Akad lança impressora UV Novajet TFB 2513GH

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 22/08/2017
Impressora tem sistema de alimentação plano de substratos

Impressora tem sistema de alimentação plano de substratos

A Akad, fornecedora nacional de equipamentos para comunicação visual, lançou a Novajet UV TFB 2513GH, impressora plana que trabalha com mídias de até 2,5m × 1,3m e 80mm de espessura, em velocidade máxima de 16m²/h (no modo com resolução de 720 × 600dpi).

Segundo a empresa, o equipamento pode empregar quatro ou seis cabeças, para configurações de quatro cores (CMYK) ou cinco cores (CMYK e branco).

Com cura LED e cabeças Ricoh GH 2220, a máquina também dispõe de reservatório de tinta que pode ser reabastecido durante a impressão.

A Novajet UV TFB 2513GH é indicada para a impressão de pontos de vendas, decoração de ambientes residenciais e comerciais, sinalizações externas e internas, estandes, totens promocionais, painéis de informações, capas de celulares, embalagens, murais decorativos, entre tantas aplicações.

Diversas mídias rígidas e flexíveis podem receber impressão UV. Entre elas, vidros, acrílicos, chapas de espuma de PVC, cerâmicas, compostos à base de alumínio, placas corrugadas, metais, madeiras, MDF, papéis de parede, vinis, e couros. Porém, recomenda-se sempre testar os substratos antes de imprimi-los, para avaliar a compatibilidade com a tinta UV.

Fonte: Akad



Fotoprodutos e brindes com impressão por sublimação (Parte 2)

Por Jimmy Lamb em 28/05/2013

Exemplos de celulares e tablets personalizados com sublimação

Exemplos de celulares e tablets personalizados com sublimação

Para se ter uma ideia dos mercados, materiais e custos dos fotoprodutos, vamos dar uma olhada em alguns exemplos interessantes, começando com capas de celular.

Fotoprodutos e brindes com impressão por sublimação (Parte 1)

Algumas capas de celular possuem placas removíveis de metal que podem receber imagens fotográficas com sublimação. Lembre-se que, em muitos casos, este é um produto personalizado que pode ser vendido a preço de varejo. Portanto, atente-se ao valor percebido pelo usuário final. E isso serve não apenas para capas de celulares, mas também para capas de tablets.

Produza fotoprodutos com imagens de bebês

Produza fotoprodutos com imagens de bebês

Você também pode fazer produtos com fotos de bebês. Nesse caso, basta criar um modelo gráfico com áreas editáveis ​​(para adicionar detalhes sobre o recém-nascido). Esse modelo é combinado com uma imagem para criar a arte final. Pense no valor desse presente especial. Não é apenas um produto, mas sim uma lembrança — e uma memória que vale a pena acalentar por muitos anos.

Há todos os tipos de oportunidades com os fotoprodutos. Por exemplo, pense em esportes: clubes, jogadores e campeonatos. A chave é fazer um produto de apelo emocional, como nos exemplos abaixo:

Esporte é um tema que pode ser explorado nos fotoprodutos

Esporte é um tema que pode ser explorado nos fotoprodutos

Precisa de mais ideias? A lista é longa quando se trata de produtos sublimados. Abaixo, estão alguns materiais a serem considerados:

  • Bandejas;
  • Caixas de joias;
  • Canecas;
  • Capas de interruptor de parede;
  • Chaveiros;
  • Enfeites de Natal;
  • Ímãs;
  • Jogos americanos;
  • Molduras;
  • Placas de porta;
  • Quebra-cabeças;
  • Relógios;
  • Suportes de guardanapo;
  • Tábuas de corte;
  • Teclados.

Saiba, entretanto, que os fotoprodutos não se limitam a materiais rígidos. Você também pode usar a sublimação para personalizar tecidos. Porém, ela só funciona com fibras de poliéster, o que limita o estilo de vestuário, mas isso não é problema, já que esse mercado vêm abrindo dezenas de possibilidades.

Com a sublimação, você pode reproduzir imagens com detalhes, clareza e alta resolução. Trata-se de um processo que emprega tintas com corantes, que se fundem às fibras do tecido, o que significa que você não sente a tinta na superfície da peça. Isso também significa que ela não vai rachar, descascar ou desaparecer quando as peças forem lavadas.

Com sublimação, você também pode personalizar camisetas

Com sublimação, você também pode personalizar camisetas

Potenciais consumidores de camisetas sublimadas são clubes e organizações esportivas, cujos membros têm a necessidade de fazer declarações personalizadas. E isso é apenas a ponta do iceberg, já que há muitas outras possibilidades que não se limitam ao vestuário. Ou seja, se você pode vender uma camiseta, pode vender várias outros produtos sublimados.

Para concluir, saiba que fotoproduto é muito mais do que uma foto na carteira ou uma bugiganga barata. Você vai descobrir que ele é um bom complemento para os seus negócios. Mais importante: o custo de sublimar fotoprodutos é baixo, tornando o retorno algo atraente. Você não precisa gastar muito. Você só precisa encontrar maneiras criativas para gerar altas margens a custos baixos — e o fotoproduto é a ferramenta perfeita para realizar esse objetivo.

 

Sobre o autor: Jimmy Lamb escreve e palestra sobre sublimação e impressão em tecidos mundo afora. Tem mais de 20 anos de experiência no negócio de vestuário e decoração. Atualmente, é o gerente de comunicação na Sawgrass Technologies.

Esse artigo técnico foi cedido, com exclusividade, pela Sawgrass ao portal InfoSign, que traduziu e adaptou o texto.



Enquete: as tecnologias de impressão digital que os leitores do InfoSign buscaram adquirir em 2015

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 07/01/2016
Em 2015, maioria dos leitores do InfoSign preferiram planejar e investir em tecnologias capazes de imprimir em tecidos

Em 2015, maioria dos leitores do InfoSign preferiram planejar e investir em tecnologias capazes de imprimir em tecidos

Ao longo do ano passado, o InfoSign perguntou em enquete aberta qual tipo de impressora de grande formato os leitores do site gostariam de adquirir em 2015. O resultado (de um total de 1.172 votos) vai ao encontro de uma clara tendência do mercado: o interesse cada vez mais em adotar a impressão digital em tecidos.

A tecnologia mais votada foi a sublimática, com 338 votos (29% do total). Em segundo lugar, ficou a impressão direta em tecido, com 246 votos (21%). Somados, os resultados obtidos pelas duas categorias correspondem à metade dos pontos computados. Embora a impressão por sublimação possibilite a decoração de substratos e objetos diversos, sua principal aplicação é a estamparia de tecidos. Portanto, não é errado afirmar que pelo menos metade dos votantes estavam interessados em adquirir uma impressora têxtil.

Além da sublimação e da impressão direta, a tecnologia látex, que teve 84 votos (7%), também é capaz de imprimir, entre outros substratos, diversos tipos de tecidos, o que ajuda a endossar a tendência analisada.

A enquete mostrou também que tecnologias consolidadas obtiveram desempenho satisfatório. A solvente recebeu 238 votos (equivalente a 20%) e a UV, 197 (17%), o que demonstra que ambas têm lugar cativo ente os leitores do InfoSign.

O tipo de impressora menos votada emprega tinta à base d'água, com 69 votos (6%), deixando claro que se trata de uma tecnologia voltada a um nicho mais específico e de interesse reduzido.

Não deixe de participar da nova enquete, que procura conhecer quais as tecnologias de impressão digital de grande formato nossos leitores pretendem adquirir em 2016.