Alltak promove workshop de envelopamento de carros em agosto

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 17/07/2016
Evento ocorre no dia 10 de agosto, em São Paulo

Evento ocorre no dia 10 de agosto, em São Paulo

A equipe da Alltak, fabricante nacional de vinis adesivos, e a CVI Lonas e Adesivos promoverão um workshop de envelopamento de carros no dia 10 de agosto, das 17h às 20h, na R3 Tratamento Automotivo (av. Nossa Senhora do Sabará, 1139, Santo Amaro, São Paulo-SP).

O objetivo do workshop é ensinar a envelopar veículos com produtos fabricados pela Alltak por meio de truques e demonstrações práticas. Confira a programação:

  • 17h00 – recepção e cadastramento;
  • 17h30 – palestra “A visão do banner”;
  • 18h30 – coffee break;
  • 19h00 – palestra “Envelopamento automotivo: conheça os benefícios e sua lucratividade”;
  • 19h20 – demonstrações práticas: técnicas e truques de envelopamento;
  • 20h00 – entrega de certificados e sorteio de brindes.

As vagas são limitadas, e a presença deve ser confirmada com antecedência pelo e-mail contato@cvilonaseadesivos.com.br ou pelos telefones (11) 5631-7154 e 3938-2182.

Fonte: Alltak



Aplicação de vinil adesivo: a seco ou úmida

Por Eduardo Yamashita em 27/06/2015

Conheça prós e contras de cada um dos métodos de aplicação

Conheça prós e contras de cada método

Na hora de adesivar vinis, em uma parede ou ao fazer o envelopamento de carros, os profissionais de instalação e aplicação deparam-se com uma dúvida elementar: usar método úmido ou a seco?

A diferença entre eles é a presença (ou não) de água, elemento cujo objetivo é criar uma "película" entre o adesivo (cola) e a superfície. A água diminui a aderência (tack) inicial do adesivo. Isso facilita a aplicação, pois o adesivo fica com menos área de contato com a superfície.

Na aplicação úmida, é possível reposicionar o vinil até que o aplicador encontre a posição correta da película. No método a seco, como a aderência é total, não é possível fazer o reposicionamento do vinil.

Cada método tem prós e contras, resumidos a seguir:

  Vantagens    Desvantagens
Aplicação úmida
- Baixa adesão do adesivo (cola) à superfície;
- Reposicionamento total do vinil;
- Facilidade nos encaixes entre vinis.
- Adesão inicial mais demorada;
- Elevado tempo de instalação (em função da secagem da água);
- Necessário ambiente adequado para trabalhos com água;
- Limitado a superfícies planas ou curvas simples.
Aplicação a seco
- Não precisa de tempo adicional antes do acabamento;
- Poder ser usado em qualquer superfície.
- Necessário uso de fitas de posicionamento da imagem;
- Alta aderência do adesivo (cola) à superfície;
- Difícil reposionamento.

 

A seco ou úmida

Uma pergunta bastante frequente é: Qual método devo utilizar? Para obter a resposta, você vai precisar saber o tipo de superfície sobre a qual será aplicado o vinil adesivo.

O método a seco é indicado para qualquer tipo de superfície. Já o úmido é indicado apenas para superfícies planas ou com curvaturas simples.

A diferença entre ambas é a aplicação de água

A diferença entre ambas é a aplicação de água

A pergunta seguinte é: Por quê? Porque, ao aplicar o método úmido em superfícies complexas (com curvaturas compostas e baixos relevos), não é possível remover toda a água utilizada no processo. Ou seja, o trabalho deixa resíduos entre o adesivo e a superfície, formando microbolhas de água — imperceptíveis após a aplicação.

Quando o vinil aplicado é submetido ao calor (do sol), as microbolhas levantam o vinil, que resseca com o tempo e acaba rompendo-se, causando estragos irrecuperáveis à imagem. Portanto, ao facilitar a aplicação, corre-se o risco de prejudicar todo o trabalho.

Gostou do artigo? Você também vai se interessar pelas matérias abaixo:

 

Texto originalmente publicado com exclusividade no InfoSign, no dia 27 de junho de 2013. Eduardo Yamashita é consultor técnico especializado em vinis, envelopamentos de carro e comunicação visual.



Aplike disponibiliza vinil adesivo fotoluminescente

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 09/08/2017
Película é indicada para sinalização de orientação e prevenção

Película é indicada para sinalização de orientação e prevenção

A Aplike, fabricante nacional de películas adesivas, anunciou a disponibilidade de um novo vinil adesivo fotoluminescente indicado para avisos de segurança, entradas e saídas de estabelecimentos, escadas de emergência prediais e outros locais que exigem sinalização de prevenção e orientação, mesmo no escuro, na ausência ou falta de energia elétrica.

Segundo a empresa, a duração da luminescência da mídia é de até oito horas, conforme a intensidade da luz e o tempo de exposição e absorção.

Vendidas em bobinas de 1m x 5m, o filme tem espessura de 0,20mm, adesivo acrílico aquoso e liner de 125g/m2. O vinil é fabricado de acordo com a norma de segurança NBR ABNT 13434-3/05.

Fonte: Aplike