Avery anuncia edição de 2017 do Wrap Like a King

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 09/07/2017
Quinta edição da competição de envelopamento terá competidores do Japão, China e Coreia do Sul

Quinta edição da competição de envelopamento terá competidores do Japão, China e Coreia do Sul

A Avery Dennison, fabricante de vinis adesivos, anunciou a quinta edição do Wrap Like a King, campeonato internacional de envelopamento de carros. A competição ocorrerá entre os dias 1º de julho e 15 de setembro de 2017. Neste ano, o campeonato foi estendido para o Japão, China e Coreia do Sul, além de já incluir Europa, Oceania e América do Norte. Portanto, instaladores de 53 países poderão enviar seus projetos para concorrer a um pacote de prêmios que valem mais de 30 mil dólares. Frisa-se que podem participar apenas trabalhos envelopados com vinis das linhas Avery Dennison Supreme Wrapping Film, Conform Chrome, ColorFlow e MPI 1105 Supercast Digital.

Na primeira etapa do Wrap Like a King 2017, os inscritos competirão com seus pares de suas respectivas regiões: América do Norte, Europa, Ásia do Norte e Austrália/Nova Zelândia. Os vencedores desta fase serão anunciados em outubro, quando passam a competir entre si. O campeão será escolhido por um painel de jurados especialistas e será anunciado na feira Sema, que ocorre entre os dias 31 de outubro e 3 de novembro, em Las Vegas, EUA.

Os quatro vencedores regionais receberão uma estadia de três noites em Las Vegas, para participar a feira Sema 2017. Além disso, eles receberão um pacote de prêmios de 3.200 dólares, que inclui vouchers de presente e uma variedade de ferramentas promocionais e de marketing. O grande vencedor (King of the Wrap World) ganha mais um pacote no valor de 5 mil dólares.

As inscrições são feitas pelo link www.wraplikeaking.com, que contém também informações sobre as regras da competição e a biografia dos juízes, que são:

  • Justin Pate - The Wrap Institute (EUA);
  • Myles Kovacs - DUB Magazine (EUA);
  • Jun Kinoshita - Avery Dennison (Japão);
  • Stefan Ude - Ude FolierungsKonzepte (Alemanha);
  • Anders Prates - WTP Dekor (Suécia);
  • Molly Waters - Avery Dennison (América do Norte);
  • Peter Wright - Avery Dennison (Ásia do Pacífico)
  • Jurriaan de Vries - Avery Dennison (Europa).

Fonte: Avery Dennison



J-Teck3 lança tinta digital para aplicações industriais

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 22/03/2014

J-MelaMine foi desenvolvida para aplicações industriais

J-MelaMine foi desenvolvida para aplicações industriais

A fabricante J-Teck3 apresentará na InPrint, feira que acontece na Alemanha, uma nova tinta desenvolvida para aplicações industriais. Intitulado J-MelaMine, o insumo é à base d’água e é indicado para impressoras a jato de tinta que empregam cabeças Kyocera.

Segunda a empresa, a J-MelaMine apresenta resistência a luz e saturação de cores, o que confere tons mais fortes e brilhantes.

Disponível na paleta CMYK, a nova tinta da J-Teck3 tem solidez e permite a impressão de painéis e laminados a serem usados no mercado de móveis e decoração de interiores.

Na InPrint 2014, a fabricante também vai mostrar as tintas sublimáticas da linha J-Cube RF/KF, indicadas para impressoras industriais que utilizam cabeças de impressão da Kyocera ou da Ricoh.

Fonte: Large Format Review



EFI lança impressora sublimática Vutek FabriVU 340i

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 16/05/2018
Impressora vem com sistema em linha de transferência térmica

Impressora vem com sistema em linha de transferência térmica

A fabricante EFI anunciou a nova Vutek FabriVU 340i, impressora sublimática com 3,4m de largura indicada para alta produção de soft signage. Capaz de reproduzir imagens com resolução máxima de 2.400dpi, a máquina pode trabalhar nas velocidades de 500m²/h (máxima), 250m²/h (produção) e 165m²/h (PDV).

A Vutek FabriVU 340i inclui um novo sistema em linha que permite a transferência térmica da tinta em conjunto com a impressão. Segundo a empresa, o equipamento custa mais barato do que uma solução com impressora e presa térmica compradas separadamente. Além disso, ocupa menos espaço. Portanto, ao combinando duas etapas de produção em um processo contínuo, é possível obter maior produtividade e diminuir custos.

A CoverUp Ltd, de Dublin, Irlanda, foi a primeira empresa a adquirir uma unidade da Vutek FabriVU 340i. Anthony Byrne, diretor de operações da empresa, que é especializada em impressão têxtil, declarou: “Queríamos aumentar nossa capacidade de produção de soft signage, com um equipamento que sublimasse em linha. Fomos até a fábrica da EFI Reggiani, na Itália, para ver uma das primeiras unidades da Vutek FabriVU 340i, e descobrimos que a impressora era uma atualização significativa em termos de qualidade de imagem, produtividade e confiabilidade. A adição dessa tecnologia nos dará uma vantagem competitiva em nosso mercado”.

Fonte: EFI