d.gen lança impressora têxtil com cabeças Xaar 1201

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 16/11/2017
Novo modelo de impressora da linha Papyrus foi apresentado na KoSign 2017

Novo modelo de impressora da linha Papyrus foi apresentado na KoSign 2017

A d.gen, fabricante coreana de impressoras digitais, apresentou para o mercado internacional o Papyrus 740K, equipamento para sublimação têxtil que emprega seis cabeças Xaar 1201.

Com conjunto de seis cores, a Papyrus 740K tem largura de 1880mm e pode trabalhar em velocidades de 80m2/h (com 1200dpi), 55m2/h (1800dpi) ou 40m2/h (2400dpi). Além disso, a máquina é equipada com painel táctil, alimentador de substratos com controle de tensão e secador incorporado (para evitar contaminações).

Kilhun Lee, CEO da d.gen, declarou: “Estamos muito satisfeitos em lançar a Papyrus 740K. Escolhemos a cabeça Xaar 1201 porque ela oferece grande flexibilidade. Pode imprimir até seis cores e é compatível com uma ampla gama de tintas. Além disso, oferece uma produtividade muito alta em comparação com outras cabeças do mercado”.

A Xaar 1201 foi lançada na feira Drupa 2016.

Fonte: Xaar



HP e Alltak unem-se a designers na criação de mobiliário personalizado

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 24/08/2018
Móveis serão expostos de 29 de agosto a 2 de setembro

Móveis serão expostos de 29 de agosto a 2 de setembro

Os designers Sergio e Jack Fahrer estão com uma nova coleção de móveis personalizados. É a Op+Memphis, que será exposta na Semana do DW-Design Weekend, de 29 de agosto a 2 de setembro, na Rua Wizard 157, São Paulo (SP).

A coleção é composta por 29 peças (poltronas, cadeiras, mesas, bancos, credenzas, luminárias e objetos) decoradas com motivos e imagens inspiradas nos movimentos Op Art e Memphis.

Para ajudar a concretizar os designs dos irmãos Fahrer, a Alltak, fabricante de películas adesivas, desenvolveu o novo Fusion, filme de alta performance exclusivo para decoração de mobiliário.

As películas receberam imagens impressas com equipamentos e tintas látex da HP, cujas características elásticas são recomendadas a mídias que serão moldadas a superfícies mais complexas.

A Acritec foi a responsável pela fabricação das estruturas das peças. A empresa usou um polímero moldável, que tem a facilidade de adquirir formas, pela sua leveza e alta resistência.

Op Art e Memphis

A Op Art, que atingiu seu auge na década de 60, e a Memphis, nascida na década de 80 em Milão, romperam com as estruturas, cores e linhas do design de suas épocas. As duas inspiraram os irmãos Sergio e Jack Fahrer a criar a coleção Op+Memphis.

A ideia da coleção é apresentar formas, peças e imagens que vão além dos padrões atuais da indústria. “O pressuposto de seguir somente o estilo daquilo que está em voga, de seguir tendência... Acho que precisamos mais do que isso, neste momento do mundo”, comenta Sergio.

A Memphis, como ficou conhecido o grupo liderado por Ettore Sottsass, começou na década de 80 e contrapunha-se ao movimento moderno, que priorizava a funcionalidade em detrimento da simbologia e da estética do objeto. A Op Art é a representação do movimento da imagem por meio de elementos gráficos, e simboliza um mundo que se modifica a cada instante.

Fonte: HP Brasil



Mercado global de impressão digital têxtil pode crescer até 34% até 2019

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 07/09/2015
Informações constam do estudo Digital Textile Forecast 2014-2019, realizado pela InfoTrends

Informações constam do estudo Digital Textile Forecast 2014-2019, realizado pela InfoTrends

A InfoTrends, empresa de consultoria para a indústria de impressão, anunciou o Digital Textile Forecast 2014-2019. Trata-se de um estudo que mapeia o crescimento mundial da impressão digital têxtil empregada em segmentos industriais e de vestuário e decoração.

As informações do estudo tiveram como base uma série de entrevistas com fabricantes e fornecedores internacionais de máquinas, tintas e tecidos.

Avaliado em 7,5 bilhões de dólares, o mercado global de impressão digital têxtil passará por um grande crescimento, de aproximadamente 34% até 2019. A Europa continua com a maior fatia do mercado, devido às fortes indústrias transformadoras regionais, ao passo que a região asiática do Pacífico tem ganhado força por estar assimilando novas tecnologias de impressão digital.

O estudo da InfoTrends também mostra a tendência do mercado em substituir produções em massa por serviços personalizados, uma característica marcante da impressão digital, que oferece outros benefícios, como produção just in time e redução de mão de obra.

A InfoTrends também descobriu que um dos principais impulsionadores do crescimento da impressão digital têxtil é o fato de ela ser mais sustentável e amigável do ambiente. Tanto fornecedores quanto clientes estão ficando mais sensíveis aos impactos dos produtos consumidos sobre o ambiente.

Fonte: InfoTrends