Como são reproduzidas cópias oficiais das obras de Van Gogh

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 18/03/2019
Museu Van Gogh usa tecnologia de grande formato para imprimir quadros do pintor

Museu Van Gogh usa tecnologia de grande formato para imprimir quadros do pintor

Localizado em Amsterdã, na Holanda, o Museu Van Gogh abriga a maior coleção de obras do pintor homônimo. O visitante da exposição pode admirar uma coleção permanente de obras-primas de um dos pintores mais famosos e apreciados no mundo.

O museu abriga uma loja de lembranças onde é possível comprar objetos temáticos e itens colecionáveis. Entre ele, estão reproduções autenticadas (com certificado) e de alta definição das pinturas de Van Gogh.

Todas as imagens das obras-primas foram digitalizadas com scanners de alta resolução, que capturaram detalhes finos, texturas de pinceladas, protuberâncias de tinta e texturas das superfícies dos quadros. Por isso, as reproduções são quase idênticas aos originais.

Para estampar as imagens, o Museu Van Gogh utiliza uma Canon imagePrograf, capaz de produzir impressões de alta qualidade (na resolução de 2.400 x 1.200dpi) em papel ou canvas. A máquina emprega um conjunto de 12 tintas inkjet pigmentas, nas cores: preto fotográfico, preto fosco, ciano, magenta, amarelo, ciano fotográfico, magenta fotográfico, cinza, fotográfico cinza, vermelho, azul e otimizador cromático.

Para proteger reproduções de obras de arte, recomenda-se usar um vidro de proteção em cima das impressões, para para protegê-las da luz. Pode-se optar por envernizar o material com um revestimento que ressalte as cores e proteja a peça contra arranhões.

Após a impressão e o envernizamento, as imagens são montadas em uma base. As impressões em papel podem ser fixadas em poliestireno, papelão, placas de alumínio ou qualquer outra superfície plana. As telas tambpem podem ser esticadas à mão sobre uma moldura de madeira, para que o quadro fique com um aspecto mais artesanal. É aconselhável que as molduras de madeira tenham certificação PEFC e FSC, para garantir o manejo florestal sustentável. Existem muitos tipos de molduras, mas o mais importante é que ela reflita a qualidade da impressão.

Qualquer um pode adquirir uma reprodução autenticada das obras de Van Gogh

Fonte: Flaar



Azonprinter lança impressora Azon Matrix

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 26/12/2016
Equipamento é capaz de trabalhar com mídias de até 200mm de espessura

Equipamento é capaz de trabalhar com mídias de até 200mm de espessura

A fabricante Azonprinter anunciou no mercado internacional a Azon Matrix, impressora plana UV LED com mesas opcionais nos formatos de 700mm x 1.900mm, 700mm x 25.000mm e 1.200mm x 3.300mm. Capaz de trabalhar com mídias de até 100kg e 200mm de espessura, o equipamento estampa diretamente materiais como PET, ABS, TPU, policarbonato, madeira, pedra, vidro, lona, cerâmica, alumínio e couro.

De acordo com a empresa, a impressora é indicada para empresas de couro, eventos, decoração interna, sinalização e móveis, para a produção de peças como painéis diversos, sinalizações ambientais, displays para bares e restaurantes, entre outras aplicações indoor e outdoor.

Com software Azon RIP e tintas Azon TurboJet, a impressora também possui ferramenta de segurança que detecta automaticamente a espessura de mídia, para evitar que as cabeças sejam danificadas durante a produção. Além disso, um sistema de vácuo mantém as mídias planas e permite a impressão em materiais macios e finos com precisão.

Para manter a produção por longos períodos, a Azonprinter incorpora seis tanques de tinta com 500ml, projetados com sensores de monitoramento. A tinta branca, inclusive, pode ser utilizada como base para a impressão das cores CMYK de alta densidade, para proporcionar texturas diferenciadas às mídias.

A fabricante também disponibiliza um sistema opcional rolo a rolo, o adaptador Azon Rotax, para a impressão de mídias em bobinas.

Fonte: Azonprinter



Durst anuncia novidades para a Drupa 2016

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 11/05/2016
Durst lançará linha de impressoras única passada para mídias corrugadas

Durst lançará linha de impressoras única passada para mídias corrugadas

A fabricante Durst anunciou, em coletiva internacional à imprensa especializada, novidades para a Drupa 2016. Entre os lançamentos exclusivos para o evento está a Rho 130 SPC, impressora única passada que pode produzir na velocidade de 9.350m2/h.

Indicada para empresas de embalagens e displays, a nova impressora pode produzir amostras, personalização e diferentes versões de um mesmo produto. Além disso, incorpora a Durst Water Technology, nova geração dos sistemas Durst que possibilita impressão em mídias preparadas para setores específico, como o alimentício.

Segundo a Durst, a Rho 130 SPC foi construída com base na linha de impressoras única passada Tau 330, que também estará entre os destaques na Drupa 2016. A empresa também anunciou para o evento o lançamento da Tau 330E, que incorpora tecnologia de tinta pigmentada para a produção de rótulos e etiquetas.

Outro equipamento que estará em exposição na feira será a Rho 1330, impressora UV plana indicada para trabalhos com diferentes tipos de mídias flexíveis e rígidas.

Chrisroph Gamper, CEO da Durst Phototechnik AG, declarou: “O tema digital estará no topo da agenda da Drupa 2016. A Rho 130 SPC e sua altíssima velocidade de produção impressionarão os visitantes do evento. Também iremos expor outros modelos de nosso variado portfólio, apresentando soluções para gerenciamento de fluxo de trabalho. Como especialistas na fabricação de soluções inkjet, abriremos um novo capítulo no processo de digitalização da impressão”.

Fonte: Durst Brasil