Alltak promove curso de envelopamento de carro no Rio de Janeiro

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 25/04/2013

Treinamento ocorre no dia 15 de maio, no VELUPLAST Centro Automotivo

Treinamento ocorre no dia 15 de maio, no VELUPLAST Centro Automotivo

A Alltak, fabricante de vinis adesivos para envelopamento de carro, tem promovido uma série de treinamentos desde o início do ano. E o próximo já tem data e local definidos: 15 de maio, no VELUPLAST Centro Automotivo (Rua Escobar, 40 – São Cristóvão – Rio de Janeiro, RJ).

Envelopamento de carro: dicas para uma aplicação profissional
Envelopamento de carro: adesivação de retrovisor (passo a passo)

Ministrado por Thiago Sossai, técnico em aplicação de adesivos da Alltak e instrutor credenciado pelo método "UGIS" (de Justin Pate), o treinamento tem como público-alvo (limitado a 16 participantes) envelopadores de nível básico ou intermediário. Veja mais detalhes do curso:

Temas abordados:

  • Ensinamentos básicos: limpeza, ambiente, preparação da superfície e materiais;
  • Técnicas: linha mestra, triangulação, cortes de alívio;
  • Posicionamento de imagem;
  • Parachoques;
  • Finalização: quebra de memória, acabamentos.

Programação:

  • 8h00 às 8h30: café da manhã;
  • 8h30 às 13h00: aula teórica e prática;
  • 13h00 às 14h00: almoço;
  • 14h00 às 17h00: aula prática e entrega dos certificados.

Cada participante receberá:

  • Material didático;
  • Ferramentas básicas (Porta-ferramentas, Espátula, Feltro, Estilete Profissional);
  • Apostila + DVD Programa de Treinamento Alltak Tuning;
  • Café da manhã;
  • Certificado;
  • Três metros de adesivo Fibra de Carbono Premium Alltak Tuning.

Inscrições:

E-mails: paulo.cecato@alko.com.br ou shirley@alko.com.br;

Fone: (11) 2436-3300 – ramal: 108.

Fonte: Alko



MS Printing lançará impressora UV industrial na Fespa 2018

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 24/04/2018
JPK UV é indicada para empresas que produzem grandes tiragens

JPK UV é indicada para empresas que produzem grandes tiragens

A MS Printing, fabricante de impressoras digitais, estará na Fespa 2018, feira que ocorrerá entre os dias 15 e 18 de maio, na Alemanha. Para o evento, a empresa promete levar o JPK UV, equipamento LED desenvolvido para suprir demandas de alta produtividade de usuários que utilizam sistemas tradicionais, como a flexografia, mas buscam migrar para a impressão digital.

Com tecnologia semelhante à de outras máquinas da MS Printing, a JPK UV emprega cilindros de alta capacidade para desenrolar e rebobinar mídias, os quais permitem operação industrial por 24 horas por dia, em 7 dias por semana.

De acordo com a empresa, a JPK UV é indicada para indústrias de produtos de decoração interna (pavimentos e laminados de móveis e parede) e externa (painéis de construção e laminados de portas).

Klaas Kackmann-Schneider, gerente de desenvolvimento de negócios da MS Printing, declarou: “A JPK UV foi projetada como alternativa às soluções de impressão analógicas. Ela permite que as empresas de impressão tradicional façam a mudança para o digital. Atualmente, o ponto de equilíbrio entre o digital e o analógico está mudando, e os clientes estão exigindo impressoras digitais que podem produzir mais a custos mais baixos. A JPK UV é a impressora ideal para atender a essa demanda crescente”.

Fonte: MS Printing



Como escolher e armazenar papéis para sublimação

Por João Leodonio em 28/11/2017
Em rolos ou folhas, os papéis sublimáticos são essenciais no processo

Em rolos ou folhas, os papéis sublimáticos são essenciais no processo

O mercado oferece muitos tipos de papéis para sublimação, vendidos em folhas ou rolos. Por isso, muitos compradores desses itens fundamentais acabam se confundindo diante de tantas opções e, consequentemente, adquirem materiais inadequados. A seguir, compilamos informações cruciais sobre tipos, gramaturas e armazenamento de papéis sublimáticos. Com o conhecimento delas, o usuário certamente poderá adquirir, utilizar e manipular de forma correta esses artigos básicos da sublimação.

Recomendação importante para todos os casos de papéis listados abaixo: após a impressão e até a prensagem, os materiais devem ser mantidos como antes da impressão, ou seja, sem contato com umidade, poeira e, principalmente, luz.

Papéis sublimáticos para impressão offset (folha a folha)

Para o processo de impressão offset, não há a necessidade de usar papel tratado, que pode ser offset ou jornal. No entanto, a carga de tinta (densidade) tem de ser controlada. Além disso, as pilhas de papel na saída da impressora têm de ser menores, para não ocorrer a transferência de imagem de uma folha para o verso da outra, o que compromete a qualidade da imagem, sobretudo no momento da prensagem.

Gramatura: varia de 54g/m² a 75g/m².

Armazenamento: recomendável manter em local sem umidade, pó e calor excessivo. Conservar os papéis empacotados até o momento da utilização, pois se a umidade relativa do ar estiver muito alta, eles podem ondular, o que dificulta a entrada em máquina. Já a umidade baixa pode provocar estática, que também dificulta a entrada da mídia na impressora. Recomenda-se o controle de temperatura (entre 20ºC e 25ºC) e umidade relativa (entre 45% e 60%).

Modo correto de armazenar papel offset em pacotes

Papéis sublimáticos para impressoras A3 e A4

Nas impressoras “caseiras” são utilizados, normalmente, os formatos A3 e A4. Nesses casos, os papéis sem tratamento não são recomendados, pois a tinta tende a ancorar na massa mecânica da mídia, o que dificulta a pssagem do insumo para o tecido. Para compensar esse problema, muitas empresas aumentam a carga de tinta impressa, o que, consequentemente, onera o processo. Além disso, é importante frisar que a maioria dos perfis de cor disponíveis no mercado não estão preparados para materiais não revestidos. Portanto, o recomendado é usar papéis tratados (resinados) e perfis adequados.

Gramatura: varia de 75g/m² a 125g/m², dependendo de tipo de serviço a ser executado. Muitas fornecedoras oferecem papéis com bom desempenho, e vale testar qual deles entrega a quantidade de tinta adequada para a prensagem correta.

Armazenamento: não expor a umidade, pó e calor excessivo. Manter em pacotes fechados até o momento da utilização. Recomenda-se usar estufas de armazenagem para manter a integridade física do substrato.

Estufa para papéis A3

Papéis sublimáticos para impressão de grande formato

Para impressões em grande formato, utiliza-se tanto papel tratado como papel offset sem tratamento. A largura e o comprimento das mídias variam de acordo com a capacidade de cada impressora digital.

Gramatura: varia entre 56g/m² e 90g/m², dependendo do tipo de serviço a ser executado (textos ou chapados).

Armazenamento: recomenda-se manter os rolos em ambiente controlado (temperatura e umidade relativa) e sem exposição a poeira e luz. Mantê-los empacotados até o momento da utilização.

Modo correto de armazenar papel em rolo

 

Sobre o autor: João Leodonio atua no segmento gráfico há 10 anos, como gerente de produção e consultor. Tecnólogo em produção gráfica, atuou como palestrante pela Imprensa Oficial, de Angola, e como consultor de processos produtivos. É proprietário da Pari Transfer Sublimático