Anajet lança impressora digital de camisetas e vestuário

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 22/10/2018
Ricoh Ri 1000 é a mais nova adição de impressora DTG ao portfólio da Anajet

Ricoh Ri 1000 é a mais nova adição de impressora DTG ao portfólio da Anajet

A AnaJet, empresa adquirida pela Ricoh, lançou no mercado internacional a Ricoh Ri 1000, impressora digital para impressão direta em vestuário.

Capaz de rodar com resolução de 1200 x 1200dpi, a máquina estampa peças de diversos tamanhos e emprega um sistema de placas de troca rápida, disponíveis em vários estilos e tamanho de até 16 x 19,6 polegadas. Segundo a empresa, essas placas encaixam-se e desligam-se facilmente.

A Ricoh Ri 1000 possui arquitetura em aço durável que inclui um mecanismo de impressão de alto desempenho. O design especializado de transporte e mesa ajuda a manter o desempenho da máquina, mesmo em produções em velocidade de até 28 segundos por imagem (colorida, de 10 x 8 polegadas).

A máquina também oferece recursos que economizam tempo, como placas de troca rápida, limpeza automática inteligente, agitação de tinta branca e um guia interativo de operações que envia lembretes para a conclusão de tarefas.

A Ricoh Ri 1000 foi projetada para ser “pronta para uso”. Portanto, as manutenções automatizadas limpam as cabeças de impressão e agitam a tinta branca regularmente, para economizar tempo e facilitar o uso e a manutenção do dispositivo. Além disso, a impressora monitora continuamente seu suprimento de tinta, nível de ar e dampers, ajustando-os quando necessário.

Para as tarefas de manutenção não automáticas, a máquina disponibiliza o guia de operação que fornece alertas de execução de tarefas. Um display sensível ao toque também permite o gerenciamento intuitivo das operações e fluxos de trabalho.

Fonte: SGIA



Serilon apresenta nova cortadora

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 24/01/2013

Cortadora

Equipamento faz corte em uma série de substratos

A Serilon, fornecedora nacional de produtos para comunicação visual, anunciou mais um lançamento, a cortadora Evolution. O equipamento, que trabalha com materiais flexíveis e semi-rígidos, opera manualmente e é compatível com vinil, lona, magneto, filme de impressão, PVC, acrílico e foam board.

Com a adição de uma ferramenta específica (vendida à parte), a cortadora Evolution também pode ser usada no corte de tecidos.

Fácil de instalar e simples de ser usada, a máquina corta materiais de até 1,3cm de espessura. De acordo com seus representantes, toda a extensão do material é cortada por igual, garantindo a qualidade de seu trabalho.

Veja o equipamento em operação nesse vídeo especialmente preparado pela Serilon:

Fonte: Serilon



Epson, Avery e Casa do Zezinho unem-se por causa educacional

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 27/11/2018
Realizado em dez países, projeto Impressione América Latina chega ao metrô da capital paulista

Realizado em dez países, projeto Impressione América Latina chega ao metrô da capital paulista

A Epson Brasil, em parceria com a Avery Dennison, criou o Impressione América Latina, projeto que estimula o debate sobre questões sociais por meio da exposição de impressões em grande formato. No dia 21 de novembro, a ação desembarcou em São Paulo (SP), onde permanecerá até 20 de dezembro e abordará a necessidade do desenvolvimento de atividades educativas, artísticas, culturais e esportivas para crianças e adolescentes de baixa renda.

O primeiro passo da Epson foi realizar um concurso e selecionar a obra da artista gráfica Bianca Klempe, de 20 anos, para ilustrar a causa defendida no Brasil. Com o tema “Enquanto você espera só um pouquinho, já tem gente esperando por muito tempo”, a criação impressa em grande formato ficará exposta na Linha 4-Amarela do metrô de São Paulo, em duas portas da plataforma de embarque da Estação Pinheiros e no corredor de acesso à Estação Paulista. Além disso, a ação resultou em uma doação em dinheiro para a Casa do Zezinho, organização sem fins lucrativos localizada no Parque Maria Helena, bairro da Zona Sul paulistana.

Os painéis criados por Bianca foram estampados em substrato Avery Dennison pela impressora solvente Epson SureColor S60600, que incorpora a cabeça de impressão PrecisionCore TFP. Sobre a tecnologia, Evelin Wanke, gerente de vendas da Epson do Brasil, declarou: “Os equipamentos dessa linha ainda incluem a tinta solvente GS3 UltraChrome, que oferece alta qualidade de impressão, durabilidade e menor tempo de secagem”

Criada em 1994, a Casa do Zezinho recebe jovens entre 6 e 21 anos que frequentam a rede pública de ensino. Com base nos quatro pilares da Pedagogia do Arco Íris, criada pela psicopedagoga Tia Dag, a ONG investe em programação socioeducativa que compreende artes, ciências, filosofia e espiritualidade

Eduardo Valentin Gonçalves, head de marketing da Epson do Brasil, declarou: “A Epson está sempre atenta às necessidades de desenvolvimento dos países onde está presente. No Brasil, acreditamos que a educação é um fator para a transformação social. Por isso, optamos por realizar este trabalho com a Casa do Zezinho. E o metrô de São Paulo, pela democracia e abrangência que oferece, possibilita gerar impacto em grupos de diferentes gêneros, raça, idade e classe social. Cerca de 197 mil pessoas passam pela Estação Paulista diariamente, enquanto 173 mil usuários circulam todos os dias pela Estação Pinheiros”.

Outros nove países participam do Impressione América Latina. O primeiro local a contar com a exposição de uma obra foi o Museu Gabriela Mistral, em Santiago (Chile). No país, a causa defendida foi o combate ao câncer de mama, assim como na Argentina, onde uma obra foi exibida no Museu de Arquitetura e Design de Buenos Aires.

Fonte: Epson Brasil