Austrália emprega papéis eletrônicos em sinalização de tráfego

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 09/08/2015
E-papers orientam e ajudam motoristas da cidade de Sydney

E-papers orientam e ajudam motoristas da cidade de Sydney

Os motoristas da cidade de Sydney, na Austrália, recentemente passaram a contar com uma nova forma de sinalização de tráfego. Trata-se de um tipo especial de papel eletrônico desenvolvido e instalado pelo Road and Maritime Services (RMS), órgão governamental australiano responsável pela gestão de rodovias e vias navegáveis, que trabalhou em parceria com a Visionect, empresa fornecedora de e-papers.

Segundo a Visionect, é a primeira vez no mundo que a tecnologia de “tinta digital”, também usada em e-books, foi empregada em sinalização de trânsito.

Além da instalação dos displays de e-papers pela cidade, a RMS desenvolveu outras tecnologias para tornar possível o uso inteligente das novas sinalizações digitais. É o caso de uma rede de comunicação sem fio por meio da qual é possível monitorar e detectar avarias nos displays de trânsito, o que possibilita consertos e reposições rápidas. A rede também ajuda a evitar problemas de funcionamento causados pelo calor do sol ou por paralisações durante quedas de energia.

Ainda de acordo com a Visionect, depois da instalação dos papéis eletrônicos, toda a sinalização de trânsito de Sydney passou a ser sustentável, pois os displays são alimentados por energia solar, recurso natural abundante na Austrália. Além disso, o material consome pouca energia e com eficiência.

Outra vantagem é a ótima visibilidade noturna oferecida pelos displays, que irradiam luz pela parte frontal do e-paper assim que começa a escurecer.

Fonte: Digital Signage Today



Akad lança impressora Novajet CAD

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 23/01/2017
Equipamento é indicado para produção de projetos CAD e moldes para indústria têxtil

Equipamento é indicado para produção de projetos CAD e moldes para indústria têxtil

A Akad, fornecedora nacional de materiais para sinalização, anunciou o lançamento da Novajet CAD, impressora monocromática de arquivos HPGL criados em softwares CAD. O equipamento é indicado para produção de projetos de arquitetura e engenharia, mapas, desenhos técnicos e impressão de moldes para a indústria têxtil para enfesto.

O modelo aceita papéis de impressão inkjet com gramaturas entre 40 e 80g/m2 e largura útil de 914mm. Além disso, vem com duas cabeças de impressão com cartuchos HP45, de fácil substituição.

Com painel de LCD e porta de comunicação USB, a impressora roda com um software de fácil operação, responsável pelo gerenciamento dos arquivos digitais. Por meio desse aplicativo, o operador gerencia a fila de impressão, pré-visualiza e redimensiona arquivos, altera a ordem dos arquivos a serem impressos e cria múltiplas cópias.

Fonte: Akad



LaserPro 290LS, máquina para corte de metais, está disponível

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 27/12/2012

Máquina da GCC

Nova máquina a laser da GCC, para corte de metais

A GCC, fornecedora de equipamentos para a indústria de comunicação visual, anunciou que a LaserPro 290LS 200W já está disponível no mercado internacional. Ideal para o corte de chapas de metal (aço inoxidável, alumínio e cobre), a máquina usa gases como o nitrogênio e o oxigênio para trabalhar os substratos. Também usa um feixe muito fino de laser, que consegue maior precisão no corte.

Segundo a empresa, a GCC LaserPro 290LS, de 200W, é compacta e consome menos energia do que outras máquinas similares, isso porque ela usa uma tecnologia diferente, a de fibra, para criar o feixe de laser. Segundo a empresa, esse sistema também tem maior vida útil do que os equipamentos que empregam tubo de CO2.

Veja tabela produtiva:

Material Espessura do corte Gás Pressão (PSI)
Aço inoxidável Acima de 1,5mm Nitrogênio 400~480
Alumínio Acima de 0,5mm Nitrogênio 200~460
Cobre Acima de 0,5mm Oxigênio 200~280

Fonte: GCC. Texto: InfoSign