Como são reproduzidas cópias oficiais das obras de Van Gogh

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 18/03/2019
Museu Van Gogh usa tecnologia de grande formato para imprimir quadros do pintor

Museu Van Gogh usa tecnologia de grande formato para imprimir quadros do pintor

Localizado em Amsterdã, na Holanda, o Museu Van Gogh abriga a maior coleção de obras do pintor homônimo. O visitante da exposição pode admirar uma coleção permanente de obras-primas de um dos pintores mais famosos e apreciados no mundo.

O museu abriga uma loja de lembranças onde é possível comprar objetos temáticos e itens colecionáveis. Entre ele, estão reproduções autenticadas (com certificado) e de alta definição das pinturas de Van Gogh.

Todas as imagens das obras-primas foram digitalizadas com scanners de alta resolução, que capturaram detalhes finos, texturas de pinceladas, protuberâncias de tinta e texturas das superfícies dos quadros. Por isso, as reproduções são quase idênticas aos originais.

Para estampar as imagens, o Museu Van Gogh utiliza uma Canon imagePrograf, capaz de produzir impressões de alta qualidade (na resolução de 2.400 x 1.200dpi) em papel ou canvas. A máquina emprega um conjunto de 12 tintas inkjet pigmentas, nas cores: preto fotográfico, preto fosco, ciano, magenta, amarelo, ciano fotográfico, magenta fotográfico, cinza, fotográfico cinza, vermelho, azul e otimizador cromático.

Para proteger reproduções de obras de arte, recomenda-se usar um vidro de proteção em cima das impressões, para para protegê-las da luz. Pode-se optar por envernizar o material com um revestimento que ressalte as cores e proteja a peça contra arranhões.

Após a impressão e o envernizamento, as imagens são montadas em uma base. As impressões em papel podem ser fixadas em poliestireno, papelão, placas de alumínio ou qualquer outra superfície plana. As telas tambpem podem ser esticadas à mão sobre uma moldura de madeira, para que o quadro fique com um aspecto mais artesanal. É aconselhável que as molduras de madeira tenham certificação PEFC e FSC, para garantir o manejo florestal sustentável. Existem muitos tipos de molduras, mas o mais importante é que ela reflita a qualidade da impressão.

Qualquer um pode adquirir uma reprodução autenticada das obras de Van Gogh

Fonte: Flaar



Epson lança impressora de grande formato SureColor P10000

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 07/03/2016
SureColor P10000 é indicada para impressões de alta qualidade de imagem

SureColor P10000 é indicada para impressões de alta qualidade de imagem

A Epson, fabricante de equipamentos eletrônicos, anunciou no mercado internacional mais um modelo de impressora de grande formato, a SureColor P10000. Indicada para aplicações de alta qualidade de imagem, a máquina possui 44 polegadas de largura e emprega cabeça PrecisionCore MicroTFP, que possibilita a impressão de pontos variáveis e disparo de gotas com 3,5 picolitros, além de verificação e limpeza automáticas de nozzles.

Para a SureColor P10000, a Epson indica o uso da linha de tintas pigmentadas UltraChrome Pro, vendidas em cartuchos de 700ml. Além das cores de processo padrão, a série é composta por cinza, cinza light e cinza escuro, para proporcionar transições mais suaves e menos ruído na reprodução de tons de cinza. A tinta amarela foi reformulada para aumentar a durabilidade dos impressos. Além disso, a SureColor P10000 utiliza a Resin Encapsulation, tecnologia que produz impressos com brilho mais uniformidade e melhor contraste.

Outro destaque da impressora é o novo sistema avançado de alimentação de mídias, que captura em tempo real as fotografias que estiverem na parte de trás das mídias e incorpora um algoritmo de reconhecimento de padrões, fornecendo feedback de até 60 timers por segundo, para garantir a alimentação precisa das mídias. Além disso, o sistema carrega as bobinas de mídia sem inclinação, a fim de protegê-las de arranhões durante o processo de impressão.

O sistema de alimentação também foi desenvolvido para papéis macios usados em fine arts, além de suportar mídias com até 1,5mm de espessura e tamanho de até 17 x 44 polegadas.

A máquina apresenta um servidor interno de 320GB que aumenta a produtividade ao transferir rapidamente trabalhos entre diferentes estações de trabalho.

Não há previsão de lançamento da SureColor P10000 para o Brasil.

Fonte: Epson



Mimaki lança mesa de corte CFL-605RT

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 07/02/2015

CFL-605RT é indicada para empresas de embalagens, protótipos e sinalização

CFL-605RT é indicada para empresas de embalagens, protótipos e sinalização

A Mimaki, fabricante de equipamentos de impressão e recorte, lançou na Europa a CFL-605RT, mesa de corte plana e compacta. A máquina é indicada a empresas de acabamento, embalagens, protótipos e tiragens especiais sob demanda de materiais impressos.

A CFL-605RT acomoda mídias no formato A2, trabalha com pressão de 500g a 1000g e oferece cortes excêntrico, tangencial e alternativo. Com o excêntrico, é possível processar substratos com espessura de 1mm.

Ao usar o corte tangencial, o operador pode cortar materiais com 2mm de espessura, como vinis adesivos e peças de couro. Já o corte alternativo permite o acabamento em substratos de 10mm de espessura, como foam e papelão ondulado.

Mike Horsten, gerente geral de marketing da Mimaki Europa, declarou: "A CFL-605RT realiza prototipagem e produção de amostras, bem como pequenos lotes de embalagens, que podem ser criadas de acordo com as necessidades de cada cliente".

Fonte: Large Format Review