Cobertura Fespa Brasil 2015 – Parte 4: Visitação, congressos e campeonato de envelopamento

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 31/03/2015

Edição 2015 da Fespa Brasil registrou a visitação de 14236 profissionais

Edição 2015 da Fespa Brasil registrou a visitação de 14236 profissionais

A segunda edição da Fespa Brasil, que ocorreu entre os dias 18 e 21 de março de 2015, no Expo Center Norte, em São Paulo, provou que a feira veio mesmo para ficar e já tem data marcada para 2016, quando acontecerá de 6 a 9 de abril.

Segundo as organizadoras do evento (APS e Fespa), a edição 2015 da Fespa Brasil registrou 439 marcas e 14236 visitantes únicos (aumento de 8% em comparação com a edição anterior, de 2013). Além disso, a exposição teve crescimento de 8% de área e 12% no número de expositores.

Leia também as demais partes desta cobertura:

Alexandre Keese, diretor da APS, declarou: "O balanço é o mais positivo possível. Recebemos impressores vindos de todos os lugares do país. São empresários buscando novos investimentos, tecnologias e oportunidades de negócio".

Já Lascelle Barrow, presidente da Fespa, declarou: "A feira foi fantástica. É absolutamente incrível o número de pessoas que vieram este ano. Em todos os dias, esteve lotada. As pessoas passam o dia todo na feira. É uma grande oportunidade ter a Fespa no Brasil. Os expositores ficaram extremamente felizes, e isto é muito bom".

Além de expansão nos segmentos de comunicação visual e impressão digital, a organização do evento promete para 2016 mais uma novidade. Trata-se da Brasil Label, iniciativa voltada para profissionais de impressão de rótulos. A feira está confirmada para ocorrer na mesma data e espaço da Fespa Brasil.

Campeonato de envelopamento de carros

Além de inúmeros equipamentos e produtos nos diversos estandes de fornecedoras do mercado, o visitante pôde conferir (e participar) da segunda edição do Wrap Cup Masters Series Brasil, competição de envelopamento de veículos cujo vencedor garante vaga para participar da edição internacional da disputa, que acontece em maio, na Alemanha, durante a Fespa 2015.

Dessa vez, Eduardo Chardosim Stabel, de Porto Alegre (RS), sagrou-se campeão. Em segundo lugar, ficou Marcos Araújo Pereira, de Diadema (SP).

Eduardo Chardosim Stabel (esquerda) recebeu o prêmio das mãos de Alexandre Keese, diretor da APS

Eduardo Chardosim Stabel (esquerda) recebeu o prêmio das mãos de Alexandre Keese, diretor da APS

Stabel, que havia participado do campeonato em 2013, declarou: "O dia a dia conta muito, pois trabalho com isso há muitos anos e sei que é a experiência rotineira o principal treinamento. Vou me preparar muito para o mundial, seguir trabalhando forte e ficar atento às novidades do mercado para conseguir sempre os melhores resultados".

Adriano Medeiros, da PixelDots, reforçou: "Ficamos impressionados com a categoria avançada dos 12 competidores. Todos demonstraram excelente preparo, cada um com seu método, e a vitória do Eduardo não foi uma surpresa, pois ele também tem um nível altíssimo. Já estamos preparando as novidades para os competidores de 2016".

Disputa acirrada: Wrap Cup reuniu 12 envelopadores de alto nível técnico

Disputa acirrada: Wrap Cup reuniu 12 envelopadores de alto nível técnico

Congressos

Além de promover a exposição, a Fespa e a APS organizaram eventos grátis como o Congresso Internacional de Impressão Digital e o Digital Textile Conference, realizado pela primeira vez no Brasil. Ambos correram paralelamente à Fespa Brasil 2015 e somaram aproximadamente 500 participantes.

Dentro do Congresso Internacional de Impressão Digital, foi promovido o primeiro Debate de Estratégias de Mercado da Comunicação Visual no Brasil. Mediado por Luciana Andrade, especialista no segmento, cinco empresários de diferentes cidades brasileiras (Fortaleza, Curitiba, São Paulo, Porto Alegre e Cuiabá) apresentaram experiências, impressões, métodos e técnicas aos participantes. Foram abordados temas como nichos de mercado, evolução empresarial, impacto da economia, entre outros. O público tirou dúvidas e transmitiu suas aspirações.

Visitante participou de palestras gratuitas promovidas em congresso dentro da Fespa Brasil 2015

Visitante participou de palestras gratuitas promovidas em congresso dentro da Fespa Brasil 2015

A novidade na Fespa Brasil 2015 foi o Digital Textile Conference. A iniciativa destacou a impressão digital têxtil. Durante o evento, empresários e especialistas no ramo falaram sobre técnicas, processos e outros pontos. Os representantes da APS e da Fespa destacaram a importância de reverter lucros em educação para o mercado, além da preocupação em gerar demanda de impressão.

Ricardo Pi, palestrante do Digital Textile Conference, declarou: "No congresso, pudemos compartilhar algo que já vem acontecendo com força na Europa e nos Estados Unidos: o uso do tecido para comunicação visual em grandes formatos. Comparamos a diferença em termos de custos e benefícios. Demonstramos esta possibilidade aos participantes".

