Aslan apresentará novidades na Fespa Internacional

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 03/03/2015

Entre as novidades estão mídias para adesivação de pisos

Entre as novidades estão mídias para adesivação de pisos

A Aslan, fabricante alemã de mídias, completará 65 anos em 2015. Para comemorar o aniversário, a empresa está preparando uma série de lançamentos, sobretudo de adesivos antiderrapantes para chão, indicados para aplicações seguras e atraentes em vários locais, como áreas de entrada e de jantar de estabelecimentos comerciais e turísticos.

Além de um novo filme com efeito metálico e brilhante, a Aslan lançará três películas para decoração de vidro. As mídias contam com canais de liberação de ar que facilitam a aplicação a seco. Os filmes apresentam padrões impressos e resistentes a riscos e solventes.

A fabricante adiantou que essas e outras novidades serão exibidas na Fespa, feira internacional que ocorrerá em maio, na Alemanha.

Fonte: My Print Resource



EFI adquire empresa desenvolvedora de sistemas de corantes e cores

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 06/03/2016
Rialco Limited é a mais nova aquisição da EFI

Rialco Limited é a mais nova aquisição da EFI

A EFI, fabricante de equipamentos para impressão digital, anunciou a compra da Rialco Limited, empresa europeia fornecedora de produtos de cores e corantes.

Sediada em Bradford, no Reino Unido, a Rialco passa a opera como parte da divisão de produtos inkjet industriais da EFI. Além de continuar a trabalhar com seus clientes atuais, a empresa pretende expandir seu portfólio de produtos e serviços a novos clientes. Já a EFI planeja ampliar suas ofertas de materiais inkjet com os recursos dos componentes avançados de tinta da Rialco.

Os termos financeiros da aquisição não foram divulgados, mas não é esperado que a transação seja relevante para os resultados financeiros da EFI no 1º trimestre de 2016 ou no ano inteiro. Os funcionários da Rialco foram aproveitados pela EFI e continuarão a trabalhar nas atuais instalações da fornecedora de corantes.

A tecnologia de produção de corantes usados na composição de tintas sublimáticas foi um dos elementos determinantes para que a EFI adquirisse a Rialco. Novas pesquisas da Smithers Pira preveem o crescimento de 18,4%, em relação ao ano anterior em volume de impressão com tinta de sublimação até 2021.

Stephen Emery, vice-presidente da divisão de tintas da EFI, declarou: “Ao agregar a Rialco, a plataforma da EFI amplia vantagens técnicas aos clientes dos setores de sinalização, tecidos, cerâmica e outros que estão rapidamente em transição da impressão analógica para digital”.

Fonte: EFI Brasil



Influência da temperatura na instalação de vinis adesivos

Por Eduardo Yamashita em 28/07/2015
Artigo técnico aborda a influência da temperatura na aplicação de vinis adesivos

Artigo técnico aborda a influência da temperatura na aplicação de vinis adesivos

Todo vinil adesivo sofre influência de temperatura. O frio extremo pode afetar o desempenho do filme de PVC e dificultar a instalação. Por outro lado, o calor extremo pode tornar o adesivo muito agressivo. Portanto, ao instalar imagens de vinil no Pará ou Rio Grande do Sul, em janeiro ou junho, é preciso enfrentar alguns desafios ambientais. Quais são os riscos? E como saber quando está muito frio para a instalação planejada?

Em ambientes muito frios

A baixa temperatura do ambiente ou da superfície reduz a plasticidade do filme de PVC, o que pode roubar sua capacidade de se conformar a uma superfície curva ou ligeiramente texturizada. No entanto, não haverá problema se a superfície de aplicação for lisa e plana. Em outras palavras, a elongação do filme de PVC diminui, deixando-o mais quebradiço.

Mas conformação é apenas parte do problema. O vinil mais conformável do mundo só vai ficar parado (adesivado) se o adesivo trabalhar. Em temperaturas abaixo da mínima, o adesivo torna-se tão frágil que não se molda à superfície. Se estiver perto da temperatura mínima da superfície, o filme pode aderir, mas não vai se relacionar bem o suficiente para tornar-se permanente. Isso poderia causar falha adesiva após a entrega ao cliente.

Qual a temperatura ideal para evitar o fracasso das aplicações? Depende. Cada vinil é diferente, mas em geral a temperatura mínima varia entre 4ºC e 7ºC para vinis cast e entre 8ºC e 10ºC para calandrados. Para ter certeza dos valores ideais, consulte sempre os dados publicados pelos fabricantes.

Falhas de aplicação podem acontecer caso não seja levada em consideração a temperatura como fator de influência durante a instalação de vinis adesivos
Falhas de aplicação podem acontecer caso não seja levada em consideração a temperatura como fator de influência durante a instalação de vinis adesivos

Intemperismo e armazenamento

Ao armazenar vinis em local separado do espaço de trabalho, é preciso adaptá-los à temperatura do ambiente antes da aplicação. Se estiver 22ºC em sua mesa e 3ºC na área de armazenamento, o vinil pode não estar pronto para o trabalho. Logo, será necessário aquecer a mídia para que fique entre 20ºC e 25ºC. Esse procedimento também é válido para fitas adesivas, filmes de laminação e outros materiais autoadesivos.

Entretanto, se o seu vinil está quente e será instalado em um veículo em uma garagem com a temperatura mais baixa, será necessário aquecer a superfície antes da instalação. A temperatura da superfície é tão importante quanto a do próprio vinil.

Lembre-se que, geralmente, leva alguns dias para o adesivo curar na superfície. Então, se você tem de instalar vinis em clima frio, faça-o em local climatizado. Além disso, tente organizar o ambiente para manter a superfície recém-decorada ou o veículo por alguns dias (mínimo de dois dias) descansando antes de liberá-lo para o cliente.

Agora você sabe que “depende” é a resposta para a questão “é quente o suficiente para instalar o vinil?”.

Este artigo técnico foi patrocinado pela Imprimax, fabricante de vinis adesivos
Este artigo técnico foi patrocinado pela Imprimax, fabricante de vinis adesivos