Ampla Digital expande atuação em mercados internacionais

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 26/01/2014

A Ampla, fabricante nacional de impressoras digitais, inicia 2014 a fim de expandir seus negócios: a empresa pretende atender também o mercado estrangeiro. Para tanto, o primeiro passo da fornecedora é estabelecer uma rede internacional de distribuição. Por isso, está em busca de distribuidores na América Latina, América do Norte, África, Europa e Ásia.

2014 será o ano de novos negócios para a brasileira Ampla

2014 será o ano de novos negócios para a brasileira Ampla

Lie Tji Thjun, diretor geral da Ampla, comentou: "Além de desenvolver e fabricar máquinas para o empresário brasileiro, queremos atender as necessidades do mercado externo, oferecendo alternativas com produtividade acima da média, altíssima qualidade de impressão e todas as características industriais que já são conhecidas nos equipamentos da nossa marca".

O carro-chefe da Ampla é a linha de impressoras UV, composta por equipamentos rolo a rolo e flatbed. Para o segmento de sublimação, a fabricante destaca a Targa XT Aquatex, cuja largura de impressão é de 1,8m. A máquina trabalha na velocidade de até 180m²/h e vem equipada com 12 cabeças de impressão de 7 picolitros. Para o segmento de tecnologia solvente, a Ampla oferece a Targa XT e a Samba XT.

Fonte: Ampla Digital



Imprimax lança série de vinis para recorte eletrônico

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 08/10/2019
Silver Max tem 39 opções coloridas para quem trabalha com plotters de recorte

Silver Max tem 39 opções coloridas para quem trabalha com plotters de recorte

A fabricante Imprimax lançou uma série de vinis adesivos desenvolvidos para quem trabalha com plotters de recorte. É a Silver Max, composta por películas de PVC polimérico calandrado de 80 micra, cola reposicionável e liner de papel couché siliconado de 120g/m².

A fornecedora indica a linha Silver Max para a composição de peças de sinalização interna e externa, como banners, faixas, estandes de eventos, fachadas, frontlights, painéis, totens, displays de pdv e vitrines. As mídias também podem compor decorações de frota de carros, embarcações, jet skis, aeronaves, entre outros veículos.

Vendidas em rolos de 1,22m x 50m, as películas duram seis anos depois de aplicadas em ambientes internos ou externos. As opções metálicas e perolizadas têm durabilidade de dois anos em instalações outdoor e quatro, em indoor. A validade da mídia cai para um ano no caso de ser usada no envelopamento automotivo.

Os vinis Silver Max podem receber impressão digital (ecossolvente, solvente, UV e látex), serigráfica (UV e solvente), flexográfica UV e impressão offset UV.

Para a correta aplicação, a superfície deve ser lisa e plana e estar limpa com álcool isopropílico, para evitar impurezas, oleosidade e outros químicos que possam colocar em risco a qualidade da instalação.

A linha Silver Max divide-se entre as opções semibrilhantes e foscas. Confira:

- Semibrilho: Amarelo Gengibre, Amarelo Médio, Amarelo Ouro, Azul Allure, Azul Marinho, Azul Médio, Azul Noturno, Bege Taupe, Branco, Cinza Claro, Cinza Escuro, Cobre Vecchio, Coral Dourado, Laranja, Magenta, Magnólia, Prata Infinito, Preto Rosa, Ternura, Verde Bandeira, Verde Menta, Vermelho Fogo, Vermelho Granada, Vermelho Tomate e Vermelho Vivo.

- Fosco: Amarelo Gengibre, Azul Allure, Bege Taupe, Branco, Cobre Vecchio, Coral Dourado, Magnólia, Prata Infinito, Preto, Rosa Ternura, Verde Menta e Vermelho Vivo.

Fonte: Imprimax



Zünd lança módulo de corte a laser para suas mesas de corte

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 05/09/2017
Dispositivo corta e sela as bordas de tecidos usados em sinalização

Dispositivo corta e sela as bordas de tecidos usados em sinalização

A fabricante Zünd anunciou no mercado internacional o LM 100W, módulo a laser para mesas de corte empregadas em trabalhos de sinalização.

Projetado para cortar tecidos de poliéster e, simultaneamente, selar as bordas das mídias, o dispositivo automatiza uma operação manual e, portanto, elimina a necessidade de costura.

Equipado com um laser de CO2, de 100W, refrigerado a ar, o dispositivo trabalha na velocidade de processamento de 44m por minuto. Além disso, o módulo laser é totalmente fechado, o que fornece proteção confiável ao operador, que não precisa usar equipamentos de segurança, como óculos de proteção.

De acordo com a empresa, é preciso apenas um operador, alguns passos simples e alguns minutos para converter uma mesa de corte da Zünd em um sistema de corte a laser. Depois de terminar os trabalhos com laser, é fácil reconfigurar o equipamento para a outra aplicação.

A sinalização de tecidos oferece um enorme potencial de novas aplicações de comunicação visual. Os tecidos de poliéster estão começando a substituir mídias de papel e PVC.

Fonte: Zünd