Akad passa a vender gravadora laser GCC Spirit GLS

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 22/03/2014

GCC Spirit GLS é indicada para empresas de comunicação visual

GCC Spirit GLS é indicada para empresas de comunicação visual

A Akad, fornecedora de equipamentos para comunicação visual, passou a vender a LaserPro Spirit GLS, gravadora laser da GCC, fabricante de máquinas para corte e gravação. O modelo incorpora aperfeiçoamentos que, segundo a empresa, aumentam a produtividade e a facilidade de operação.

A gravadora apresenta controles de qualidade e velocidade e o sistema DuraGuide, dotado de uma estrutura mecânica robusta, que traz correias reforçadas com Kevlar.

O equipamento conta com a função de "arrastar e gravar", com a qual o operador posiciona manualmente onde deseja iniciar a gravação do objeto. Além dessa possibilidade, as portas dianteira e traseira têm passagem para os substratos a serem utilizados.

A LaserPro Spirit GLS conta com área de trabalho de 960mm x 610mm, laser de COSynrad e funções como o SmartLID (sistema de abertura pelas extremidades da parte superior, que facilita a manutenção diária), SmartLIGHT (permite a visualização da área de trabalho e o progresso detalhado da gravação em andamento) e SmartPIN Auto Focus (plug-and-play que promete ajustar o foco com um único toque).

Fonte: Akad



Papel para grandes formatos é lançado nos EUA

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 06/12/2012

A Sihl Digital Imaging, fornecedora norte-americana de substratos, acaba de apresentar uma nova mídia para aplicações de comunicação visual e grandes formatos. Chamado 3157 Pacifica, o papel fosco criado pela marca visa atender às necessidades daqueles que trabalham com impressão digital.

Segundo a empresa, o papel é branco, brilhante e tem resistência a água e a arranhões. O material também conta com um revestimento que protege a base do material, evitando o atravessamento da tinta impressa, garantindo uma impressão que valoriza a densidade das cores. 3157 Pacifica é compatível com equipamentos látex, UV, solvente e ecossolvente. Pode, também, receber laminação fria ou quente.

A nova mídia é recomendada para os seguintes modelos de impressoras:

  • Agfa – Anapurna, Jeti;
  • CET – X-Press;
  • Durst – Rho;
  • EFI – Rastek, Vutek;
  • Epson - GS, SureColor;
  • Fujifilm – Acuity Advance, Acuity LED, Inca, UVSTAR;
  • Gandy Digital - Pred8tor;
  • Hewlett Packard – Design Jet, Latex, Scitex FB, Scitex, Scitex TJ, Scitex XP;
  • Mimaki – CJV, JF, JV33, JV34, JV5, UJF, UJV;
  • Mutoh – ValueJet;
  • Océ – Arizona;
  • Roland – AJ, SOLJET, VersaART, VersaCAMM, VersaUV;
  • Seiko – ColorPainter.
substratos para grandes formatos

Fonte:  Sihl. Texto: InfoSign



FuturePrint tem mesa-redonda sobre sustentabilidade na indústria têxtil

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 09/07/2019
Discussão contará com executivos da C&A, ABNT e ABVTEX

Discussão contará com executivos da C&A, ABNT e ABVTEX

Na quinta-feira, dia 11 de julho, executivos da varejista C&A, da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) e da ABVTEX (Associação Brasileira do Varejo Têxtil) discutirão a sustentabilidade na indústria têxtil, a partir das 16h20, durante o Fórum Future Têxtil. A programação faz parte da FuturePrint 2019, feira que ocorre entre os dias 10 e 13 de julho, no Expo Center Norte, na cidade de São Paulo

A mesa-redonda faz parte do painel que debaterá a digitalização do mercado têxtil, a evolução tecnológica dos equipamentos e a “Confecção 4.0”. Com início às 14h, o fórum é indicado a empresários e profissionais de criação, desenvolvimento e produção da indústria têxtil de moda e vestuário, decoração, brindes e comunicação visual.

Angela Bozzon, gerente do Programa ABVTEX, falará sobre as ações desenvolvidas com as redes varejistas, para a implantação das melhores práticas de compliance entre seus fornecedores e subcontratados. Segundo ela, as empresas certificadas obtiveram diversos benefícios, como “a motivação e a retenção de trabalhadores, o aumento de produtividade e qualidade, a percepção de melhorias significativas e fundamentais para a sustentabilidade de seus negócios e, por fim, a melhora na relação comercial com os varejistas, entre outros”, detalha.

O evento trará também Rodrigo Gonçalves Lasalvia, gerente de Responsabilidade Social da C&A, que integra o Programa ABVTEX. O executivo falará sobre o monitoramento da rede de fornecedores, com foco na sustentabilidade. “Na C&A, acreditamos que devemos oferecer aos nossos clientes e parceiros uma moda com impacto positivo, garantindo a qualidade das peças e da vida daqueles que confeccionam nossas roupas, assim como a sustentabilidade do nosso planeta“, explica Lasalvia. Ele acrescenta que a preocupação com a sustentabilidade é um movimento natural das empresas têxteis em resposta aos consumidores, que exigem cada vez mais informações sobre responsabilidade socioambiental.

Já Maria Adelina Pereira, superintendente do Comitê Brasileiro de Têxteis e do Vestuário da ABNT, tratará das regulamentações e normas voltadas para a cadeia têxtil. “O nosso objetivo é alertar o setor sobre normas e padrões que podem orientar os caminhos para evitar desperdícios e contaminações químicas. Por desconhecimento, as empresas podem incorrer em práticas não sustentáveis”.

Fonte: FuturePrint