Agfa lança impressora UV LED Jeti Mira

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 08/12/2016
Impressora vem com novidades, como o PrintSphere e acabamento 3D

Impressora vem com novidades, como o PrintSphere e acabamento 3D

A Agfa, fabricante de soluções gráficas, anunciou o lançamento da Jeti Mira, impressora UV LED de grande formato indicada para produções de médio e alto volumes. Além de integração com o PrintSphere (por meio do Asanti), o equipamento oferece uma nova opção de verniz para reprodução de impressões com efeito 3D.

Com sistema plano de alimentação de substratos, a Jeti Mira permite impressões com até 2,69m de extensão, em produções com velocidade de até 231m²/h. A impressora emprega seis cores, tintas UV altamente pigmentadas e duas fileiras de cabeças Ricoh. Também pode ser adquirida com um sistema rolo a rolo opcional e acoplável.

As tintas LED UV empregadas Jeti Mira foram especialmente formuladas pela Agfa para imprimir em substratos sensíveis ao calor, como diapositivos finos, mídias autoadesivas e materiais de PVC expandido. De acordo com a empresa, as tintas também possuem uma ampla gama cromática tanto para aplicações internas quanto externas, além de terem alta carga de pigmentos.

A Jeti Mira roda com o software Asanti, da Agfa, o qual controla todo o processo produtivo, da pré-impressão ao acabamento. A novidade no Asanti é o opcional PrintSphere, serviço baseado em nuvem para automação da produção, compartilhamento de arquivos e armazenamento de dados. O PrintSphere oferece uma forma padronizada de automatizar fluxos de trabalho e facilitar a troca de dados com clientes e colaboradores.

Um dos grandes diferenciais da Jeti Mira é sua tecnologia especial de aplicação de verniz que confere efeitos 3D aos impressos. Trata-se de um tipo de acabamento que acrescenta profundidade às imagens de peças usadas em pontos de vendas, embalagens, decoração e locais de exposições comerciais.

Reinhilde Alaert, gerente de marketing de produtos de sinalização da Agfa Graphics, declarou: “Equipada com lâmpadas LED UV, a Jeti Mira vem com um conjunto de benefícios econômicos, ecológicos e de negócios. Os LEDs têm uma saída de calor mínima, o que permite um âmbito mais amplo de aplicações. Eles também garantem uma calibração bidirecional muito estável, alta produtividade, economia significativa de energia e uma saída consistente ao longo de um período de cinco anos. Tudo isso conduz a um maior retorno do investimento”.

Fonte: Agfa



Presto Tape lança papéis de parede e decoração

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 15/02/2014

PaperTac pode receber impressão digital

PaperTac pode receber impressão digital

A Presto Tape, fornecedora de mídias para comunicação visual, anunciou no mercado internacional a introdução de um novo papel adesivo da série Digitally Printable Wallcoverings. Intitulado de PaperTac, o substrato é indicado para decoração e adesivação de paredes e está disponível em três versões:

  • PaperTac #329: com 6mil de espessura, o papel é indicado para impressoras digitais UV e látex;
  • PaperTac #330: com 7mil, pode ser impresso em UV, látex e solvente;
  • PaperTac Heavy #350: tem 10mil e pode ser impresso em UV e látex.

Além disso, a Presto Tape lançou uma linha de papéis coloridos, com os seguintes modelos: PaperTac Ouro, PaperTac Prata, PaperTac Rosa Perolado e PaperTac Rosa Aveludado. Todos têm 6mil de espessura e podem receber impressão UV.

Segundo a empresa, os papéis PaperTac apresentam adesivo removível e reposicionável. O adesivo, que contém microesferas, é forte o suficiente para durar, mas não causa estragos durante a remoção da mídia.

Os papéis podem ser recortados e estão disponíveis em larguras de 24, 30, 54 e 60 polegadas.

Fonte: My Print Resource



3M apresenta recomendações de preparação de superfícies pintadas

Por Luiz Ricardo Emanuelli em 13/04/2014

A 3M, fabricante de vinis, anunciou recentemente um novo procedimento de aplicação de películas adesivas, o Enhanced Adhesion Cleaning, que reúne informações sobre preparação de superfícies pintadas com materiais de baixo nível de componentes orgânicos voláteis (COVs).

Segundo a empresa, o material foi elaborado para ajudar instaladores que estão descobrindo que os vinis adesivos não aderem como antes. Alguns profissionais dizem que os filmes mudaram, mas na verdade são as novas formulações de pinturas de baixo COV que têm causado problema.

O novo método é simples: inicialmente, deve-se limpar determinada área usando uma mistura de 70% de álcool isopropílico e 30% de água. Após passar duas vezes a solução sobre a superfície, aplicam-se tiras de vinil nas áreas limpas onde a película será instalada. Depois de 15 minutos, é preciso observar a característica de release. Quando a adesão do filme estiver satisfatória, o mesmo método deve ser usado para preparar toda a área onde o vinil será instalado. Pesquisas na 3M mostram que esse procedimento pode aumentar a adesão de todos os filmes aplicados a uma superfície pintada.

Com as recomendações, o instalador pode melhorar seu desempanho na hora de aplicar vinis

Com as recomendações, o instalador pode melhorar seu desempenho na hora de aplicar vinis

O Enhanced Adhesion Cleaning da 3M é descrito em detalhes no site da 3M, no qual visitantes podem ler e baixar as instruções.

Fornecedores e instaladores também podem visitar o site para baixar o Bulletin 5.37 – A Guide to Understanding and Applying Graphics to Common Smooth and Textured Wall Surfaces (Um Guia para Entender e Aplicar Gráficos em Superfícies Suaves e Texturizadas). Em inglês, o documento fornece uma visão mais completa dos procedimentos de teste para instalação de filmes em paredes.

Joe Walton, engenheiro de serviço técnico da 3M, declarou: "A pinturas de baixo COV estão afetando o desempenho dos vinis adesivo. Para nós, da 3M, é importante agir rapidamente a fim de ajudar os instaladores. Essas novas e simples recomendações podem ajudar a prevenir falhas, problemas e prejuízos na instalação".

Fonte: 3M