Caldera lança módulo de gerenciamento de ferramentas

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 28/01/2019
CalderaDock facilita processos para operadores de impressão e corte

CalderaDock facilita processos para operadores de impressão e corte

A desenvolvedora Caldera anunciou o lançamento do CalderaDock, módulo de gerenciamento de ferramentas usadas nos fluxos de trabalho da marca. Projetado para simplificar as manutenções, o aplicativo pode ser acessado pela interface Caldera V12 e está disponível para Mac, Linux e Windows.

A nova ferramenta simplifica a migração do Caldera V11 para o V12 e atualiza automaticamente o RIP. Outros recursos do módulo são o gerenciamento de licenças V12, a limpeza da estação de RIP, o gerenciamento de configuração do RIP e a ativação do acesso direto ao ecossistema Web Caldera.

O módulo, que se atualiza de forma independente, está na versão 1.2.0.

Sebastien Hanssens, vice-presidente de marketing e comunicação da Caldera, declarou: “A ideia por trás da CalderaDock era criar uma caixa de ferramentas com funções de manutenção, para facilitar o trabalho diário dos operadores de impressão e corte”.

Desenvolvimentos adicionais para o CalderaDock estão em fase de conclusão, como a integração com o Caldera Workspace e a uma série de novos recursos e aplicativos para tornar o gerenciamento do RIP mais fácil.

Fonte: Caldera



HP lança impressoras digitais com tecnologia de sublimação

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 24/04/2019
Equipamentos são indicados para estamparia têxtil digital

Equipamentos são indicados para estamparia têxtil digital

A HP anunciou no mercado internacional a nova série HP Stitch S, composta por três modelos (S300, S500 e S1000) de impressoras digitais para estamparia têxtil.

Entre os diferenciais da linha, a HP destaca:

- Correspondência de cores: a máquina vem com espectrofotômetro integrado, além das soluções de RIP e armazenamento em nuvem;

- Cabeça de impressão térmica: reduz tempo e desperdícios e ajuda na reprodução fiel de cores;

- Sublimação: no papel transfer ou diretamente em tecidos;

- Redução de tempo de inatividade: o serviço HP Proactive oferece suporte preventivo.

A HP também lançou um conjunto de papéis de sublimação para ser usado nas impressoras da série HP Stitch S. As mídias foram desenvolvidas e testadas para oferecer maior qualidade de imagem e consistência de cores.

Santi Morera, diretor de negócios de soluções gráficas da HP, declarou: “As tendências de decoração e moda, a produção sob demanda e a personalização estão impulsionando o crescimento da impressão digital. A estamparia têxtil digital está experimentando um crescimento anual de dois dígitos, com previsão de chegar a 5,5 bilhões de dólares até 2023, de acordo com Smithers Pira. Estamos ansiosos para que mais transformações na impressão digital sejam realizadas com a chegada da nova série HP Stitch S”.

HP Stitch S300

Com 1,6m de largura, a HP Stitch S300 emprega cabeça substituível pelo usuário, o que reduz tempos de inatividade e custos de manutenção. A impressora é indicada para quem quer entrar no segmento de sublimação, além de departamentos de prototipagem e fornecedores de impressão em crescimento.

HP Stitch S500

Com largura de 1,6m, a HP Stitch S500 é indicada para quem precisa de uma poucos mais de produtividade. Com configuração 2xCMYK e sensor de avanço de mídia óptica, a impressora oferece um modo de única passada. Outros recursos de destaque da máquina são:

- Produção simplificada: por ter sistemas maiores de alimentação de tintas e mídias, a impressora pode operar sem a supervisão de um operador (até mesmo durante a noite). As ferramentas de gerenciamento também auxiliam a prática;

- Reprodução de cores: a ferramenta HP SmartColour torna o processo de cores mais consistente;

- Economia: a máquina exige menos espaço para ser instalada, pois tem carregamento frontal de mídia e sistema sem eixo.

Fonte: HP



Feira Serigrafia Sign terá circuito completo de estamparia têxtil

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 20/05/2018
Circuito de Impressão Digital Têxtil contará com todas as etapas para produção, do planejamento ao produto final

Circuito de Impressão Digital Têxtil contará com todas as etapas para produção, do planejamento ao produto final

A organização da feira Serigrafia Sign anunciou a segunda edição do Circuito de Impressão Digital Têxtil, cujo objetivo é apresentar, na teoria e na prática, os sete pilares do processo fabril digital têxtil: pesquisa e mercado, tendência e foco da empresa, criação de produto e imagem, teste, pré-tratamento, impressão e pós-tratamento. Cada área será apresentada por um especialista do mercado.

O Circuito, que conta com 220m², funcionará com visitas guiadas a cada uma hora, durante os quatro dias da feira. Os visitantes deverão se inscrever no local.

Para que os empreendedores possam ter uma ideia de como é a implantação de uma área digital têxtil, ao final do Circuito será apresentada uma mesa digital touch com a qual será possível construir o layout de uma empresa real, conforme espaços pré-determinados, com cálculos de custos e condições aproximadas. A experiência é ideal para aqueles que pensam em ampliar seus negócios.

Pedro Dupláa, do Circuito de Impressão Digital Têxtil, declarou: “Depois de conhecer o dia a dia de uma produção digital têxtil, os visitantes poderão conversar com os consultores para sanar suas dúvidas. Além disso, a troca de informações proporcionada pelos especialistas de mercado é enriquecedora”.

Direcionada aos profissionais da impressão digital, serigrafia, sublimação, envelopamento, estamparias, produtos promocionais, sinalização, além de agências de publicidade, gráficas, birôs de impressão, revenda e distribuição a Serigrafia Sign ocorre entre os dias 25 e 28 de julho, no Expo Center Norte, em São Paulo.

Fonte: Serigrafia Sign