DuPont apresenta nova tinta digital para sublimação

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 04/10/2016
Artistri Xite S1500 é indicada para impressão de tecidos de poliéster

Artistri Xite S1500 é indicada para impressão de tecidos de poliéster

A DuPont, desenvolvedora de materiais para impressão, anunciou no mercado internacional a Artistri Xite S1500, tinta sublimática digital indicada para estampar tecidos de poliéster usados em vestuário, sinalização e comunicação visual comercial. O insumo está disponível tanto para fornecedores de impressoras quanto para gráficas e birôs digitais.

Desenvolvida para trabalhar com papéis revestidos para sublimação, a Artistri Xite S1500 é a adição mais recente ao portfólio de tintas digitais da DuPont, que anunciou no início de 2016 um programa para oferecer um número maior de soluções para mais clientes. A empresa, que tem 25 anos de experiência na produção de tintas digitais, afirma que seus produtos oferecem “cores mais brilhantes, ciclos de produção mais curtos e maior rendimento na produção”.

Eric Beyeler, gerente de marketing da divisão de tintas digitais da DuPont, declarou: “Estamos muito animados com a Artistri Xite S1500. Esta tinta oferece o que nossos clientes esperam de nós: saturação de cor excepcional, eficiência de impressão e inovação. Trata-se de um novo passo para continuar a construir nosso portfólio e atender às necessidades crescentes do mercado de impressão digital têxtil”.

Fonte: Fespa



Fujifilm e Inca lançam impressora digital Onset S50i

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 21/11/2013

Impressora digital Inca Onset S50i chega ao mercado estrangeiro

Impressora digital Inca Onset S50i chega ao mercado estrangeiro

Desenvolvida pela Inca e vendida pela Fujifilm, a nova Onset S50i acaba de chegar ao mercado internacional. Indicada para birôs que imprimem grandes volumes, a máquina tem sistema flatbed (plano) e cura UV.

Trabalhando na velocidade máxima de 725m2/h (144 peças completas por hora), o equipamento imprime substratos rígidos e flexíveis de até 3,14m x 1,6m e 50mm de espessura, além de produzir peças com acabamento acetinado ou brilhante.

A Onset S50i usa tintas Fujifilm Uvijet (OB ou OZ) e incorpora 224 cabeças Fujifilm Dimatix (56 por cor). Também conta com as seguintes tecnologias:

  • mesa com 15 zonas de vácuo, para setup rápido de mídias;
  • sensor que monitora com precisão a condição da impressora;
  • detectores de altura do substrato;
  • software de controle de dados variáveis;
  • software ReporterPro, que fornece informações sobre a produtividade da impressora.

Segundo a Inca, a Onset S50i foi desenvolvida com a Scaleable Architecture, tecnologia que permite modular a impressora. Por exemplo, a máquina pode vir com a paleta CMYKLmLc ou pode vir com oito cores (duplo CMYK ou branco), dependendo das necessidades do usuário.

Fonte: Adcomms



Brasileiro fica em segundo lugar em concurso internacional promovido pela Roland DG

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 04/11/2015
Competição reuniu no Japão os melhores profissionais de todas as assistências técnicas autorizadas da Roland no mundo

Competição reuniu no Japão os melhores profissionais de todas as assistências técnicas autorizadas da Roland no mundo

Entre os dias 20 e 22 outubro, na sede japonesa da Roland DG Corporation, em Hamamatsu, técnicos do mundo inteiro participaram da final do Global SE Award 2015, competição de engenheiros de serviço responsáveis pela reparação e manutenção de equipamentos da fabricante nipônica. O campeão foi Terry Carpenter, dos Estados Unidos. Em segundo lugar ficou o brasileiro Alexandre Geraldi. O posto de terceiro lugar foi ocupado por Peter De Bont, da Bélgica.

O Global SE Awards foi criado em 2008 entre as assistências técnicas japonesas. Em 2013, foi expandido para todas as subsidiárias Roland DG. No processo, são selecionados técnicos de serviços para concorrer ao título mundial, no Japão, onde os profissionais têm de colocar em prática habilidades e conhecimentos sobre equipamentos da marca.

Realizadas entre fevereiro e agosto de 2015, as etapas regionais tiveram a participação de 449 técnicos de 50 países, dentre os quais 21 profissionais foram selecionados. A etapa final foi composta por três desafios: substituição de cabeças de impressão, reparação de máquinas quebradas e exame escrito.

Alexandre Geraldi recebe troféu de executivo da Roland DG, no Japão
Alexandre Geraldi recebe troféu de executivo da Roland DG, no Japão

Somente concorreram ao Global SE Award profissionais que possuem certificação técnica da Roland DG. Para se tornar um certificado, é necessário passar por treinamento específico, que inclui exames práticos e escritos.

A Roland DG também está desenvolvendo um sistema on-line, para que as assistências técnicas autorizadas troquem informações, ajudando assim umas as outras. Futuramente, a empresa pretende unificar o sistema com o Global SE Award, para criar um banco de informações único.

Takaaki Koshita, gerente geral de serviços técnicos Roland DG Japão, declarou: “Com a promoção das etapas nacionais, buscamos desafiar os conhecimentos e as habilidades técnicas de cada profissional, que foram conquistadas com seu trabalho diário, e incentivá-los a compartilhá-las com seus colegas. Atendimento ao cliente e suporte são cada vez mais importantes, tanto para diferenciar a marca no mercado quanto para gerar confiança em seus produtos. Por isso, a missão da Roland DG é fornecer serviços de manutenção padronizados em todo o mundo”.

Fonte: Roland DG Brasil