Caldera e Lüscher-Tschudi criam solução para impressão digital têxtil

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 31/07/2016
T-REX 320 roda com versão especial de RIP Caldera

T-REX 320 roda com versão especial de RIP Caldera

A Caldera, desenvolvedora francesa, e a Lüscher-Tschudi, fabricante suíça de impressoras digitais, uniram-se para criar uma solução conjunta de estamparia têxtil digital. Trata-se da impressora T-REX 320, que inclui uma versão OEM do software GrandRIP+.

Com 3,2m de largura, o equipamento, que pode trabalhar na velocidade máxima de 230m2/h, é indicado para estampar tecidos para sinalização, decoração, moda e aplicações industriais. A máquina emprega até 16 cabeças Konica Minolta 1024i e conjunto de até 8 cores, além de poder empregar tintas com corante disperso ou reativo.

A T-REX 320 inclui secador e fixador e pode ter uma unidade de termofixação opcional, disponível nas larguras de 2,6m ou 3,2m. Segundo a empresa, o dispositivo trabalha com extração de calor, corte térmico, velocidades variáveis e estabilidade térmica.

No mercado de impressão têxtil desde 1999, a Lüscher-Tschudi também oferece consultorias grátis para empresas que buscam ingressar no segmento de estamparia em tecidos.

Já a Caldera, que celebra 25 anos em 2016, tem como carro-chefe o GrandRIP+, que oferece ferramentas de gerenciamento de cores e otimização de tintas e mídias.

Joseph Mergui, CEO da Caldera, declarou: “Nossas parcerias na indústria têxtil estão nos ajudando a melhorar nossas soluções de produção têxtil. Ao criar pontes entre os processos que antes não falavam a mesma língua, estamos provendo benefícios para empresas em todo o mundo”.

Fonte: Caldera



Coralis disponibiliza cartilha grátis sobre gerenciamento de cores

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 22/03/2014

A ideia da publicação é derrubar os mitos sobre gerenciamento de cores na impressão digital

A ideia da publicação é derrubar certos mitos sobre gerenciamento de cores na impressão digital

A Coralis, especializada em soluções de gerenciamento de cores, está disponibilizando gratuitamente um documento informativo intitulado "Queda dos 10 mitos do gerenciamento de cores na impressão digital".

De autoria de Matheus Pimentel, o material desmistifica tópicos desvirtuados sobre o gerenciamento de cores em birôs e gráficas digitais, respondendo às seguintes questões:

  1. O número de passadas aumenta o consumo de tinta?
  2. A extensão do arquivo pode interferir no resultado de cor?
  3. O que é um perfil de cor genérico?
  4. Preciso ter meus aplicativos sincronizados?
  5. O perfil ICC resolve tudo?
  6. Se reduzir a resolução ganho em velocidade, mas posso comprometer o resultado de cor?
  7. Matéria-prima de baixa qualidade pode comprometer o resultado das cores?
  8. Por que devo utilizar um software RIP e qual é configuração ideal dele?
  9. Sou bom de olho. Isso ajuda?
  10. O meu CMYK é igual ao seu CMYK?

O para obter o material, basta fazer um cadastro simples no site da Coralis.

Fonte: Coralis



EFI lança impressora EFI Reggiani ReNOIR Flexy

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 08/05/2017
Equipamento de estamparia digital têxtil tem 1,8m de largura

Equipamento de estamparia digital têxtil tem 1,8m de largura

A EFI, fabricante de impressoras digitais, apresentou na Fespa 2017, feira que ocorreu entre os dias 8 e 12 de maio, na Alemanha, o EFI Reggiani ReNOIR Flexy, novo equipamento indicado para estampar diretamente uma ampla variedade de tecidos e malhas pouco ou muito elásticas.

Com largura de 1,8m, a impressora emprega oito cabeças e pode trabalhar na velocidade de até 400m2/h ou resolução máxima de 2.400dpi.

Segundo a empresa, a máquina incorpora as mais recentes tecnologias digitais, além de ser fácil de operar e ter baixo custo de manutenção.

A ReNOIR Flexy é a primeira impressora têxtil industrial da EFI a ter as qualidades sustentáveis típicas da marca Reggiani e oferecer outras vantagens de produção ambientalmente amigáveis, como a recuperação de tinta, que reduz drasticamente o consumo do insumo.

Fonte: EFI