ColorJet apresenta nova linha de impressoras digitais têxteis

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 08/05/2017
Linha Softjet tem impressoras com larguras de 2,5m e 3,2m

Linha Softjet tem impressoras com larguras de 2,5m e 3,2m

A ColorJet, fabricante indiana de impressoras digitais, anunciou no mercado europeu a ampliação de seu portfólio, que passa a incluir a linha Softjet, composta por equipamentos para estampar tecidos à base de poliéster usados em peças de sinalização como bandeiras, banners, painéis, tendas, entre outras.

Com larguras de 2,5m e 3,2m, as impressoras Softjet incorporam tecnologia proprietária de jateamento de tinta regular, mesmo em condições ambientais variadas. Além disso, possuem sistema automatizado de alimentação de substratos que inclui barras de tensão para rodar produções longas. As máquinas possuem também uma barra com controle pneumático que garante tensão consistente no tecido e faz ajustes automático de acordo com o tipo de tecido utilizado.

Segundo a empresa, as impressoras Softjet são indicadas sobretudo para estampar tecidos para substituir mídias de PVC.

Fonte: Fespa



HP celebra 25 anos da linha de impressoras DesignJet

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 10/05/2016
Série HP DesignJet revolucionou o segmento de impressoras técnicas de grande formato

Série HP DesignJet revolucionou o segmento de impressoras técnicas de grande formato

A HP, desenvolvedora de tecnologias, lançou em 1991 seu primeiro modelo de impressoa inkjet de grande formato da linha DesignJet. A solução foi responsável por substituir plotters de caneta e reinventar o modo como arquitetos e designers produziam desenhos técnicos.

Os modelos originais da série HP DesignJet eram monocromáticos e ofereciam impressões mais rápidas e acessíveis. Pouco tempo depois, surgiram as impressoras coloridas, que abriram novas oportunidades de aplicação e ofereceram mais produtividade e qualidade de imagem.

Atualmente, há mais de três milhões de impressoras HP DesignJet instaladas no mundo, e a HP continuará a colaborar com seus clientes para criar soluções para (e com) eles. Segundo a empresa, as impressoras DesignJet são fruto de investimentos de décadas em pesquisa e desenvolvimento.

Todd Cromwell, vice-presidente do ramo de grandes formatos da HP Americas, declarou: “Temos o compromisso de continuamente desenvolver novas tecnologias para atender às crescentes necessidades de gráficos, arquitetos, engenheiros e profissionais da construção. Ajudamos nossos clientes a trabalhar onde e como querem”.

Fonte: HP



Expositores começam a se preparar para a feira Serigrafia Sign 2017

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 13/03/2017
Projeções de retomada da economia animam empresários para o segundo semestre, quando ocorre o evento

Projeções de retomada da economia animam empresários para o segundo semestre, quando ocorre o evento

No ano de 2017, mesmo timidamente, tanto a economia do país quanto os negócios do mercado de sinalização e impressão digital têm se recuperado e voltado a crescer. E o Brasil tem reunido as condições necessárias para isso. Essa é a conclusão de um estudo divulgado recentemente pela Fundação Getulio Vargas (FGV) e pelo The Conference Board (TCB). O material diz que o país registrou entre dezembro e janeiro alta de 2,8% no Indicador Antecedente Composto da Economia (Iace), índice desenvolvido pelas entidades e que tenta prever o comportamento da economia.

Nesse contexto, empresários dos mercados de impressão e comunicação visual veem com otimismo as projeções positivas e enxergam boas oportunidades de negócios na Serigrafia Sign, feira que será realizada entre os dias 12 e 15 de julho, no Expo Center Norte.

Evelin Wanke, gerente de vendas da Epson, declarou: “A Serigrafia Sign tem bastante sinergia com o propósito da Epson de atuar em diversos mercados, porque consegue trazer públicos diferenciados. Temos as maiores expectativas de resultado para 2017, e estamos muitos otimistas, principalmente a partir do segundo semestre, em que a economia promete se recuperar”.

Anderson Clayton, diretor de desenvolvimento de negócios da Roland DG, tem visão parecida: “A exposição nos traz um público diferenciado, difícil de encontrar em outros eventos. Para 2017, temos ótimas expectativas, porque acreditamos que será um ano melhor. Estamos trabalhando para superar esse cenário, nos reestruturando e buscando novas oportunidades. Trabalhamos em conjunto com a Informa Exibitions e outros parceiros do mercado pensando em como trazer as melhores ideias para os nossos clientes”.

Fonte: Informa Exibitions