Caldera anuncia portal de suporte ao cliente CalderaDesk

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 01/02/2018
Portal oferece diversas ferramentas de interação e aprendizado

Portal oferece diversas ferramentas de interação e aprendizado

A Caldera, desenvolvedora de softwares, criou o CalderaDesk. Trata-se de um portal de suporte que oferece aos clientes da empresa uma série de ferramentas, como vídeos de tutoriais, informações sobre treinamentos e produtos, fóruns interativos e uma biblioteca de documentações. Segundo a empresa, o portal foi projetado para fornecer meios para que os usuários tirem o máximo proveito dos produtos Caldera.

O usuário do Caldera RIP V11.2 pode acessar o “HelpLinks” para ter acesso direto às páginas do CalderaDesk. Há links disponíveis em todos os módulos e drivers, o que permite o acesso rápido à documentação do portal.

Os novos usuários serão direcionados a uma página específica e poderão interagir com os documentos, vídeos, fóruns, centro de treinamento, manuais de produtos e solicitações.

A seção final, intitulada Requests, oferece opções de pedidos e sugestões de ideias para a equipe de desenvolvimento da Caldera, o que permite que os usuários influenciem na criação dos produtos.

Sebastien Hanssens, vice-presidente de marketing e comunicação da Caldera, declarou: “O CalderaDesk coloca a experiência do cliente à frente de tudo. O portal não só nos ajudará a estabelecer relacionamentos mais estreitos com os usuários, mas também nos mostrará onde estão as preocupações dos nossos clientes”.

Fonte: Caldera



Onyx Graphics lança OnyxTV

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 05/08/2013

Você pode conhecer melhor os produtos da empresa através da ONYX TV

Você pode conhecer melhor os produtos da empresa através da OnyxTV

A Onyx Graphics, desenvolvedora de aplicativos gráficos, anunciou o lançamento da OnyxTV, um canal do Youtube em que a marca divulga vídeos sobre seus softwares. Acessando o endereço, é possível obter dicas e reviews de programas como o Onyx ThriveTM e o Onyx ProductionHouse, além da linha de plug-ins SmartApps.

"Queremos ajudar nossos clientes a obter o máximo de seus softwares", comentou Bryan Manwaring, diretor de gestão de produtos da Onyx Graphics. "Ao oferecer uma explicação visual das características técnicas, os operadores podem se beneficiar e explorar as tecnologias com o auxílio da OnyxTV", completou.

Além de tutoriais, é possível compartilhar seus conhecimentos e dicas a fim de obter os melhores resultados possíveis com os softwares da marca.

Fonte: Signpro Europe



Como resolver problemas na sublimação – Parte 1: Pré-impressão

Por João Leodonio em 08/11/2017
Saiba o que fazer para evitar e corrigir falhas na pré-impressão sublimática

Saiba o que fazer para evitar e corrigir falhas na pré-impressão sublimática

Às vezes, eles parecem insolúveis e onerosos. Porém, quando analisados friamente, podem ser solucionados com simples correções de processo. Estamos nos referindo aos problemas mais recorrentes na sublimação (sobretudo, na de pequenos formatos). Divido em três partes (pré-impressão, impressão e prensagem), este artigo lista as falhas mais recorrentes na produção de materiais estampados com a tecnologia sublimática. Mais importante: mostramos o que fazer para resolver e evitar tais problemas.Confira:

Problema: falhas encontradas na recepção de arquivos (baixa resolução, sem fonte, desenvolvido em Word ou craquelado)

Arquivos abertos ou em baixa resolução podem gerar problemas, como falta de definição, craquelado (ao ampliar) e perda de fontes ou imagens no fechamento.

Recomendação: recepcionar apenas arquivos em alta resolução. A sugestão é que as imagens estejam em arquivos fechados com, no mínimo, 300dpi. Assim, evita-se que, durante o fechamento no RIP, as imagens sejam alteradas ou perdidas.

Observe a diferença de qualidade entre os arquivos: na foto, um está com 70dpi (em baixa) e outro está com 300dpi (em alta)

xx

Problema: dificuldade em obter o resultado de cor esperado (perfil de cor)

É comum utilizar um único perfil para todos os serviços. Também é recorrente a falta de conhecimento na aplicação dos perfis. Ambos os casos geram inúmeros problemas na reprodução de cores, o que causa perda de tempo, materiais e dinheiro.

Recomendação: cada tipo de arquivo (reticulado, chapado) deve ter um perfil de cor, para garantir estabilidade, repetibilidade e economia no consumo de tinta, papel e tempo, sem comprometer a qualidade dos impressos.

É recorrente o problema de diferença entre as cores da prova e da impressão sublimática. Veja como evitar essa falha

xx

Problema: prova de cor (impressão digital) não bate com a reprodução final

Há provas feitas em dispositivos e tecidos diferentes da impressora e da mídia da produção. Também existem provas produzidas sem respeitar padrões de tempo e temperatura na prensagem.

Recomendação: a prova de cor deve ser impressa diretamente da máquina que imprimirá o serviço. Além disso, deve ser prensada no tecido e nas condições de tempo e temperatura que o cliente utilizará. Assim, evita-se a diferença de cor entre prova e produção. Recomenda-se não realizar alterações na arte depois dela ter sido aprovada. Se isso ocorrer, é necessário providenciar uma nova aprovação.

Use um perfil de cor para cada tipo de imagem, para evitar problemas na reprodução das imagens

xx

Problema: prova de cor (impressão offset) não bate com a reprodução final

A prova produzida na plotter da pré-impressão não bate com a cor impressa em offset. A empresa não faz calibração das impressoras (offset e digital). A falta de calibração gera atrasos e perdas de tinta e papel.

Recomendação: a prova de cor deve ser impressa em plotter com o perfil de cor equalizado com a impressora offset. Trata-se de um serviço feito por profissionais especializados, que utilizam um test form (ferramenta para verificação das condições da impressora) na impressora offset. Com o resultado obtido, é gerado um perfil de cores para a plotter. É possível, também, prensar no mesmo tecido da produção. Isso é chamado de “aprovação em máquina”, na qual o cliente aprova as folhas da impressão offset prensados no tecido usado na produção. Porém, esse processo é pouco empregado, devido ao alto custo de hora/máquina e chapas.

xx

Problema: arte aprovada por celular ou computador não calibrado (e ela não bate com a produção)

Fazer aprovação via fotos de celular ou imagem enviadas por qualquer meio eletrônico é um dos procedimentos que mais geram problemas de diferença de cores. As configurações das telas de celular e computador variam muito. Portanto, o que se vê na tela de quem envia é diferente do que se vê na tela de quem está recebendo. Pior: ao rodar o serviço, surge um terceiro resultado.

Recomendação: aprovação no tecido que será utilizado na produção. Também há a possibilidade de fazer a aprovação digital via imagem. Porém, os terminais da aprovação e de conferência na produção deverão estar devidamente calibrados.

 

Sobre o autor: João Leodonio atua no segmento gráfico há 10 anos, como gerente de produção e consultor. Tecnólogo em produção gráfica, atuou como palestrante pela Imprensa Oficial, de Angola, e como consultor de processos produtivos. É proprietário da Pari Transfer Sublimático