Akad lança impressora UV Novajet TFB 2513GH

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 22/08/2017
Impressora tem sistema de alimentação plano de substratos

Impressora tem sistema de alimentação plano de substratos

A Akad, fornecedora nacional de equipamentos para comunicação visual, lançou a Novajet UV TFB 2513GH, impressora plana que trabalha com mídias de até 2,5m × 1,3m e 80mm de espessura, em velocidade máxima de 16m²/h (no modo com resolução de 720 × 600dpi).

Segundo a empresa, o equipamento pode empregar quatro ou seis cabeças, para configurações de quatro cores (CMYK) ou cinco cores (CMYK e branco).

Com cura LED e cabeças Ricoh GH 2220, a máquina também dispõe de reservatório de tinta que pode ser reabastecido durante a impressão.

A Novajet UV TFB 2513GH é indicada para a impressão de pontos de vendas, decoração de ambientes residenciais e comerciais, sinalizações externas e internas, estandes, totens promocionais, painéis de informações, capas de celulares, embalagens, murais decorativos, entre tantas aplicações.

Diversas mídias rígidas e flexíveis podem receber impressão UV. Entre elas, vidros, acrílicos, chapas de espuma de PVC, cerâmicas, compostos à base de alumínio, placas corrugadas, metais, madeiras, MDF, papéis de parede, vinis, e couros. Porém, recomenda-se sempre testar os substratos antes de imprimi-los, para avaliar a compatibilidade com a tinta UV.

Fonte: Akad



Sihl lança mídia para impressoras solvente

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 29/04/2013

Substrato tem opacidade e resistência à água

Substrato tem opacidade e resistência à água

A Sihl, fabricante de mídias, anuncia o Glamour S 3145, um substrato semirrígido para reproduções fotográficas em impressoras solvente.

Segundo a empresa, a mídia expande o leque de opções dessas máquinas, fazendo uma ponte entre a impressão UV plana e a impressão solvente rolo a rolo. Além disso, o substrato é firme para ser pendurado e flexível para ser dobrado.

Com um revestimento que promove secagem mais rápida, o Glamour S 3145 tem opacidade, resistência à água e gramatura de 333g/m2, sendo voltado para aplicações de fine arts, sinalização e ponto de venda.

A nova mídia é indicada para os seguintes modelos de impressoras:

  • Epson: GS 6000 e SureColor;
  • HP: 8000s, 9000s, 10000s, L25550, L65500 e L28550;
  • Mimaki: JV3, JV33, JV5, CJV30 ES, SS2, SS2-1, HS e JV400-160;
  • Mutoh ValueJet;
  • Roland: VP, SP, XC, XJ, SJ, AJ ECO-SOL MAX e Eco-Xtreme.

Fonte: Sihl



Impressora digital (grande formato): dicas para escolher a ideal

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 07/11/2012

Não, escolher uma impressora digital não é fácil. O empresário, além de correr inúmeros riscos ao investir num equipamento, depara com centenas de modelos, entre novos e usados, na hora de adquirir a máquina. O assédio dos fornecedores é grande. A concorrência é acirrada. Então, o que fazer para acertar — ou diminuir as incertezas — na hora de escolher a impressora? O InfoSign mostra algumas dicas rápidas, mas não rasteiras, principalmente para os empresários iniciantes.

Conheça a sua clientela

Comprar uma nova impressora para quê? Fazer e responder a essa questão é o primeiro passo. A sua empresa tem essa necessidade para atender quais clientes e demandas? Se você não souber, corra imediatamente atrás dessas informações. Quanto mais foco e clareza você tiver, melhor. Há muitas possibilidades de aplicações. E saiba que não existe uma impressora que dê conta de todas elas.

Qual é o tipo de serviço que o seu cliente demanda? PDV é opção

A verba que você dispõe para o investimento

Ok, você já conhece o seu foco. Por exemplo: estamparia e personalização de tecidos. Ao saber disso, você naturalmente vai restringir as suas possibilidades de investimento (o que aumenta as suas chances de acerto). Porém, há outras limitações, como o montante que a sua empresa dispõe para o investimento.

E mais: não pondere apenas o preço da máquina. O investimento vai além: há gastos com periféricos (no-break e computador, por exemplo) e instalação (aterramento, ar condicionado, sala de impressão, entre outros). Se você dispõe de 50 mil reais, por exemplo, gastará aproximadamente 20 mil reais para a correta acomodação do equipamento. O restante do valor fica para a impressora (esse é apenas um exemplo; há muitos outros).

Conheça as impressoras e as tecnologias agregadas

Aprenda o máximo possível sobre impressoras digitais e suas aplicações. Aos olhos do leigo, parece não haver muita diferença entre as tecnologias UV e látex. Mas quem as conhece a fundo sabe que ambas têm características bem particulares.

É fundamental dominar informações sobre dispositivos, auxiliares, periféricos, softwares, tipos de tintas, sistemas de alimentação de substratos, entre outros elementos essenciais de uma impressora. Saiba, também, que a tecnologia digital está em evolução constante e que as máquinas entram em rápida defasagem. Portanto, use mídias, como o InfoSign, para conhecer mais a tecnologia e se manter atualizado.

Conheça o mercado: fabricantes, distribuidores, concorrentes e parceiros

Procure empresas com as quais você possa fechar uma parceria. Tenha em vista que a compra de uma impressora não envolve apenas a negociação, mas também toda uma série de atividades pós-venda, como entrega, instalação, assistência técnica entre outros serviços.

Busque conhecer empresas que tenham credibilidade e solidez. Para tanto, consulte empresários que já adquiriram impressoras digitais. Colha informações. Não hesite em ir aos show rooms das fornecedoras. Converse com os vendedores e técnicos. Visite feiras de negócios e eventos nos quais você possa ter contato com profissionais da área, além de poder ver as impressoras em ação.

Feiras oferecem ótimas oportunidades para pesquisar e comprar impressoras