Fonte: Fespa Brasil



Versão 11 do Onyx é lançada

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 13/11/2013

Conheça as principais novidades do Onyx 11

Conheça as principais novidades do Onyx 11

A Onyx, desenvolvedora de softwares gráficos, anunciou o lançamento do Onyx 11, aplicativo de fluxo de trabalho e rasterização de arquivos para impressão de grande formato. De acordo com a empresa, o programa tem uma série de ferramentas novas ou melhoradas:

Job ticketing

Com essa ferramenta, os usuários podem inserir números de identificação, dados de clientes e informações específicas no sistema de rastreamento. Esses dados podem ser editados pelo RIP. Com a ferramenta, também é possível localizar trabalhos na fila de impressão com base em qualquer informação já inserida pelo job ticketing, o que facilita o gerenciamento das tarefas.

Job Ticketing: facilita o rastreamento e gerenciamento dos trabalhos de impressão

Job ticketing: facilita o rastreamento e gerenciamento dos trabalhos de impressão

Prévias e ferramentas simplificadas

A nova versão do Onyx inclui uma ferramenta que permite girar imagens quando elas ainda estão sendo abertas, o que pode economizar até 50% do tempo de preparação. Outros aperfeiçoamentos do aplicativo são as opções de corte, dimensionamento e escala desproporcional. Além disso, a versão 11 ganhou uma janela redesenhada de propriedades do trabalho, que inclui uma nova ferramenta de marcas, para ajudar no acabamento dos impressos.

Com a ferramenta, veja os arquivos que estão na fila de impressão

Com a ferramenta, é possível ver os arquivos que estão na fila de impressão

Consistência e perfil de cores

De acordo com a Onyx, a tecnologia ChromaBoost pode aumentar a intensidade das cores em até 40%. Ela também inclui ferramentas para o trabalho com tintas especiais, como a branca, as metalizadas e as que estão fora do padrão CMYK.

Onyx ChromaBoost: ferramenta para o trabalhar as cores dos arquivos digitais

Onyx ChromaBoost: ferramenta para trabalhar as cores dos arquivos digitais

Onyx Connect

Permite que os usuários obtenham informações sobre os trabalhos, como consumo de tinta e mídia e tempo de produção. Também automatiza os processos através de JDF (Job Definition Format) e estende as capacidades do Onyx Thrive Production Manager, pois permite acesso remoto de informação sobre os trabalhos.

Amostras para comparação de cores

Os usuários podem imprimir variações de uma cor específica e determinar a melhor combinação entre o impresso e a cor desejada.

Arquivos para avaliação de impressoras de grande formato

Arquivos para avaliação de impressoras de grande formato

Lista de novidades da 11ª versão do Onyx

  • ferramentas de produtividade;
  • amostras de cores;
  • job ticketing integrado;
  • nesting com visualização das imagens;
  • prévias de gerenciamento de cores no RIP;
  • janela expandida de propriedades dos trabalhos;
  • giro dos trabalhos ao abrir os arquivos;
  • giro diretamente no RIP;
  • ferramenta de busca por palavra-chave e trabalho;
  • escala desproporcional;
  • marcas personalizadas;
  • última geração de RIP;
  • tecnologias de corte melhoradas;
  • configuração automática na instalação do Thrive;
  • Thrive Production Manager II;
  • Onyx Connect;
  • ChromaBoost;
  • calibração espectral;
  • restrição de tinta com cor especial;
  • suporte melhorado para o i1;
  • pausar e retomar as medições de cores;

Fonte: Onyx



Cientista europeu cria processo para recuperar cabeças de impressão

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 16/01/2013

Um cientista europeu afirma ter descoberto um novo processo de recuperação para cabeças de impressão entupidas. Com a novidade, as peças que seriam descartadas, ganhariam uma nova chance.

"É certo que nós, na Europa, criamos o primeiro processo deste tipo. Desenvolvi um químico capaz de remover a tinta de forma a não causar degradações nas cabeças de impressão", revelou Phil Keenan, atual diretor da Camscience, e com passagens em empresas como a HP e a Xennia.

Com sua tecnologia atualmente utilizada por empresas como HP, Ricoh e outras que usam cabeças para disparo de tinta UV, Keenan pretende expandir os negócios, atingindo outras marcas como Mimaki e Roland. Segundo o cientista, a novidade é capaz de restaurar as peças a fim de fazê-las trabalharem como novas, evitando que sejam enviadas para aterros.

Keenan disse ao site britânico SignLink como funciona o químico: "Ele provoca uma separação entre a tinta UV curada e as superfícies da cabeça de impressão. Usando solventes leves e surfactantes, o químico quebra a tinta em partículas tão finas que são facilmente removidas", explicou.

É esperar para ver se o produto chega ao Brasil e, principalmente, se cumpre com o esperado.

reaproveitar cabeça de impressão

O cientista Phil Keenan afirma ter desenvolvido químico que reaproveita cabeças de impressão já gastas

Fonte: SignLink. Texto: InfoSign