d.gen lança impressora têxtil com cabeças Xaar 1201

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 16/11/2017
Novo modelo de impressora da linha Papyrus foi apresentado na KoSign 2017

Novo modelo de impressora da linha Papyrus foi apresentado na KoSign 2017

A d.gen, fabricante coreana de impressoras digitais, apresentou para o mercado internacional o Papyrus 740K, equipamento para sublimação têxtil que emprega seis cabeças Xaar 1201.

Com conjunto de seis cores, a Papyrus 740K tem largura de 1880mm e pode trabalhar em velocidades de 80m2/h (com 1200dpi), 55m2/h (1800dpi) ou 40m2/h (2400dpi). Além disso, a máquina é equipada com painel táctil, alimentador de substratos com controle de tensão e secador incorporado (para evitar contaminações).

Kilhun Lee, CEO da d.gen, declarou: “Estamos muito satisfeitos em lançar a Papyrus 740K. Escolhemos a cabeça Xaar 1201 porque ela oferece grande flexibilidade. Pode imprimir até seis cores e é compatível com uma ampla gama de tintas. Além disso, oferece uma produtividade muito alta em comparação com outras cabeças do mercado”.

A Xaar 1201 foi lançada na feira Drupa 2016.

Fonte: Xaar



Nova série de mesas de corte Zünd D3

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 07/06/2016
Mesas Zünd D3 incorporam novo sistema com dois cabeçotes de corte

Mesas Zünd D3 incorporam novo sistema com dois cabeçotes de corte

A fabricante Zünd anunciou no mercado internacional o lançamento da linha de mesas de corte Zünd D3. A grande inovação da série, composta por quatro diferentes modelos, é um novo sistema que emprega dois cabeçotes de corte. Segundo a empresa, dependendo das características dos trabalhos, é possível duplicar a capacidade produtiva da empresa com os equipamentos Zünd D3.

O responsável pela alta produtividade da Zünd D3 é o sistema com dois cabeçotes, que operam de forma independente e simultânea, e cada cabeçote pode ter até três módulos de ferramentas.

Baseado na linha Zünd G3, a tecnologia das mesas Zünd D3 possibilita trabalhos de personalização em massa. Para atender a diferentes necessidades produtivas, há quatro modelos de mesas de corte Zünd D3 com diferentes formatos, que vão do D3 L-3200 (com área de trabalho de 1.800mm x 3.200mm) ao D3 3XL-3200 (com área de 3.210mm x 3.200mm).

Desenvolvidas sob o conceito de design modular, a série Zünd D3 pode receber adaptações para atender diferentes demandas de corte. Novos módulos, ferramentas e dispositivos podem ser facilmente adicionados às mesas de corte.

O software de fluxo de trabalho Zünd Cut Center (ZCC) acompanha o sistema, desenvolvido para ambientes de produção industrial de alto volume.

Fonte: Zünd



MTEX lança tecnologia digital de produção de amostras têxteis

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 16/11/2015
Mini-Lab foi desenvolvido para produzir amostras de tecidos estampados digitalmente

Mini-Lab foi desenvolvido para produzir amostras de tecidos estampados digitalmente

Durante a ITMA 2015, feira internacional que ocorre entre os dias 12 e 19 de novembro, na Itália, a MTEX, fabricante de equipamentos para estamparia têxtil, apresentará em primeira mão o Mini-Lab, sistema de produção de amostras de tecidos. A tecnologia é composta por um conjunto de equipamentos (coater, vaporizador, lavadora e secadora) combinado com uma impressora digital (com tinta pigmentada, ácida ou reativa).

Segundo a empresa, o Mini-Lab funciona da seguinte forma: o coater reveste a superfície de tecidos (algodão, linho e seda), a fim de prepará-los para a impressão digital. Depois de revestido, o material passa através de dois rolos para que o excesso de líquido seja retirado.

O tecido é então introduzido na secadora, para que fique pronto para a impressão. Logo após receber as imagens, o material é inserido no vaporizador, que possui um gerador de vapor embutido usado para manter a umidade sob controle.

No processo seguinte, o tecido é lavado em tanque específico e, finalmente, o material segue para o secador. Todo o fluxo de trabalho leva entre 20 e 30 minutos, dependendo do tipo de corante e do tempo no vaporizador.

Eloi Ferreira, CEO da MTEX, declarou: “Este é um dos lançamentos de 2015 mais importantes para a indústria. Trata-se de um sistema de estamparia digital têxtil de fácil operação e baixo custo, para produzir amostras sem comprometer o fluxo de trabalho”.

Fonte: MTEX