Benefícios da cura LED UV na impressão digital

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 17/07/2014

Pouca geração de calor e baixo consumo de energia elétrica são alguns dos benefícios do LED na cura de tintas UV

Pouca geração de calor e baixo consumo de energia elétrica são alguns dos benefícios do LED na cura de tintas UV

Na indústria de impressão digital, algo novo está sempre sendo apresentado. À medida que a tecnologia cresce, é importante que o conhecimento sobre ela também aumente. Por exemplo, você sabia que a tecnologia LED usada na cura de tintas UV consome 75% menos eletricidade que as lâmpadas tradicionais?

De acordo com a Hybrid Services, distribuidora britânica de equipamentos Mimaki, os clientes estão cada vez mais preocupados com os impactos ambientais. E também têm se esforçado para reduzir custos operacionais. Nesse caso, o uso da tecnologia LED UV pode trazer benefícios, tais como:

  • consumo menor de eletricidade (75% menos que sistemas tradicionais de impressão de cura UV);
  • geração mínima de calor;
  • durabilidade de 5.000 horas;
  • operação livre de ozônio;
  • menor geração (aproximadamente 75% menos) de CO2;
  • intensidade de emissão ajustável.

A Hybrid Services informa que a maioria das fabricantes de impressoras UV atualmente utilizam lâmpadas tradicionais "quentes". No entanto, há empresas, como a Mimaki, que são pioneiras em empregar LEDs de cura "fria".

Há milhares de impressoras Mimaki com LED UV operando no mundo. São máquinas capazes de imprimir diretamente em displays para PDV, produtos promocionais, painéis de membrana, sinalização, mídias rígidas, capas de telefone, canetas, chaveiros, vestuário, fine arts, vinis para envelopamento de carro, cartazes, papéis de parede, peças para decoração e uma série de outras aplicações.

A Hybrid Services informa ainda que a tecnologia LED paulatinamente tem se tornado mais eficaz e acessível, em comparação com as lâmpadas "quentes", e os benefícios dela têm ficado cada vez mais evidentes.

Fonte: led-uv.co.uk



Imprimax lança série de revestimentos metálicos

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 04/09/2018
Gold Metallic é composta por várias opções de vinis para decoração

Gold Metallic é composta por várias opções de vinis para decoração

A Imprimax, fabricante brasileira de películas autoadesivas, lançou a Gold Metallic, nova linha de revestimentos metálicos com opções de cores lisas (preto, ouro, prata e vermelho) e acabamentos texturizados (artísticos, escovados, telados e fibras).

Com durabilidade estimada de cinco anos tanto em aplicações externas quanto em instalações internas, os materiais da Gold Metallic são indicados para decoração e personalização de geladeiras, eletrodomésticos, paredes, automóveis, entre outras superfícies.

Os vinis aceitam impressão digital (ecossolvente, solvente, UV e látex), impressão serigráfica (UV ou convencional), impressão flexográfica UV e impressão offset UV.

Vendidas em bobinas de 1,06m x 50m, as mídias podem ser recortadas, com lâmina de 60° e força regulada de acordo com o equipamento.

Confira abaixo as opções da linha Gold Metallic:

Fonte: Imprimax



Cobertura Fespa Brasil 2015 – Parte 4: Visitação, congressos e campeonato de envelopamento

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 31/03/2015

Edição 2015 da Fespa Brasil registrou a visitação de 14236 profissionais

Edição 2015 da Fespa Brasil registrou a visitação de 14236 profissionais

A segunda edição da Fespa Brasil, que ocorreu entre os dias 18 e 21 de março de 2015, no Expo Center Norte, em São Paulo, provou que a feira veio mesmo para ficar e já tem data marcada para 2016, quando acontecerá de 6 a 9 de abril.

Segundo as organizadoras do evento (APS e Fespa), a edição 2015 da Fespa Brasil registrou 439 marcas e 14236 visitantes únicos (aumento de 8% em comparação com a edição anterior, de 2013). Além disso, a exposição teve crescimento de 8% de área e 12% no número de expositores.

Leia também as demais partes desta cobertura:

Alexandre Keese, diretor da APS, declarou: "O balanço é o mais positivo possível. Recebemos impressores vindos de todos os lugares do país. São empresários buscando novos investimentos, tecnologias e oportunidades de negócio".

