempre cheios durante os quatro dias de evento

Corredores e estandes estiveram sempre cheios durante os quatro dias de evento

Wrap Cup: campeonato de envelopamento de carros

Durante a feira, também ocorreu o Wrap Cup, campeonato de envelopamento que teve como vencedor o aplicador Jefferson Pimenta. Com o feito, ele ganhou o direito de disputar a competição mundial, na Fespa de Londres, que será em junho. Da competição, participaram envelopadores de várias partes do país, além de um competidor da Suíça.

O Wrap Cup teve início na quarta-feira (13) e foi encerrado na sexta-feira (15), nomeando os três finalistas: Jefferson Pimenta, Eduardo Satbel e Wagner Saragoz, nesta ordem.

Disputa acirrada: envelopadores competiram por uma vaga em campeonato internacional

Disputa acirrada: envelopadores competiram por uma vaga na edição londrina do Wrap Cup

"Estava muito ansioso, pensando se fiz um bom trabalho", comentou Pimenta ao saber do resultado. Seu foco agora é a competição internacional. "Vou treinar, pesquisar como é a aplicação lá fora e os materiais utilizados. Vou mostrar meu trabalho para ter a honra e o prazer de trazer o título para o Brasil", comentou.

Adriano Medeiros, organizador e um dos juízes da competição, também comemorou o sucesso do evento: "Para mim, foi fundamental a internacionalização dos nossos profissionais. A Fespa contribui muito pra isso, marcando presença no Brasil. Destaco também as regras e juízes do evento, que fizeram com que tivéssemos um show seguro, introduzindo o uso de EPIs".

Tendo a 3M, a Fotolia, a Imidia e a PixelDots como patrocinadoras, foi a primeira edição realizada no Brasil.

Jefferson Pimenta (de camiseta vermelha) foi o primeiro vencedor do Wrap Cup no Brasil

Jefferson Pimenta (de camiseta vermelha) foi o primeiro vencedor do Wrap Cup no Brasil

Congresso Internacional

Outra grande atração da feira, o congresso, realizado durante os quatro dias do evento, reuniu profissionais renomados de diversas áreas do setor.

No auditório, os participantes puderam conferir uma série de dicas e ensinamentos sobre Photoshop, fotografia, manipulação de imagens, produtividade, lucratividade, empreendedorismo, qualidade de imagens, estamparia digital, economia de substratos, impressão UV, entre outros temas.

Congresso gratuito teve programação bem diversificada

Congresso gratuito teve programação bem diversificada

"Durante a palestra, foi possível perceber que a Fespa Brasil reuniu um público muito direcionado, tomador de decisão. Essa qualidade de público é fundamental", pontuou Ricardo Pi Martin Vieira, gerente comercial da Océ que ministrou a palestra "Desafios da Era UV".

Fonte: Fespa Brasil



Akad lança plotter de recorte Novacut PSR1660CS

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 14/04/2016
Novacut PSR1660CS pode aumentar a produtividade ao diminuir a necessidade de recortes panelizados

Novacut PSR1660CS pode aumentar a produtividade ao diminuir a necessidade de recortes panelizados

A Akad, fornecedora nacional de equipamentos para sinalização, anunciou o lançamento da Novacut PSR1660CS, plotter de recorte com largura de 1.660mm. O equipamento é indicado para empresas de sinalização, tuning, comunicação visual, serigrafia, tecidos, vidros e brindes promocionais, que produzem serviços de recorte em vinis adesivos, filmes rubi e âmbar, flock térmico, sand blast, entre outros materiais.

Segundo a empresa, a máquina é equipada com sistema de corte de contorno e sensor óptico, o qual detecta automaticamente marcas de registro em imagens impressas e faz o alinhamento dos contornos de corte com base nessas marcas.

A plotter pode trabalhar com até 750 gramas para cortar materiais mais rígidos, como vinil refletivo de grau técnico indicado para sinalização viária. A máquina também pode operar na velocidade de corte de até 960mm/s.

A Novacut PSR1660CS conta ainda com motor servo digital, que oferece velocidade e precisão de corte. Além disso, possui fácil manuseio devido ao painel de funções e display LCD.

Fonte: Akad