Construções da Times Square lucram com instalações de painéis eletrônicos

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 27/12/2012

Painéis digitais

Painéis eletrônicos na Times Square

Painéis instalados na Times Square, em Nova York, estão gerando muitos lucros para os donos das construções localizadas na avenida. O edifício com a famosa bola que desce na noite de Réveillon é um dos mais disputados, lucrando aproximadamente 23 milhões de dólares por ano com as suas instalações de propaganda e sinalização digital.

A Dukin Brands Group investe mais de 3,6 milhões de dólares anualmente nos painéis do Dukin Donuts. Normalmente, eles apresentam imagens de pessoas que enviam suas fotos por meio da página da marca no Facebook. Já a Anheuser-Busch InBev, gasta mais ou menos o mesmo valor para mostrar garrafas da Budweiser, de acordo com um artigo publicado no site wsj.com.

Acredita-se que cerca de 495 milhões de dólares sejam investidos no local, levando em conta todas as propagandas colocadas nos prédios (incluindo as rendas da loja Walgreen). "Estamos muito felizes com isso", declarou Michael Phillips, diretor operacional da Jamestown Properties, empresa que comprou o One Times Square, em 1997, por 117 milhões de dólares.

Todo esse sucesso reflete o crescente valor da publicidade neste local icônico de Nova York. Por lá, passam mais de 100 milhões de pedestres por ano.

Fonte: Digital Signage Today. Texto: InfoSign



Senfa apresenta nova linha de tecidos para impressão digital

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 29/05/2017
Sublimis evita a migração da tinta digital

Sublimis evita a migração da tinta digital

A Senfa, divisão de substratos da francesa Chargeurs Group, anunciou no mercado internacional a Sublimis, linha de tecidos específicos para impressão digital e comunicação visual.

De acordo com a empresa, a impressão digital de mídias para aplicações backlit, apesar de suas vantagens como cores vivas e boa difusão de luz, causa problemas por causa da migração de tinta. Ou seja, após a impressão, a tinta tende a migrar para áreas onde não deveria. Os tecidos Sublimis foram desenvolvidos para evitar a migração de tinta.

A Sublimis está disponível em duas versões com 3,1m de largura: uma para impressão direta com tinta dispersa e outra para impressão transfer com tinta de corante. Furutamente, a linha expandida para incluir mídias com larguras de 5m.

Blaise Humphries, gerente da Senfa, declarou: “Independentemente da tecnologia de impressão digital empregada, nossos clientes poderão aproveitar todos os benefícios oferecidos pelos tecidos exclusivos da Senfa. Todos os nossos produtos são fabricados na França e atendem aos mais altos padrões”.

Fonte: Senfa



Coralis anuncia cursos de gerenciamento de cores para grandes formatos (2013)

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 18/12/2012

A agenda 2013 de treinamentos da Coralis, especializada em gerenciamento de cores, já está pronta. Entre os cursos, há dois montados com exclusividade para os profissionais de comunicação visual e impressão digital a jato de tinta:

Neste curso, entre os vários pontos abordados, estão: fundamentos de cor, calibração, caracterização, criação de perfis ICC e comparação entre as cores do impresso e do arquivo visto no monitor. As datas previstas para o curso são: 30 de janeiro, 21 de março e 18 de abril.

Novidade, esse treinamento dá ênfase ao processo digital de sublimação, abordando temas como: papéis para transferência, tecidos (poliéster e poliamida), variáveis de processo (tempo, temperatura e pressão — prensa e calandra), além das questões fundamentais para a implantação do gerenciamento de cores, como calibração, caracterização, conversão e consistência.

Ambos os cursos, realizados no Centro de Tecnologia Coralis, contam com aulas práticas e teóricas. Para mais informações, entre em contato com a empresa.

gerenciamento de cores

Prepare a sua agenda para os cursos de gerenciamento de cores