Construções da Times Square lucram com instalações de painéis eletrônicos

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 27/12/2012

Painéis digitais

Painéis eletrônicos na Times Square

Painéis instalados na Times Square, em Nova York, estão gerando muitos lucros para os donos das construções localizadas na avenida. O edifício com a famosa bola que desce na noite de Réveillon é um dos mais disputados, lucrando aproximadamente 23 milhões de dólares por ano com as suas instalações de propaganda e sinalização digital.

A Dukin Brands Group investe mais de 3,6 milhões de dólares anualmente nos painéis do Dukin Donuts. Normalmente, eles apresentam imagens de pessoas que enviam suas fotos por meio da página da marca no Facebook. Já a Anheuser-Busch InBev, gasta mais ou menos o mesmo valor para mostrar garrafas da Budweiser, de acordo com um artigo publicado no site wsj.com.

Acredita-se que cerca de 495 milhões de dólares sejam investidos no local, levando em conta todas as propagandas colocadas nos prédios (incluindo as rendas da loja Walgreen). "Estamos muito felizes com isso", declarou Michael Phillips, diretor operacional da Jamestown Properties, empresa que comprou o One Times Square, em 1997, por 117 milhões de dólares.

Todo esse sucesso reflete o crescente valor da publicidade neste local icônico de Nova York. Por lá, passam mais de 100 milhões de pedestres por ano.

Fonte: Digital Signage Today. Texto: InfoSign



Impressora Mutoh RJ-900X é lançada

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 11/01/2013

impressora mutoh RJ-900X

Nova impressora da Mutoh usa tinta à base d’água

A Mutoh, fabricante de impressoras digitais, anunciou, nos Estados Unidos, a nova RJ-900X, equipamento de impressão a jato de tinta baseado no antecessor Mutoh RJ-900, porém com recursos aprimorados.

Voltada para empresas de CAD e reprodução fotográfica, a impressora tem um metro de largura. Emprega tintas à base d’água e pigmentadas (no padrão CMYK) e cabeças de impressão piezoelétricas. Também conta com a tecnologia Intelligent Interweave (i²), que elimina os problemas de banding.

Outro recurso interessante é o ValueJet Status Monitor (VSM), um aplicativo de smartphone que monitora tudo o que o equipamento faz.

Em relação ao sistema rolo a rolo (de alimentação de substratos), a impressora Mutoh tem manuseio e controle de pressão do rolo melhorados. Além de conter uma cesta na saída.

Segundo a fabricante, em função do novo design, a máquina cabe facilmente em qualquer sala de impressão.

A RJ-900X será demonstrada, pela primeira vez, no estande da Mutoh na feira ISA Sign Expo (Las Vegas), que ocorre entre os dias 04 e 06 de abril. A impressora está disponível desde 07 janeiro, nos Estados Unidos.

Fontes: Mutoh e WhatTheyThink. Texto: InfoSign



Fujifilm lança tinta inkjet termo-moldável

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 01/04/2014

Tinta Uvijet KV foi desenvolvida para ser usada em impressoras Acuity Advance Select and Acuity Advance Select HS

Tinta Uvijet KV foi desenvolvida para ser usada em impressoras Acuity Advance Select e Acuity Advance Select HS

A Fujifilm, fabricante de impressoras digitais, anunciou o lançamento da Uvijet KV, tinta inkjet UV termo-moldável desenvolvida para rodar em impressoras flatbed das linhas Acuity Advance Select e Acuity Advance Select HS.

Segundo a empresa, a tinta pode ser impressa, por exemplo, sobre uma chapa de plástico (como o poliestireno e o PETG). Em seguida, a mídia pode ser moldada por calor.

Mike Battersby, gerente do departamento de tintas UV da Fujifilm, comentou: "O uso de tinta digital termo-moldável não está consolidado, mas há grandes oportunidades para os primeiros adeptos dela, pois eles podem começar a desenvolver novos mercados".

A Uvijet KV é extremamente flexível e pode aquecer ou esfriar sem rachar. Fabricada no Reino Unido, a tinta já está disponível na Europa e será apresentada nos estandes da empresa nas feiras Sign & Digital (Inglaterra) e Fespa Digital (Alemanha).

Fonte: Adcomms