Cientista europeu cria processo para recuperar cabeças de impressão

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 16/01/2013

Um cientista europeu afirma ter descoberto um novo processo de recuperação para cabeças de impressão entupidas. Com a novidade, as peças que seriam descartadas, ganhariam uma nova chance.

"É certo que nós, na Europa, criamos o primeiro processo deste tipo. Desenvolvi um químico capaz de remover a tinta de forma a não causar degradações nas cabeças de impressão", revelou Phil Keenan, atual diretor da Camscience, e com passagens em empresas como a HP e a Xennia.

Com sua tecnologia atualmente utilizada por empresas como HP, Ricoh e outras que usam cabeças para disparo de tinta UV, Keenan pretende expandir os negócios, atingindo outras marcas como Mimaki e Roland. Segundo o cientista, a novidade é capaz de restaurar as peças a fim de fazê-las trabalharem como novas, evitando que sejam enviadas para aterros.

Keenan disse ao site britânico SignLink como funciona o químico: "Ele provoca uma separação entre a tinta UV curada e as superfícies da cabeça de impressão. Usando solventes leves e surfactantes, o químico quebra a tinta em partículas tão finas que são facilmente removidas", explicou.

É esperar para ver se o produto chega ao Brasil e, principalmente, se cumpre com o esperado.

reaproveitar cabeça de impressão

O cientista Phil Keenan afirma ter desenvolvido químico que reaproveita cabeças de impressão já gastas

Fonte: SignLink. Texto: InfoSign



Pré-requisitos para o serviço de envelopamento de frotas

Por Eduardo Yamashita em 23/02/2016
O envelopamento transforma o veículo em um outdoor em movimento

O envelopamento transforma o veículo em um outdoor em movimento

Está pensando em instalar imagens em veículos ou atualizar um projeto antigo? Aqui vão alguns conselhos: procure simplificar, trabalhe com marketing e planeje com antecedência.

Consideradas “painéis ambulantes”, as imagens em veículos ajudam a identificar frotas, construir marcas e podem até aumentar o valor de revenda dos veículos. No entanto, existem fatores a considerar antes de iniciar a produção das aplicações de imagens.

A primeira coisa a fazer é rever o valor de potenciais gráficos e tipos de veículos da frota. Isso pode ajudar a identificar as melhores opções para a frota antes de prosseguir. Os gestores devem avaliar os benefícios que as imagens poderão gerar para a empresa que elas representam. Deve-se considerar que as imagens depois de aplicadas tornam os veículos outdoors “em movimento”.

Tenha em mente que quando um veículo está em movimento as imagens e mensagens aplicadas nele devem ser absorvidas rapidamente. Entender isso é fundamental para a criação correta dos layouts. Além disso, leve em consideração o tempo de duração do envelopamento. Isso influenciará no tipo de vinil adesivo escolhido para o serviço. Há diferentes tipos de mídias para diferentes aplicações. Você pode precisar de um material removível ou um vinil que dure 12 anos.

Certifique-se de manter a marca da empresa e use palavras e imagens aprovadas também pelo pessoal de gestão e vendas. Muitos gestores de frota também são responsáveis pela contratação do serviço de criação e instalação dos layouts.

Saber o tempo de duração do envelopamento é fundamental na hora de escolher o vinil adesivo para o serviço

Sempre mantenha padrões em toda a frota, como a inserção dos logotipos em pontos específicos dos veículos. Os gestores devem ser responsáveis por garantir que as instalações beneficiem sua frota em termos de proteção de superfície. Além disso, devem garantir que as medidas apropriadas sejam tomadas para assegurar a qualidade do envelopamento e eventuais remoções.

A identificação de frota pode ser muito benéfica por diversas razões. No entanto, antes de a empresa começar a implementar imagens, o gestor da frota deve entrar em contato com fabricantes para especificar os vinis adesivos mais adequados aos projetos. Prestadores de serviço de sinalização podem não ser o caminho mais indicado para obter informações qualificadas sobre as características técnicas dos vinis. Eles podem pecar oferecendo materiais de desempenho inadequado ou podem não seguir a impressão correta para as necessidades da frota. Vale a pena consultar sempre as informações técnicas fornecidas pelos fabricantes.

Os veículos de uma frota podem ser diferentes em termos de tamanho, forma e marca. Portanto, sempre considere a variedade de tipos e estilos de carros. Saiba trabalhar bem com os modelos mais usuais, no entanto, esteja preparado para envelopar qualquer tipo de veículo.

Ao considerar envelopamentos totais ou parciais, não esqueça de levar em conta itens como maçanetas e para-choques, que aumentarão o custo do serviço. O envelopamento completo pode elevar o valor de revenda dos veículos da frota. Isso porque a pintura fica mais protegida, o que diminui danos na lataria.

Sobre o autor: Eduardo Yamashita é consultor técnico especializado em vinis adesivos, envelopamento de carro e comunicação visual

 



GCC lança plotter de recorte AR-24

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 06/07/2015
AR-24 é equipamento de recorte eletrônico indicado para iniciantes

AR-24 é equipamento de recorte eletrônico indicado para iniciantes

A GCC, fabricante de equipamentos para comunicação visual, anunciou no mercado internacional a AR-24, plotter de recorte desenvolvida para iniciantes nos segmentos de sinalização, decoração e hobbies.

Com 60cm de largura, a máquina trabalha na velocidade máxima de 552mm/seg e força de até 250g, para cortar materiais como vinis, decalques e filmes para vidros, entre outros substratos.

O equipamento vem com o GreatCut 3, aplicativo que suporta a maioria dos softwares de design do mercado e que otimiza os diferentes projetos por meio de processos simplificados de trabalho.

Segundo a empresa, a AR-24 é composta por peças sofisticadas também empregadas em outras plotters de recorte vendidas pela GCC. A máquina vem, por exemplo, com um tambor estável que garante um metro de rastreamento a fim de garantir a qualidade de saída e evitar desperdícios de material.

Fonte: GCC