Azon lança impressora UV LED de pequeno formato

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 05/01/2016
Modelos da linha Azon podem imprimir materiais com espessura de até 100mm

Modelos da linha Azon podem imprimir materiais com espessura de até 100mm

A Azon, fabricante europeia de impressoras digitais, anunciou no mercado internacional a Mason, nova geração de equipamentos UV LED com área máxima de impressão de 590mm x 700mm, usada para estampar diversos objetos 3D e substratos, como madeira, cerâmica, plásticos, entre outros materiais.

As máquinas vêm com sistema bulk ink com sensor de monitoramento e seis reservatórios de 500ml de tinta, que podem ser recarregados facilmente por meio de garrafas. As tintas utilizadas pelos equipamentos da série Mason são pigmentadas e duram até cinco anos.

De acordo com a empresa, as impressoras Mason empregam sistema de única passada e conjunto de cores CMYK e branco. Além disso, as máquinas incluem software RIP Azon, que viabiliza trabalhos com resolução de 1440dpi e imagens com detalhes finos.

Outro diferencial das máquinas Mason é o novo servo motor e o sistema de parafuso, que operam com precisão o movimento dos substratos pelo equipamento.

Fonte: Azon



Zünd anuncia novas fresas com revestimento DLC

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 06/05/2019
Fresas foram desenvolvidas especialmente para mesas de corte da fabricante suíça

Fresas foram desenvolvidas especialmente para mesas de corte da fabricante suíça

A fabricante Zünd está trazendo para o mercado novas fresas com revestimento DLC (diamond-like carbon), que reduz o atrito, aumenta a resistência ao desgaste e melhora o desempenho da produção. As peças são otimizadas para equipamentos Zünd e estão disponíveis em diâmetros de 2mm a 6mm, para trabalhos em mídias de alumínio, madeira e PVC.

De acordo com a empresa, o atrito durante o processamento afeta a qualidade das mídias, o desempenho da mesa de corte e a longevidade das fresas. Além de diminuir os desgastes, o revestimento de DLC permite maiores velocidades e profundidades de corte. Por exemplo: compósitos de alumínio de até 4mm de espessura podem ser processados em uma única passada, a uma velocidade de até 11m/36pés por min.

As fresas também têm propriedades que ajudam a evitar o acúmulo de material nas peças cortadas. Suas forças de arrasto reduzidas permitem o roteamento de contornos mais detalhados. Por isso, até peças menores podem ser processadas sem a necessidade de pontes para mantê-las no lugar. As superfícies mais lisas das fresas também diminuem a quantidade de calor gerado durante o processamento. Isso elimina a necessidade de refrigeração e lubrificação. Portanto, painéis de alumínio podem ser cortados a seco ao usar as peças de DLC, o que facilita o manuseio e mantém a área de trabalho limpa e seca.

Fonte: Zünd



Kornit anuncia novo equipamento para impressão direta em vestuário

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 15/01/2019
Atlas Kornit produz 350 mil impressões por ano

Atlas Kornit produz 350 mil impressões por ano

A Kornit, fabricante de equipamentos para estamparia digital têxtil, anunciou a Atlas Kornit, DTG (Direct-To-Garment) indicada para produção industrial de impressão direta em vestuário.

Capaz de produzir por ano 350 mil impressões, a máquina vem equipada com cabeças com sistemas recirculantes e emprega a série de tinta NeoPigment Eco-Rapid, récem-desenvolvida pela empresa. Segundo a empresa, os insumos são compatíveis com tintas serigráficas e possuem certificações GOTS e Oeko-Tex Eco-Passport. A tinta branca é altamente opoca.

A máquina conta com uma versão aprimorada da tecnologia HD da Kornit, complementada por software RIP, além de dar suporte a soluções de softwares baseadas em nuvem para otimização, business intelligence e análise de produtividade.

Omer Kulka, vice-presidente de marketing da Kornit, declarou: “A Atlas é modular e pronto para o futuro, para que o cliente possa fazer implementações rápidas e fáceis de novos desenvolvimentos”.

Fonte: Kornit