Como escolher prensa térmica para sublimação

Por João Leodonio em 22/12/2017
Plana, cilíndrica e cônica: saiba qual é a mais adequada para o seu negócio

Plana, cilíndrica e cônica: saiba qual é a mais adequada para o seu negócio

Na hora de adquirir uma prensa para sublimação, pergunte-se: em qual mercado vou atuar e quais formatos e quantidades quero atender? Com base nas respostas, será muito mais fácil pensar no tipo de prensa mais adequado para o seu negócio.

A mídia (televisão e redes sociais) vende muitas “soluções mágicas” para ganhar dinheiro com prensa térmica. Mas atente-se a essas propostas. A decepção por um investimento ruim e sem orientação pode ser maior do que a empolgação no momento da compra. Portanto, gastar tempo com pesquisa é melhor que você pode fazer para não frustrar um negócio promissor.

Prensa térmica plana para pequenos formatos

Com formatos que variam entre 23cm x 35cm e 50cm x 70cm, essas prensas podem vir ou não suporte (na maioria sem, e o comprador deverá confeccionar uma bancada ou pé) com uma ou duas bandejas, nas voltagens 110v ou 220v (recomenda-se as de 220v, por serem mais econômicas). Elas podem ser manuais, pneumáticas ou elétricas.

Recomenda-se adquirir um equipamento que atenda as medidas máximas dos produtos a serem prensados, além de escolher a voltagem mais econômica e preferir as marcas nacionais, por geralmente oferecerem uma assistência técnica mais ágil.

Prensas planas podem ser manuais, pneumáticas ou elétricas

Prensa térmica plana para formatos grandes (sublimação total)

A partir do formato de 50cm x 70cm, há dezenas de opções de dimensões de prensas planas para grandes formato. Também são encontradas com ou sem suporte, com uma ou duas bandejas (laterais ou sobrepostas), nas voltagens 110v ou 220v. Podem ser manuais, pneumáticas ou elétricas.

Como trata-se de um investimento maior, recomenda-se pesquisar muito e levantar a relação custo x benefício antes de adquirir o equipamento. Indica-se evitar as marcas importadas, por conta da má ou ausência de assistência técnica.

Prensa térmica cilíndrica e cônica

Há uma grande oferta de prensas térmicas cilíndricas com adaptações para sublimar objetos cônicos, geralmente sem suporte e nas voltagens 110v e 220v.

Há muitas ofertas e fabricantes, porém é importante desconfiar. Como nos casos das prensas planas, recomenda-se fugir das prensas importadas por conta da assistência técnica falha ou inexistente. As nacionais são, normalmente, mais caras, porém são vendidas por empresas que oferecem reposição de peças e manutenção muito melhor do que as concorrentes importadas.

Recomenda-se evitar promoções de pacotes (8x1 e 5x1), pois nos kits oferecidos algum dos produtos vão servir apenas para desencalhar o estoque do fornecedor.

Sobre o autor: João Leodonio atua no segmento gráfico há 10 anos, como gerente de produção e consultor. Tecnólogo em produção gráfica, atuou como palestrante pela Imprensa Oficial, de Angola, e como consultor de processos produtivos. É proprietário da Pari Transfer Sublimático

 



Canon e Zünd desenvolvem nova solução de corte e acabamento

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 12/07/2016
Protótipo foi apresentado durante a feira Drupa 2016

Protótipo foi apresentado durante a feira Drupa 2016

A Canon, fabricante de impressoras digitais, e a Zünd, fornecedora de mesas de corte, estão desenvolvendo uma solução que visa aumentar a eficiência do fluxo de trabalho de birôs e gráficas digitais. Chamada provisoriamente de View & Cut, a máquina, cujo protótipo foi apresentado na Drupa 2016, visa automatizar o acabamento dos materiais impressos por equipamentos de grande formato da Canon. Trata-se de uma solução que une características de dispositivos da Océ e da Zünd.

A solução incorpora tecnologia EOS da Canon a um sistema que reconhece marcas de registro nos impressos e identifica automaticamente os trabalhos sobre a mesa. A tecnologia de visualização e corte converte os dados obtidos em instrução para o software Océ ProCut Vision, que processa os trabalhos com base em suas especificações, como cortes e vincos.

O equipamento poderá reduzir drasticamente a intervenção manual do operador no acabamento, além de poder aumentar a automatização das saídas de folhas ou rolos de uma ou mais impressoras de grande formato da Canon. Também oferecerá a possibilidade de aninhar vários trabalhos em folhas ou em rolos para agilizar os acabamentos.

A View & Cut ainda está em desenvolvimento e não está disponível comercialmente, mas ela mostra como os fabricantes estão pensando em novas soluções para aumentar a produtividade e a automação nos fluxos de trabalhos.

Mathew Faulkner, gerente de marketing da Canon Europa, declarou: “Esta inovação demonstra como o conhecimento da Canon pode gerar um progresso real e pragmático a ambientes de produção de impressão exigentes”.

Fonte: Graphic Display World



Agfa anuncia nova impressora digital para sublimação

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 11/04/2017
Avinci DX3200 é nova impressora sublimática da Agfa

Avinci DX3200 é nova impressora sublimática da Agfa

A fabricante Agfa lançou a Avinci DX3200, impressora sublimática de grande formato indicada para estampar tecidos à base de poliéster para aplicações de comunicação visual, como banners, pontos de venda, propagandas em exteriores, displays e bandeiras em feiras comerciais, entre outras peças.

Com 3,2m de largura, a impressora é capaz de estampar imagens na resolução de até 1440 x 540 dpi, com seis cores (CMYKLcLm) e volume de gota de 14 picolitros, em diversos modos de produção, com velocidade de até 173m2/h.

Segundo a empresa, a impressora possui sistema de transporte de mídias especializado em tecidos, além de ser compatível com a maioria das soluções de calandragem do mercado.

A empresa ainda ressalta que a Avinci DX3200 possui algoritmos inteligentes (que reduzem o consumo de tinta) e roda com o Asanti (software de automação, gerenciamento de cores e preflighting).

A máquina também faz integração com o Storefront, solução web-to-print para gerenciamento automatizado de lojas virtuais.

Reinhilde Alaert, gerente de produtos da Agfa Graphics, declarou: “Os substratos têxteis oferecem diversas vantagens: são leves, resistentes a vincos e dobras e podem ser facilmente reutilizados. A Avinci DX3200 funciona perfeitamente neste caso”.

A impressora será exibida na ISA 2017, feira que ocorre entre os dias 20 e 22 de abril, em Las Vegas, EUA. Também estará na Fespa 2017, que vai de 8 a 12 de maio, em Hamburgo, Alemanha.

Fonte: Agfa Brasil