Como escolher a resolução para a sua impressora digital

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 15/12/2012

resolução impressão

A escolha da resolução depende de fatores como a distância de visualização

Em dúvida sobre qual resolução usar na sua impressora? Então faça o seguinte: pergunte ao seu cliente onde o impresso será instalado e por quem e como ele será visualizado.

Se o impresso for visualizado a grandes distâncias, use resoluções menores. Isso porque, quanto mais o observador se afasta, mais dificuldade ele tem de enxergar os pequenos pontos que compõem a imagem. Ocorre uma ilusão óptica.

Já quando o impresso for visualizado a distâncias pequenas, use resoluções maiores, porque os observadores conseguem enxergar os detalhes da imagem.

Portanto, há uma relação inversamente proporcional: maior distância, menor resolução. Menor distância, maior resolução.

Sabendo disso, fica fácil aplicar a seguinte tabela:

Distância de visualização (metros) Resolução (dpi)
Mais de 15 75
Entre 3 a 15 Entre 150 e 300
Entre 1,5 a 3 Entre 360 e 720
Entre 0,5 a 1,5 Entre 720 a 1440
Menos que 0,5 Mais de 1440

Observação: ao escolher a resolução da sua impressora, também leve em consideração o gasto de tempo e de tinta. Existe uma relação diretamente proporcional: quando você opta por usar resoluções maiores, mais tempo e tinta você gastará para imprimir — o que vai encarecer o seu trabalho.

Por exemplo: um dada impressora trabalha na velocidade de 35m2/h, na resolução de 360 dpi, gastando 3ml/m2 de tinta. Se ela operar com 720dpi, gastará 5ml/m2 e vai imprimir na velocidade de 7,5m2/h (frisa-se que esse é apenas uma exemplo para fins didáticos).

O que é resolução de impressão

Segundo o "Guia Xaar para inkjet industrial", a resolução está relacionada com a precisão ou apuro visual de uma imagem. Ou seja, a habilidade de separar visualmente os objetos contidos numa imagem (e os seus limites). Para uma pessoa com acuidade visual média, isso significa distinguir uma par de objetos que compreendem um ângulo visual de 1 arco-minuto (1/60 de grau).

A resolução de impressoras digitais é medida em dpi (dots per inch — pontos por polegada). Se a resolução máxima de uma impressora é de 600dpi, isso quer dizer que ela imprime até 600 pontos (lado a lado) em uma polegada linear. Uma polegada equivale a 2,5cm.

Observação importante: não confundir resolução de impressão (medida em dpi) com resolução de dispositivos de visualização (como monitores), medida em ppi (pixel per inch — pixel por polegada).

Esse artigo é de autoria do InfoSign. Pulicado originalmente no dia 15 de dezembro de 2012.



Ferramentas e insumos para adesivação e envelopamento

Por Eduardo Yamashita em 10/12/2015

Engana-se quem acha que envelopamentos e adesivações profissionais requerem apenas espátulas e estiletes. Há vários outros acessórios e insumos para limpeza e aplicação correta dos vinis adesivos. Escovas de rebites e desengraxantes são exemplos de materiais que não podem faltar no trabalho de um adesivador que se preze.

Alguns aplicadores, inclusive, usam ferramentas específicas e personalizadas, como cinturão para carregar utensílios, espátulas confeccionadas com chapas plásticas, proteção para espátulas de couro camurça, entre outras.

Envelopamento de carro: dicas para uma aplicação profissional
Envelopamento de carro: adesivação de retrovisor (passo a passo)
Envelopamento de carro: adesivação de porta (passo a passo)

 

Profissionais também armazenam devidamente as suas ferramentas em armários, além de transportá-las em bolsas e organizá-las durante o trabalho. Sem contar a limpeza: ela requer sacos de lixo (para os descartes). Outra dica: usar uniformes, pois eles passam uma imagem de organização aos clientes, além de divulgar a empresa.

Portanto, dê atenção às ferramentas e insumos. Eles fazem a diferença. Veja alguns deles, bem como suas finalidades (dispostos em ordem alfabética):

Borrifador: em aplicações úmidas, usa-se água e detergente neutro (misturados) para molhar tanto a superfície (a ser adesivada) quanto o adesivo do vinil.

