Case: impressão digital como ferramenta de estilista renomado

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 02/12/2015
Ronaldo Fraga emprega tecnologias da Metalnox para desenvolver coleção surpreendente

Ronaldo Fraga emprega tecnologias da Metalnox para desenvolver coleção surpreendente

Na edição 2015 do São Paulo Fashion Week, o estilista Ronaldo Fraga surpreendeu ao exibir a coleção “E por falar em amor”, que revelou ao público camisolas, saias e casacos unissex criados com tecidos naturais (algodão e seda) e sintéticos (poliéster).

As estampas da coleção também foram uma inovação no mercado da moda. Isso porque todas foram desenvolvidas a partir de tecnologia de estamparia digital, mais especificamente da impressora Evox MTX 8, da Metalnox Digital. O equipamento permite estampar tecidos com composição mínima de 50% algodão, além de estampar sobre bolsos, costuras e outras superfícies irregulares, o que possibilita criações de coleções exclusivas.

Outro processo utilizado por Ronaldo foi a sublimação. O estilista contou com a ePrint MTX Strong, impressora sublimática capaz de produzir na velocidade de 150m2/h. Com ela, é possível estampar tecidos sintéticos com leveza, toque suave e alta qualidade de cores e efeitos.

O casamento entre a criatividade de Ronaldo Fraga e a tecnologia da Metalnox foi capaz de criar novos conceitos e descomplicar o processo produtivo. Isso mostra como é possível falar de sentimentos e traduzi-los, como comentou Ronaldo: “O que tem como efeito o mais importante: imprimir a leveza de uma pluma ao peso da existência”.

Fonte: Metalnox



SAi desenvolve softwares para a Graphtec

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 12/12/2017
SAi desenvolveu três softwares para equipamentos Graphtec

SAi desenvolveu três softwares para equipamentos Graphtec

A SA International (SAi) anunciou ter desenvolvido três pacotes de softwares para rodar plotters de recorte da Graphtec: o Cutting Master 4, o Graphtec Pro Studio e o Graphtec Pro Studio Plus. Com base no SAi Flexi, as novas soluções substituem as versões anteriores do aplicativo Graphtec Pro Studio e oferecem ferramentas específicas de design e corte (ver detalhes nos tópicos abaixo).

Hiroyuki Takahata, diretor da Graphtec, declarou: “Com as funções aprimoradas de design e edição, as soluções da SAi funcionam em conjunto com nossas plotters para oferecer maior produtividade e resultados. Esta parceria expande as ofertas de aplicativos e melhora as nossas operações comerciais”.

Graphtec Pro Studio Plus

Oferece novas ferramentas de nesting, para maximizar o aproveitamento das mídias e gerar maior economia de material. Além disso, a Animated Cut Viewer permite que os usuários visualizem e analisem a ordem de corte e façam correções antes de começar os cortes.

Graphtec Pro Studio

Oferece um catálogo de opções para a criação de designs e inclui funções aprimoradas que permitem uma saída mais rápida. Com o novo sistema de detecção de marca de registro avançado, os usuários conseguem obter resultados mais precisos. Todas as plotters da Graphtec vêm com o Graphtec Pro Studio.

Cutting Master 4

Plug-in da Graphtec para Adobe Illustrator e CorelDraw Graphics Suite, o Cutting Master 4 oferece ferramentas que permitem a criação simples de marcas de registro, o que melhora a precisão e a produtivdade. Todas as plotters da Graphtec vêm com essa ferramenta.

Fonte: SAi



EFI adquire fabricante de equipamentos têxteis Reggiani Macchine

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 06/07/2015

Além da Matan, EFI anunciou a compra de fabricante italiana de impressoras para estamparia têxtil

Além da Matan, EFI anunciou a compra de fabricante italiana de impressoras para estamparia têxtil

A EFI, fabricante de soluções para impressão, anunciou a aquisição da Reggiani Macchine, fabricante italiana de equipamentos para estamparia digital têxtil.

O portfólio inkjet da Reggiani, que passará a se chamar EFI Reggiani, abrange impressoras digitais que empregam tintas corantes, dispersas, ácidas, pigmentadas e reativas. Com mais de 60 anos, a empresa italiana possui clientes em mais de 120 países, servidos por uma ampla rede de distribuição e representantes em mais de 40 regiões. A força de trabalho da Reggiani tem aproximadamente 190 funcionários e será agregada à EFI.

Para adquirir todas as ações restantes da Reggiani, a EFI saldará a dívida da empresa (que soma cerca de 20,1 milhões de euros), pagará ex-acionistas (cerca de 27,4 milhões euros) e distribuirá entre os acionistas da fabricante italiana cerca de 27,4 milhões euros em ações da EFI, além de pagar até 50 milhões euros pelos próximos 30 meses, conforme as conquistas de receita e rentabilidade dos negócios da EFI Reggiani.

Guy Gecht, CEO da EFI, declarou: “Essa aquisição proporciona à EFI uma posição de liderança imediata em uma das maiores indústrias no mundo, que está passando pela transformação de impressão analógica para digital. O mercado de impressão têxtil está no começo das transições, o que permitirá aos fabricantes optarem pela fabricação sob demanda, e isso atende ao aumento nas produções de tiragens curtas e customizações”.

Ambrogio Caccia Dominioni, ex-acionista da Reggiani e futuro diretor geral da EFI Reggiani, declarou: “Os clientes da Reggiani reconhecem que a tecnologia inkjet é a mais importante para o futuro da indústria têxtil. Eu gostaria que nossa empresa fizesse parte da EFI não somente para nos unirmos à empresa líder mundial em tecnologia de jato de tinta industrial, mas também porque a EFI é líder em soluções de fluxo de trabalho para a indústria de impressão, além de ter uma plataforma de vendas e marketing muito maior em todo o mundo”.

Fonte: EFI