Cabeça de impressão à base d’água amplia portfólio da Xaar

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 28/06/2017
Xaar 5501 é indicada para impressoras têxteis

Xaar 5501 é indicada para impressoras têxteis

A fabricante Xaar anunciou a Xaar 5501, nova cabeça de impressão com tecnologia à base d’água. O dispositivo, que complementa as famílias Xaar 1201 e Xaar 5601, é indicado para fornecedores que trabalham em regime OEM e foi desenvolvido em colaboração com a Xerox.

Com tecnologias piezo e Xaar Drive Electronics, a cabeça imprime a 1200 dpi em aplicações como tecidos (diretamente ou com sublimação) e sinalização (banners, cartazes e displays).

A Xaar 5501 possui 5544 nozzles, dispara gotas de 5 picolitros e oferece largura de impressão de 115mm, além de ser compatível com uma variedade de fluidos, como tintas aquosas, tintas UV com baixa viscosidade.

A cabeça emprega usa um sistema de posicionamento e alinhamento por meio de software. Isso uma configuração rápida e fácil das impressoras. Além disso, não requer um sistema de recirculação de tinta, o que diminui custos de integração. A peça também pode ser empregada em aplicações de alta produtividade, em sistemas de impressão única passada.

Jason Remnant, gerente de produto da Xaar, declarou: “Agora temos uma gama completa de soluções para atender a maioria das aplicações que usam cabeças de impressão a jato de tinta de baixa viscosidade. A Xaar 5501 é uma solução muito rentável para impressoras têxteis e de amplo formato, e estará amplamente disponível para parceria OEM no final de 2017”.

Fonte: Xaar



Roland DG doa equipamento para projeto Fab Lab Brasil

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 09/12/2015
Laboratório brasileiro da rede Fab Lab recebeu uma modeladora da Roland DG Brasil

Laboratório brasileiro da rede Fab Lab recebeu uma modeladora da Roland DG Brasil

A Fab Lab é uma rede mundial de laboratórios de fabricação digital compostos por máquinas, softwares e ferramentas eletrônicas. Com o objetivo de democratizar tecnologias e incentivar o conhecimento aberto, cada unidade atua localmente para dar contribuições a diversos mercados internacionais. Criada há onze anos no IMT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts), a rede atualmente possui 800 laboratórios ao redor do mundo.

No Brasil desde 2013, a Fab Lab vem ganhando força e recebeu recentemente uma doação da Roland DG, que tem uma parceria mundial com a rede desde o início do projeto.

Heloísa Neves, do Fab Lab, declarou: “As vantagens dos equipamentos Roland são diversas, principalmente porque são máquinas simples, de fácil manuseio e não dão problemas com manutenção. Fatores muito importantes, pois quando você coloca a tecnologia na mão de uma pessoa que está aprendendo, o equipamento precisa funcionar bem, para que a pessoa não fique frustrada”.

Para reafirmar a parceria, a Roland DG Brasil doou uma unidade da iModela, modeladora 3D compacta de fácil operação, que se encaixa facilmente em qualquer espaço de trabalho. O equipamento foi desenvolvido para explorar ao máximo a criatividade de quem opera.

De acordo com Willians Lotti, gerente de produto da Roland DG, essa doação é só o início: “Nosso objetivo é ampliar cada vez mais a parceria e mostrar para o mercado todos os benefícios de ter um equipamento Roland DG”.

Fonte: Roland DG Brasil



Expectativas para o Wrap Cup, campeonato de envelopamento promovido pela Fespa

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 04/02/2013

Wrap Cup da Fespa: mostre que você sabe envelopar

Wrap Cup da Fespa: mostre que você sabe envelopar

Os melhores envelopadores do país já estão se preparando para a primeira edição do Wrap Cup, campeonato de envelopamento de carro promovido dentro da Fespa Brasil, feira de comunicação visual e impressão digital, que ocorre entre os dias 13 e 16 de março.

O campeão nacional vai ter a oportunidade de participar da etapa internacional da competição, na Fespa de Londres, que ocorre em junho. Mais uma ótima razão para se dedicar à edição brasileira do Wrap Cup.

Muitos dos profissionais inscritos anseiam pelo ensejo. É o caso de Jefferson Pimenta: "Quero muito mostrar meu trabalho. Espero que seja a primeira participação de muitas".

Altamir de Almeida Jr. é outro inscrito que acha a oportunidade auspiciosa: "Com o nível de competição — e tudo o que poderá contribuir para minha carreira —, tenho certeza de o evento, independente da minha colocação, será uma experiência sem igual".

Dimas Brasil é outro adesivador que pretende colocar em prática a sua aptidão: "Participar de um evento como este é indispensável à carreira dos envelopadores, por ser um norteador das técnicas e habilidades".

Outro participante será Eduardo Chardosin, que contempla também a oportunidade de projeção nacional e internacional: "Espero que tenhamos um bom resultado para participar do Mundial. Além disso, o evento é de suma importância para a projeção da marca no contexto no Brasil".

Para quem não se inscreveu, ainda dá tempo. Veja como: no link especialmente preparado para o campeonato.

Fonte: Fespa Brasil