DGI lança três impressoras têxteis digitais

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 08/05/2017
Fabricante coreana disponibilizou as impressoras FT-1608, FT-1908 e FT-3204X

Fabricante coreana disponibilizou as impressoras FT-1608, FT-1908 e FT-3204X

A DGI, fabricante coreana de impressoras digitais, anunciou no mercado internacional três novos equipamentos para estamparia têxtil (FT-1608, FT-1908 e FT-3204X), para produção de vestuário e peças de sinalização e decoração.

Sublimáticas, a FT-1608 e FT-1908 empregam cabeças Panasonic de 720dpi e podem produzir 100 metros em duas horas e meia, o que, segundo a empresa, é duas a três vezes mais rápido do que a geração anterior de impressoras com cabeças Epson. Além disso, as máquinas incluem tanque de tinta de 6 litros e um sistema de take-up (opcional) para carregar rolos de até 400m.

Com 3,2m de largura, a FT-3204X é um equipamento híbrido que imprime tanto no tecido quanto no papel de transferência. A máquina pode integrar um sistema opcional de dois rolos para imprimir duas bobinas de 64 polegadas ao mesmo tempo.

Alex Moon, gerente de marketing da DGI, declarou: “Impressoras têxteis digitais estão ficando mais populares. Porém, a produtividade destas máquinas, até agora, tem sido muito baixa, e a qualidade da saída não é estável. O principal objetivo da DGI é desenvolver e fabricar uma produção estável e rápida para as empresas de impressão em tecidos”.

Fonte: DGI



Roland DG doa equipamento para projeto Fab Lab Brasil

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 09/12/2015
Laboratório brasileiro da rede Fab Lab recebeu uma modeladora da Roland DG Brasil

Laboratório brasileiro da rede Fab Lab recebeu uma modeladora da Roland DG Brasil

A Fab Lab é uma rede mundial de laboratórios de fabricação digital compostos por máquinas, softwares e ferramentas eletrônicas. Com o objetivo de democratizar tecnologias e incentivar o conhecimento aberto, cada unidade atua localmente para dar contribuições a diversos mercados internacionais. Criada há onze anos no IMT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts), a rede atualmente possui 800 laboratórios ao redor do mundo.

No Brasil desde 2013, a Fab Lab vem ganhando força e recebeu recentemente uma doação da Roland DG, que tem uma parceria mundial com a rede desde o início do projeto.

Heloísa Neves, do Fab Lab, declarou: “As vantagens dos equipamentos Roland são diversas, principalmente porque são máquinas simples, de fácil manuseio e não dão problemas com manutenção. Fatores muito importantes, pois quando você coloca a tecnologia na mão de uma pessoa que está aprendendo, o equipamento precisa funcionar bem, para que a pessoa não fique frustrada”.

Para reafirmar a parceria, a Roland DG Brasil doou uma unidade da iModela, modeladora 3D compacta de fácil operação, que se encaixa facilmente em qualquer espaço de trabalho. O equipamento foi desenvolvido para explorar ao máximo a criatividade de quem opera.

De acordo com Willians Lotti, gerente de produto da Roland DG, essa doação é só o início: “Nosso objetivo é ampliar cada vez mais a parceria e mostrar para o mercado todos os benefícios de ter um equipamento Roland DG”.

Fonte: Roland DG Brasil



Shows do Kraftwerk contarão com recursos de sinalização digital 3D

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 16/01/2013

Pais do electropop, os integrantes da banda alemã Kraftwerk vão contar com recursos visuais tridimensionais em suas apresentações. A tecnologia escolhida para compor o aparato foi a Watchout 3D, da Dataton, especializada em soluções de sinalização digital.

Todas as apresentações de 2013 contarão com esse efeito. Em 2012, dois shows serviram como teste, um no Museu de Arte Moderna (de Nova York) e outro no festival sueco Way Out West.

Nas apresentações, a Watchout será responsável pelo gerenciamento do conteúdo 3D, que será projetado em um telão central de LED. A plateia deverá usar óculos 3D polarizados para visualizar o efeito.

Novas funcionalidades no Watchout vão permitir que o conteúdo seja manipulado em tempo real por meio de controladores externos, instrumentos musicais, consoles de iluminação, dispositivos móveis e sensores.

Kraftwerk inova mais um vez, ao usar recursos visuais tridimensionais em suas apresentações

Kraftwerk inova mais um vez, ao usar recursos visuais tridimensionais em suas apresentações

Fonte: OutPut Magazine. Texto: InfoSign