Caneta, bloco de anotações, prancheta, calculadora: para manter registros das atividades de instalação.

Desengraxante: na limpeza, cada tipo de superfície exige o uso de um desengraxante específico.

Ferramentas para envelopamento

Andaime para aplicação de vinis

Equipamentos de segurança: luvas, óculos, capacete e sapatos de segurança devem ser usados para garantir a proteção do profissional durante a aplicação.

Escada e andaime: quando a imagem é grande ou em instalações em locais altos, são necessários suportes para o aplicador alcançar essas áreas.

Escova para rebites: os rebites de chapas metálicas requerem o uso de escovas com cerdas para proporcionar uma adesivação  mais rápida.

Espátula: de plástico ou fibra calandrada (feltro), faz com que o adesivo (cola) do vinil toque toda a superfície. Observação: na aplicação, exerça a pressão correta para que haja a retirada do ar entre o adesivo e a superfície. A velocidade da aplicação também influencia a qualidade do trabalho, pois pode deixar muitos espaços com ar.

Ferramentas para envelopamento de carro

Espátula

Espátula de metal: alguns tipos de resíduos e impurezas são apenas removidos com a ajuda de uma espátula de metal.

Estiletes: pequenos, médios, grandes, de plástico ou metal, eles são usados para cortar e separar imagens. Utilize um estilete que se adapte à sua empunhadura ou que tenha um peso menor.

Ferramentas para envelopamento de carro

Estilete

Fita crepe: fixa e protege as bordas das imagens.

Furador (com agulhas) de bolhas: para perfurar o vinil e remover as bolhas de ar. Recomenda-se ter um recipiente para guardar as agulhas (novas e usadas).

Ferramenta para envelopamento

Furador de bolhas

Lâminas de aço para estiletes: muito importantes para o corte e refile das imagens. Devem estar afiadas. Caso contrário, o aplicador vai colocar força no estilete, podendo riscar a superfície. Recomenda-se ter um recipiente para armazenar as lâminas utilizadas, que devem ser descartadas em lixos seletivos.

Pano: para secar e limpar as superfícies. Recomenda-se o pano de algodão.

Para envelopamento de carro

Pano para limpeza da superfície a ser adesivada

Proteção de espátula plástica: com o uso, a espátula fica desgastada, o que provoca riscos na imagem. Panos de algodão e feltro protegem a espátula para evitar danos ao vinil. Para remover as imperfeições dela, pode-se lixá-la (com lixas de papel).

Removedor de adesivos: na limpeza da superfície, antes da aplicação, em alguns casos, o removedor de resíduos de cola é necessário.

Soprador térmico: fundamental para diminuir a memória elástica (esticamento) do vinil e acelerar a cura do adesivo.

ferramenta para envelopamento

Soprador térmico

Tesoura: pode substituir o estilete. Por questão de segurança, prefira aquelas que não têm pontas agudas.

Trena métrica ou régua metálica: para posicionar a imagem. Para refiles ou cortes retos, utiliza-se a régua de meta.

ferramenta para envelopamento

Régua para adesivação

Texto editado e publicado pelo InfoSign no dia 10 de dezembro.

Sobre o autor: Eduardo Yamashita é consultor técnico especializado em vinis, envelopamentos de carro e comunicação visual.



Nova película para proteção de pinturas automotivas

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 11/02/2019
GrafiGuard SCP15 é filme de PVC da Grafityp

GrafiGuard SCP15 é filme de PVC da Grafityp

A Grafityp, fabricante europeia de películas adesivas, anunciou no mercado internacional a SCP15, película adesiva de PVC para proteção de pinturas automotivas.

Parte da linha de Grafityp, o material é um calandrado polimérico de 150µm, com superfície brilhante ultratransparente, especialmente concebido para proteger veículos contra lascas de pedra, riscos e afins.

Aplicado a úmido, o filme está disponível em rolos com largura de 1.525mm e comprimento de 50m (ou 25m).

Fonte: Grafityp