Brasil ganha novo fornecedor de materiais para sinalização e comunicação visual

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 08/07/2017
Cosign apresentou seu portfólio na feira Serigrafia Sign 2017

Cosign apresentou seu portfólio na feira Serigrafia Sign 2017

A Cosign aproveitou a feira Serigrafia Sign 2017 para anunciar sua chegada oficial ao Brasil. Desenvolvedora e fabricante de sistemas e displays para sinalização arquitetônica, a empresa belga atua desde 1993 no mercado internacional de comunicação visual, por meio de plantas na Europa, México, Índia e Hong Kong.

Entre seus principais produtos estão sistemas de sinalização modular, sistemas de molduras de alumínio para fabricação de painéis com tecido impresso, displays de comunicação visual e sistemas para fabricação de placas iluminadas que dispensam soldas e estruturas metálicas. Segundo a empresa, os materiais estão à disposição para pronta-entrega e frete grátis para todo o Brasil para pedidos acima de R$1.000,00.

Igor Lago, diretor comercial da Cosign Brasil, declarou: “Na Serigrafia Sign 2017, mostramos aos signmakers que é possível ter acesso ao que há de mais moderno na comunicação visual a um preço super acessível. A partir do evento, queremos nos tornar a principal referência no Brasil para signmakers que queiram se diferenciar, melhorar suas margens e aumentar a produtividade da sua empresa”.

Outra novidade destacada pela empresa é a mesa laminadora Rolls Roller. De fabricação sueca, o equipamento produz laminações sem bolhas e mais rápidas que trabalhos manuais.

Fonte: Cosign



Avery lança soluções adesivas para customização e proteção de veículos

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 21/06/2018
Linhas de películas AWF e SPF-XI são indicadas para agregar conforto aos veículos

Linhas de películas AWF e SPF-XI são indicadas para agregar conforto aos veículos

A fabricante Avery Dennison anunciou o lançamento de duas séries de películas adesivas de janelas, para aumentar o conforto e a segurança de veículos. Uma das linhas é a Supreme Protection Film XI (SPF-XI), composta por filmes de poliuretano termoplástico ultraclaros fáceis de aplicar. Os materiais oferecem proteção e resistem a danos causados por lascas de pedra, detritos de estrada, manchas de insetos e intempéries. Os filmes também melhoram a estética dos veículos.

A outra série lançada é Automotive Window Film (AWF), composta por películas de janela indicadas para customizar e promover melhorias de segurança e proteção contra calor e brilho. Os filmes usam nanotecnologia para reduzir o calor. Segundo a empresa, a transmissão de luz varia de 5 a 50%, com 99% de bloqueio UV e até 94% de redução de reflexo. Doze filmes diferentes, disponível em três larguras, oferecem diferentes níveis de custo e desempenho.

Oliver Guenther, diretor de marketing da Avery Dennison, declarou: “Há diversos tipos de materiais nos portfólios de películas de janela de veículos. Isso significa que, qualquer que seja a estética e o nível de transmissão de luz desejados, um desses filmes certamente será uma boa escolha”.

Fonte: Avery Dennison



Kyocera lança cabeça de impressão robusta para equipamentos de estamparia têxtil

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 06/01/2016
KJ4B-0300-G06DS oferece resistência contra ambientes adversos associados à impressão materiais para vestuário

KJ4B-0300-G06DS oferece resistência contra ambientes adversos associados à impressão materiais para vestuário

A Kyocera, fabricante japonesa de eletrônicos, anunciou o lançamento da KJ4B-0300-G06DS, cabeça de impressão desenvolvida para equipamentos de estamparia digital têxtil. Com resolução de 300dpi, frequência máxima de 30kHz e compatibilidade com tintas à base d’água, o dispositivo tem largura efetiva de impressão de 112mm e dimensões de 200mm x 45mm x 66,8mm.

De acordo com a empresa, a KJ4B-0300-G06DS dispõe de placa de nozzle de metal altamente rígida, guardas laterais para resistir a choques e estrutura reforçada para evitar refugos de tinta. Além disso, a cabeça pode trabalhar em temperaturas que podem variar de 20ºC a 80ºC.

Ainda segundo a Kyocera, a indústria têxtil global criou uma demanda sem precedentes por tecnologia inkjet, que oferece diversas vantagens em relação a processos analógicos, como agilidade de produção, eliminação de matrizes de impressão e redução de impactos ambientais. No entanto, os fabricantes de cabeças estão sendo pressionados a desenvolver dispositivos cada vez mais adaptados às condições peculiares da estamparia têxtil, para suportar problemas como dispersão de névoa de tinta e resistir à severidade da produção têxtil.

Fonte: Kyocera