Akad passa a vender impressoras digitais para sublimação

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 10/12/2012

A família de equipamentos Novajet cresceu. Comercializada pela Akad, fornecedora de máquinas e insumos para comunicação visual, a linha de impressoras digitais recebeu o incremento dos seguintes modelos: 1602S (com 1,54m de largura de impressão), 2202S (2,14m) e 3302S (3,2m). As três máquinas são do tipo "flex", podendo trabalhar com tinta ecossolvente ou com insumos para sublimação (dependendo da escolha e demanda do próprio usuário).

Empregando cabeças de impressão Epson Micro PiezoTM DX5, as impressoras produzem em velocidade máxima de 42m²/h (na resolução 720x1080dpi, com três passadas) e podem imprimir na resolução máxima de 1400dpi. As Novajet também possuem sistema de alimentação rolo a rolo (com take up).

impressora para sublimação

As novidades da Akad podem trabalhar com tintas ecossolvente e sublimática

Para quem escolher usar as novidades para sublimação, a Akad indica trabalhar com tecido com, no mínimo, 50% de poliéster em sua composição. Existe também a possibilidade de imprimir materiais como plástico, madeira, vidro e etiquetas (desde que estejam devidamente tratados).

Com as Novajet sublimáticas, a marca amplia sua gama de aplicações para atender empresas de setores como os da estamparia digital, roupas esportivas e abadas, por exemplo.

No processo de sublimação, a impressora reproduz as imagens em um papel transfer, que posteriormente é colocado em contato com o material (tecido, por exemplo) a ser estampado. Juntos, eles são aquecidos por uma prensa ou calandra e, em função da alta temperatura, a tinta sublima e fica impregnada no substrato.

Fonte: Akad. Texto: InfoSign



Mimaki Brasil vende séries de impressoras em condições especiais

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 06/03/2016
Linhas de impressoras estão em promoção

Linhas de impressoras estão em promoção

A Mimaki Brasil está comercializando impressoras das linhas CJV150 e JV150 em condições especiais. São quatro modelos vendidos com preço promocional até o dia 31/5/2016 ou até o fim dos estoques. Confira:

- CJV150-130: por R$59.999,00, a impressora tem 1,36m de largura e pode trabalhar na velocidade máxima de 48,9m2/h;

- CJV150-160: por R$69.999,00, a máquina tem largura de 1,6m e pode operar na velocidade máxima de 56,2m2/h (na resolução de 360 x 360dpi);

- JV150-160: por R$66.000,00, a impressora tem 1,6m de largura e pode trabalhar na velocidade de 58m2/h (na resolução de 360 x 360dpi). Pode utilizar tinta solvente ou sublimática;

- CJV150-107: por R$39.999,00, a máquina apresenta largura de 1,09m e sistema de abastecimento contínuo (bulk-ink), além de trabalhar na velocidade máxima de 45,2m2/h (com resolução de 360 x 360dpi). O proprietário da CJV150-107 pode optar por utilizar tinta solvente ou sublimática. Ao adquirir a versão sublimática, o equipamento vem com 100 metros de papel da Havir. O valor do equipamento é exclusivo para os seguintes estados: AL, BA, CE, MA, PB, PE, PI, RN, SE, PA, GO, MT, MS, DF e RJ.

A Mimaki Brasil tem uma parceria com o Banco Daycoval, que viabiliza linhas de financiamento especiais.

Fonte: Mimaki



Ampla participará da ISA International Sign Expo 2015

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 09/11/2014

Fabricante apresentará nova linha de equipamentos na feira internacional

Fabricante apresentará nova linha de equipamentos na feira internacional

A Ampla, fabricante latino-americana de impressoras digitais, participará como expositora da ISA International Sign Expo 2015, feira internacional que ocorre de 9 a 11 de abril, em Las Vegas (EUA).

Durante a exposição, a Ampla apresentará as novas impressoras Targa XT, Targa XT Aquatex e Targa XT LED UV, que contam com tecnologia de software RIP Caldera.

Lie Tji Thjun, diretor geral da Ampla, declarou: "A ISA é mais uma ótima oportunidade para a Ampla expandir suas vendas para o exterior, principalmente para a América Latina. Já temos distribuidores na Argentina, Chile, Colômbia, Egito, Equador, Oriente Médio, Peru, Reino Unido, Rússia, Turquia e Uruguai. Estamos atendendo as necessidades desses mercados, e percebemos que temos ainda muito a oferecer a outros países".

Fonte: Ampla