Já Lascelle Barrow, presidente da Fespa, declarou: "A feira foi fantástica. É absolutamente incrível o número de pessoas que vieram este ano. Em todos os dias, esteve lotada. As pessoas passam o dia todo na feira. É uma grande oportunidade ter a Fespa no Brasil. Os expositores ficaram extremamente felizes, e isto é muito bom".

Além de expansão nos segmentos de comunicação visual e impressão digital, a organização do evento promete para 2016 mais uma novidade. Trata-se da Brasil Label, iniciativa voltada para profissionais de impressão de rótulos. A feira está confirmada para ocorrer na mesma data e espaço da Fespa Brasil.

Campeonato de envelopamento de carros

Além de inúmeros equipamentos e produtos nos diversos estandes de fornecedoras do mercado, o visitante pôde conferir (e participar) da segunda edição do Wrap Cup Masters Series Brasil, competição de envelopamento de veículos cujo vencedor garante vaga para participar da edição internacional da disputa, que acontece em maio, na Alemanha, durante a Fespa 2015.

Dessa vez, Eduardo Chardosim Stabel, de Porto Alegre (RS), sagrou-se campeão. Em segundo lugar, ficou Marcos Araújo Pereira, de Diadema (SP).

Eduardo Chardosim Stabel (esquerda) recebeu o prêmio das mãos de Alexandre Keese, diretor da APS

Eduardo Chardosim Stabel (esquerda) recebeu o prêmio das mãos de Alexandre Keese, diretor da APS

Stabel, que havia participado do campeonato em 2013, declarou: "O dia a dia conta muito, pois trabalho com isso há muitos anos e sei que é a experiência rotineira o principal treinamento. Vou me preparar muito para o mundial, seguir trabalhando forte e ficar atento às novidades do mercado para conseguir sempre os melhores resultados".

Adriano Medeiros, da PixelDots, reforçou: "Ficamos impressionados com a categoria avançada dos 12 competidores. Todos demonstraram excelente preparo, cada um com seu método, e a vitória do Eduardo não foi uma surpresa, pois ele também tem um nível altíssimo. Já estamos preparando as novidades para os competidores de 2016".

Disputa acirrada: Wrap Cup reuniu 12 envelopadores de alto nível técnico

Disputa acirrada: Wrap Cup reuniu 12 envelopadores de alto nível técnico

Congressos

Além de promover a exposição, a Fespa e a APS organizaram eventos grátis como o Congresso Internacional de Impressão Digital e o Digital Textile Conference, realizado pela primeira vez no Brasil. Ambos correram paralelamente à Fespa Brasil 2015 e somaram aproximadamente 500 participantes.

Dentro do Congresso Internacional de Impressão Digital, foi promovido o primeiro Debate de Estratégias de Mercado da Comunicação Visual no Brasil. Mediado por Luciana Andrade, especialista no segmento, cinco empresários de diferentes cidades brasileiras (Fortaleza, Curitiba, São Paulo, Porto Alegre e Cuiabá) apresentaram experiências, impressões, métodos e técnicas aos participantes. Foram abordados temas como nichos de mercado, evolução empresarial, impacto da economia, entre outros. O público tirou dúvidas e transmitiu suas aspirações.

Visitante participou de palestras gratuitas promovidas em congresso dentro da Fespa Brasil 2015

Visitante participou de palestras gratuitas promovidas em congresso dentro da Fespa Brasil 2015

A novidade na Fespa Brasil 2015 foi o Digital Textile Conference. A iniciativa destacou a impressão digital têxtil. Durante o evento, empresários e especialistas no ramo falaram sobre técnicas, processos e outros pontos. Os representantes da APS e da Fespa destacaram a importância de reverter lucros em educação para o mercado, além da preocupação em gerar demanda de impressão.

Ricardo Pi, palestrante do Digital Textile Conference, declarou: "No congresso, pudemos compartilhar algo que já vem acontecendo com força na Europa e nos Estados Unidos: o uso do tecido para comunicação visual em grandes formatos. Comparamos a diferença em termos de custos e benefícios. Demonstramos esta possibilidade aos participantes".

Fonte: Fespa Brasil